Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#49621
O curta-documentário "Eu Existo", realizado em 2012 pelo Centro Acadêmico de IX de Agosto, retrata a dura e sofrida realidade vivida pelos moradores de rua na capital paulista. Fora das telas, a questão social das pessoas em situação de rua no Brasil representa uma problemática e de grande desafio, que encontra entraves, seja em virtude da insuficiência legislativa, no que tange os direitos explícitos em lei, seja em virtude da indiferença e falta de empatia com que a sociedade trata essas pessoas em condição de indignidade humana.
Em primeiro plano, convém ressaltar que na Constituição Federal, art. 6, afirma ser dever do Estado assegurar o direito a moradia e dignidade humana a todos os cidadãos brasileiros. Ademais, art. 227, sendo também dever do Estado para com a população, de colocá-la a salvo de qualquer forma de negligência e opressão. Entretanto, contrariando a legislação vigente, dados do G1 São Paulo revelam que o número da população de rua aumentou 53% em 4 anos, assim como, a violência contra eles. Logo, o Estado mostra-se falho e negligente diante deste triste cenário.
A falta de empatia é debatida pelo filósofo polonês Zigmunt Bauman, que explica em sua teoria "Modernidade Líquida" como a sociedade atual encontra-se egoísta, de forma que, os valores coletivos são invertidos por valores individuais. Dessa forma, observa-se que a sociedade age de forma indiferente aos desabrigados, contribuindo negativamente com a falta de empatia eminente.
Portanto, medidas estratégicas são necessárias para alterar este cenário. Para que isso ocorra, o Governo juntamente ao Ministério da Saúde, deve promover a reabilitação destas pessoas necessitadas - que por muitas vezes, têm vícios em drogas e/ou álcool, além dos transtornos mentais recorrentes - através da criação de programas de assistência social, a fim de encontrar as famílias responsáveis e ajudá-los a ter a dignidade garantida em lei. A mídia, por sua vez, a fim de gerar empatia da sociedades, através das redes sociais e TV aberta, deve promover campanhas conscientizadoras à respeito da realidade e dos fatores que levam as pessoas buscarem refúgio nas ruas. Assim, os índices de pessoas em situação de rua diminuirão, a assistência e direitos assegurados na prática, vão garantir a qualidade de vida e dignidade para aqueles oprimidos em sociedade.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Macana pvictor20 Por favor, se puder dar uma […]

DavidBRBut , você poderia corrigir minha r[…]

__Machado de Assis, escritor e poeta brasileiro, r[…]

Eu publiquei a minha redação mas n&a[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM