• Avatar do usuário
#65275
Debate-se, muito correntemente que grande parte da população feminina são alvos de violência praticadas pelo agressor , no decorrer dos tempos inúmeros boletins de ocorrência foram registrados na delegacia. É de grande relevância incluir fatores aos quais muitas mulheres não fazem suas denúncias , tais como o parceiro pressioná-las fazendo ameças , sentir um certo receio de ir sozinha procurar ajuda e infelizmente muitas acabam morrendo vítimas deste cenário.
Todavia, milhares delas já presenciaram algum tipo de violência, principalmente a física , o agressor que a prática não percebe o erro que está cometendo e sim coloca em mente que a mulher deve ser submissa a ele, caso contrário ela sofrerá com as consequências , sendo ameaçada de morte e fazendo com que não procure um centro de atendimento , impedindo de realizar tais atitudes para o bem dela. Outra questão, é a dificuldade de ir até a delegacia ou até mesmo fazer uma ligação para registrar uma queixa sobre o que está acontecendo, o apoio de alguma pessoa para acompanhá-la até o local é de muito importância, pois há uma insegurança por conta da grande pressão psicológica que o parceiro vai impondo.
De acordo com Dados Estatísticos, sete de cada dez vítimas que telefonaram para o Ligue 180 relataram ter sido agredidas pelos companheiros, é um número relativamente alto que precisa-se monitorar , no entanto, é um problema que deve ser questionado em sociedade, pois muitas podem apresentar que está tudo bem dentro do âmbito familiar, mas na realidade sofrem caladas.
Portanto, sugerir que o Governo juntamente com o Ministério da Saúde e da Educação imponha leis rígidas contra qualquer notificação que as envolvam e aumentar os anos de prisões para quem o realiza, implantar alguns projetos em escolas , por meio de palestras e divulgações em rádios e televisão para conscientizar os jovens que são o futuro do Brasil. E na área da saúde oferecer todos o suporte necessário, uma ajuda psicólógica para aquelas que sofreram com diversas agressões, a fim de que haja uma diminuição no número de ocorridos de violência contra a mulher.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

JoaoPedro72 , qual dica você me daria para[…]

Sua redação ficou muito boa, mas pec[…]

Seu texto ficou muito bom, mas busque entender sob[…]

1-poucos erros gramaticais, você escreve b[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM