• Avatar do usuário
#63204
A falta de educação financeira no Brasil é um problema que há muito tempo deve ser resolvido, e que interfere diariamente no desenvolvimento da autonomia dos brasileiros. De acordo com uma pesquisa desenvolvida pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), em uma escola com educação financeira em sua grade currícular, 100% dos alunos apresentaram mudança comportamental em relação ao uso de dinheiro e, além disso, passaram a ensinar os próprios familiares que nunca tiveram contato com o assunto na vida. Nesse âmbito, é necessário que a educação financeira esteja presente nas escolas para ajudar no desenvolvimento da autonomia do povo brasileiro.

Quando o assunto é dinheiro, muitos pais não se sentem à vontade para discutir com os filhos sobre a melhor forma para investir ou gastar. Esse fato fica evidente em dizeres populares como "dinheiro é a raiz de todo mal" e "só fica rico quem faz coisa errada". Com essa esteriotipificação do dinheiro, cada vez menos ele é discutido e consequentemente, cada vez mais brasileiros sentem dificuldades para administrá-lo, ocasionando em uma população com diversos problemas monetários.

Em outras palavras, muitos pais ainda insistem em agir como os pais da princesa Aurora, no contó infantil da "Bela Adormecida", que ao perceberem que rocas de fiar apresentavam un perigo à vida da menina devido a uma maldição, optaram por sumir com todas as rocas do reino. Provavelmente, se tivessem apresentado à Aurora desde cedo todas as rocas de fiar existentes, esclarecendo o perigo que o objeto representava, a menina não acabaria espetando o dedo e caindo em um sono profundo.

Portanto, medidas são necessárias para que a educação financeira atinja o povo brasileiro. Cabe ao Ministério da Educação, com a ajuda das escolas, diretores e professores, traçar planos para a integração da educação financeira na grade currícular dos alunos, e por meio das mídias sociais, divulgar os benefícios de saber lidar com o próprio dinheiro, visando atingir os estudantes desmotivados e incentivá-los a seguir no caminho certo. Também é de grande importância que os pais apóiem esse aprendizado. Dessa forma, será possível amplificar o desenvolvimento da autonomia do povo brasileiro, e teremos um país com menos desigualdades.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Ashiley , OI! Muitíssimo obrigada por ter […]

No Brasil apesar da constituição de […]

Tema: O aumento do número de profissionais […]

Um dos alicerces iluministas da revoluç&ati[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM