Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
Por Millyal
#39795
De acordo com dados de uma pesquisa publicado pelo Instituto de Pesquisa Aplicada (IPEA), projetou que o Brasil tem um pouco mais de 100 mil cidadãos vivendo em ruas. Esses números demonstram que o problema de pessoas sem-teto está presente de forma complexa na realidade brasileira. Dessa forma, em razão da negligência estatal e dos cidadãos que acreditam ser superiores emerge um impasse complicado, que precisar se revertido.

Primeiramente é preciso salientar que o relaxamento das autoridades é uma causa latente do problema. Segundo a Constituição Federal de 1888, no artigo 6º que trata dos direitos sociais, que todos os brasileiros têm garantia a moradia e o Estado dever traçar políticas públicas, para ter êxito. Embora, ainda está em vigor, é notório afirmar que ela não é seguida firmemente nos dias atuais, tornado o país cada vez mais distinto daquele idealizado na Carta Magna. Diante disso, verifica-se que a resolução da questão está cada vez mais dificultada.

Em segundo plano, os individuos que vivem em situação de rua são tratados como rejeitados e invisíveis para sociedade. Como no filme de Felipe Saraiça, "Palavras de rua" que mostram o preconceito a respeito dos moradores e raros são aqueles que dão uma chance a eles para contarem sua história e ajuda-los. Nesse contexto, a reinserção deles na sociedade é algo muito importante para amenizar a problemática.

Averigua-se desse modo que medidas devem ser efetivadas para resolver esse empecilho. Sendo assim o Governo Federal, como existancia máxima da administração executiva, dever criar um programa chamado "lar para todos" que doe casas para esses indivíduos, sendo avaliados para garantir com preferência por meio de sua idade, se for gestante, tiver doenças e crianças. A fim, de que todos possam ter direito a uma moradia segura.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Avatar do usuário
Por Ashiley
#40281
@Millyal

Erros
Correção dos erros
Comentários

Introdução
De acordo com dados de uma pesquisa publicado pelo Instituto de Pesquisa Aplicada (IPEA), projetou que o Brasil tem um pouco mais de 100 mil cidadãos vivendo em ruas. (Faltou um conectivo aqui) Esses números demonstram que o problema de pessoas sem-teto está presente de forma complexa na realidade brasileira. Dessa forma, em razão da negligência estatal e dos cidadãos que acreditam ser superiores emerge um impasse complicado, que precisar se precisa ser revertido.
Muito boa sua introdução. Possui repertório, problematização e tese!

Desenvolvimento 2
Primeiramente, (Faltou uma vírgula) é preciso salientar que o relaxamento das autoridades é uma causa latente do problema. Segundo a Constituição Federal de 1888, no artigo 6º que trata dos direitos sociais, que todos os brasileiros têm garantia a moradia e o Estado dever deve traçar políticas públicas, para ter êxito. Embora, ainda está esteja em vigor, é notório afirmar que ela não é seguida firmemente nos dias atuais, tornado tornando o país cada vez mais distinto daquele idealizado na Carta Magna. Diante disso, verifica-se que a resolução da questão está cada vez mais dificultada.
Bom desenvolvimento. Foi um parágrafo bem organizado e sua argumentação foi boa, mas cuidado com alguns errinhos nas palavras!

Desenvolvimento 2
Em segundo plano, os individuos indivíduos que vivem em situação de rua são tratados como rejeitados e invisíveis para sociedade. (Faltou um conectivo aqui) Como no filme de Felipe Saraiça, "Palavras de rua" que mostram o preconceito a respeito dos moradores e raros são aqueles que dão uma chance a eles para contarem sua história e ajuda-los ajudá-los. Nesse contexto, a reinserção deles na sociedade é algo muito importante para amenizar a problemática.
Você fez uma boa organização, mas poderia argumentar mais. Cuidado também com alguns erros nas palavras novamente!

Conclusão
(Poderia haver um conectivo aqui) Averigua-se desse modo que medidas devem ser efetivadas para resolver esse empecilho. Sendo assim o Governo Federal (AGENTE), como existancia máxima da administração executiva (DETALHAMENTO), dever criar um programa chamado "lar para todos" que doe casas para esses indivíduos, sendo avaliados para garantir com preferência (AÇÃO) por meio de sua idade, se for gestante, tiver doenças e crianças (MEIO/MODO). A fim, de que todos possam ter direito a uma moradia segura (EFEITO/FINALIDADE).
Sua proposta de intervenção está completa, mas cuidado com alguns truncamentos, ou seja, pontos onde deveriam haver vírgulas.

É isso, espero ter ajudado. Bons estudos!
Avatar do usuário
Por Ashiley
#40334
Millyal escreveu:@Ashiley, muito obrigada pela correção, me ajudou muito! Você poder pontuar por favor.
Posso sim!
Por Higorrair
#40874
OLÁ @Millyal, COMO JÁ EXISTE UMA CORREÇÃO, FOCAREI APENAS NO CONTEÚDO.


INTRODUÇÃO

'"De acordo com dados de uma pesquisa publicado pelo Instituto de Pesquisa Aplicada (IPEA), (1)projetou que o Brasil tem um pouco mais de 100 mil cidadãos vivendo em ruas. Esses números demonstram que o problema de pessoas sem-teto está presente de forma complexa na realidade brasileira. Dessa forma, em razão da negligência estatal e dos cidadãos que acreditam ser superiores emerge um impasse complicado, que precisar se revertido."

- (1) Repare que essa expressão quebra a coesão da ideia. Basta retirá-la para perceber.
- Atente-se ao uso de conectivos, pois são essenciais para a lógica e ligação das ideias (C4).
- Informe o ano da pesquisa.


DESENVOLVIMENTO

"Primeiramente é preciso salientar que o relaxamento das autoridades é uma causa latente do problema. Segundo a Constituição Federal de 1888, no artigo 6º que trata dos direitos sociais, que todos os brasileiros têm garantia a moradia e o Estado dever traçar políticas públicas, para ter êxito(êxito em que especificamente?). Embora, ainda está em vigor, é notório afirmar que ela não é seguida firmemente nos dias atuais (POR QUE?), tornado o país cada vez mais distinto daquele idealizado na Carta Magna. Diante disso, verifica-se (POR MEIO DO QUÊ?) que a resolução da questão está cada vez mais dificultada."

- A argumentação está muito rasa. Existe apenas a citação de fatos, sem um desenvolvimento destes.
- Como você comprova que existe uma negligência do Governo? Como comprova que a Constituição é violada?
Poderia pelo menos citar um exemplo, mostrar como ou em que ponto isso acontece. Apenas citar fatos não convence ninguém.

"Em segundo plano, os individuos que vivem em situação de rua são tratados como rejeitados e invisíveis para sociedade. Como no filme de Felipe Saraiça, "Palavras de rua" (,)que mostram o preconceito a respeito dos moradores e raros são aqueles que dão uma chance a eles para contarem sua história e ajuda-los. (1)Nesse contexto, a reinserção deles na sociedade é algo muito importante para amenizar a problemática."

- Nesse parágrafo praticamente não há argumentação. Está focado apenas no repertório, e isso não é bom.
- Como comprovar que indivíduos em situação de rua são tratados como rejeitados e invisíveis para sociedade?
R= O filme exemplifica isso, mas é preciso traçar uma ponte mais clara com a realidade brasileira, porque embora o filme retrate-a, possui um certo caráter não real.
- A argumentação estabeleceria a relação do filme com seu ponto de vista.
-(1) Informação completamente solta, sem desenvolvimento.

CONCLUSÃO

"Averigua-se desse modo que medidas devem ser efetivadas para resolver esse empecilho. Sendo assim o Governo Federal(AGENTE), como existancia máxima da administração executiva(DETALHAMENTO DO AGENTE), dever criar um programa chamado "lar para todos" que doe casas para esses indivíduos(AÇÃO), sendo avaliados para garantir com preferência por meio de sua idade, se for gestante, tiver doenças e crianças(MODO/MEIO). A fim, de que todos possam ter direito a uma moradia segura (FINALIDADE)."

- A proposta está completa. Porém, as pessoas somente ficam em situação de rua porque não possuem casas? Não né, a questão que predomina é a desigualdade social, ou seja, mesmo que possuam uma casa, talvez não será possível mantê-la por conta da falta de recursos financeiros. Sua proposta não resolve o problema. Além disso, existe programas sociais com ideias bem parecidas.

Dicas para melhorar a argumentação e ganhar pontos na C3:
- Não deixe lacunas, o texto precisa ser autônomo, de modo que não deixe dúvidas ao leitor.
- Faça sempre a seguinte pergunta: Consegui convencer o leitor de que essas são as causas/consequências do problema?
- Utilize adjetivos e advérbios para expressar melhor o seu ponto de vista e indicar autoria.
- Desenvolva todas as ideias.

OBS: não confie 100% nas correções.


Não sou nenhum corretor profissional, mas espero ajudar de alguma forma. Continue escrevendo, esse é o caminho para a evolução.


-

Segundo o sociólogo polonês Zygument[…]

O artigo sexto da Constituição Feder[…]

Logo mais te trago comentários. Obrigada […]

MatheusM33 , como já houve uma corre&cced[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM