• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#92304
No filme "que horas ela volta? ", É retratada a realidade de uma empregada doméstica de origem nordestina e sua filha. Elas se mudaram para São Paulo e São constantemente zombado pelos patrões pelo seu modo de falar. Analogamente, fora da ficção, observa-se que, tal como as personagens principais, hoje muitos brasileiros, também sofrem com preconceito linguístico.
Em primeiro lugar, em relevante destacar aqui "na língua portuguesa existe a norma culta que é aplicada em redação de vestibulares, por exemplo". Mas nem todo mundo tem acesso a essa Norma e, automaticamente, é privado de estar em algumas estâncias como a universidade.
Além disso, o preconceito linguístico, segundo o professor, linguista e filólogo Marcos Bagno é, todo juízo de valor negativo de reprovação, de repulsa ou mesmo de desrespeito) as variedades linguísticas de menor prestígio social. Sabendo-se que, o preconceito existe quando alguém diz "a gente vamos " e é visto como menos inteligente, fazendo a crítica baseada exclusivamente no campo acadêmico.
Portanto, é necessário que o estado, em conjunto com o ministério da educação, oferece educação para todos, de forma que as pessoas conheçam bem a língua formal, tanto escrita, quanto falada.
Ademais, o governo deveria concientizar a população, efetivando leis mais precisas ou exigindo que o ministério da educação exponha essa situação do preconceito linguístico com palestras conscientizadoras incentivando o respeito sobre as ricas e valorosos as variações linguísticas nas escolas do país.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio insuficiente da modalidade escrita formal da língua portuguesa, com muitos desvios gramaticais, de escolha de registro e de convenções da escrita. Seu texto apresenta estrutura sintática com certa organização, porém com muitos desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual, que comprometem a compreensão das ideias.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 40

Você atingiu aproximadamente 20% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante apresenta o assunto tangenciando o tema, ou demonstra domínio precário do texto dissertativo-argumentativo, com traços constantes de outros tipos textuais. Com essa pontuação, ou o texto tangencia a temática proposta, isto é, o assunto é mencionado por meio de palavras ou expressões, mas não é desenvolvido, ou se identificam muitas inadequações, com fragmentos de outros tipos textuais que não se configuram como argumentos, sinalizando desconhecimento da estrutura do texto dissertativo-argumentativo.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 40

Você atingiu aproximadamente 20% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. O texto não defende ponto de vista a respeito do tema proposto e/ou apresenta informações, fatos e opiniões pouco relacionados ao tema, superficiais ou incoerentes.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante apresenta repertório limitado de recursos coesivos e articula as partes do texto de forma insuficiente, com muitas inadequações, o que compromete a organização das ideias.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora, de forma insuficiente, proposta de intervenção relacionada ao tema, sem clareza, ou não articulada com a discussão desenvolvida no texto.

0
#0
Olá @Julia16

Erros
Acertos e correções
Comentários
Marca texto


No filme "que horas ela volta? ",(Repertório ok) É retratada a realidade de uma empregada doméstica de origem nordestina e sua filha.(não faça dois períodos de uma mesma citação) Elas se mudaram para São Paulo eSão(são, sem letra maiúscula) constantemente zombadas pelos patrões e pelo seu modo de falar (ok, seria interessante dizer o nome dos personagens isso mostra que você realmente viu o filme). Analogamente, fora da ficção, observa-se que, tal como as personagens principais, hoje, muitos brasileiros,(virgula não necessária aqui) também sofrem com preconceito linguístico.
(sua introdução está boa, porém, depois da citação parece que o texto virou uma opinião pessoal, você também não disse quais serias as problematicas ou então deixou em aberto para falar nos 2 desenvolvimentos)

Em primeiro lugar(Conectivo ok), em(é) relevante destacar aqui(que) "na língua portuguesa existe a norma culta que é aplicada em redação de vestibulares, por exemplo"(Quem é o autor dessa fala? isso não pode ser considerado como repertório pois você não disse que falou isso). Mas nem todo mundo tem acesso a essa Norma e, automaticamente, é privado de estar em algumas estâncias como a universidade.
(seu primeiro desenvolvimento não traz uma problemática, e toda sua fala parece novamente um ponto de vista, você precisa dizer qual é o problema que vai ser falado já no inicio do parágrafo, trazer um repertório sócio cultural: livro, filme, filósofo etc, e argumentar do porque esse problema ainda existe, quais as consequências que ele traz, quem é afeta e etc.)

Além disso(conectivo ok), o preconceito linguístico, segundo o professor, linguista e filólogo Marcos Bagno(repertório ok) é, todo juízo de valor negativo de reprovação, de repulsa ou mesmo de desrespeito) as variedades linguísticas de menor prestígio social. Sabendo-se(sabe-se) que, o preconceito existe quando alguém diz "a gente vamos "(Sua frase está bem estranha, deu a entender que uma pessoa falar "a gente vamos" é uma forma de preconceito linguístico sendo que na verdade é uma variação muito utilizado por pessoas com pouco nível de ensino) e é visto como menos inteligente, fazendo a crítica baseada exclusivamente no campo acadêmico.
(Seu segundo desenvolvimento consegue trazer um repertório porém continua trazendo uma opinião sua e não fala qual a problemática que vai ser discutida)

Portanto(conectivo ok), é necessário que o eEstado(Cuidado, estado com e minusculo remete a estado físico ou emocional, já com "E" maiúsculo remete ao Governo), em conjunto com o mMinistério da eEducação(Agente), oferece (ofereça) educação para todos, de forma que as pessoas conheçam bem a língua formal, tanto escrita, quanto falada(Ação)(Só um porém aqui, o Ministério da Educação já faz isso pois existe escolas públicas em todo o país, o verdadeiro problema é a qualidade desse ensino, eu considerei sua fala como ação mas o corretor pode não considerar no dia da prova).
(conectivo desnecessário pois ainda estamos na proposta de intervenção portanto é apenas um parágrafo)Ademais, o governo(É um agente mas qual Governo? Federal, Estadual, Municipal?? Deixe explicito na sua fala) deveria concientizar(conscientiza) a população, efetivando leis mais precisas ou exigindo que o ministério da educação(Órgãos públicos devem ser escritos com letras maiúsculas, no caso ficaria: Ministério da Educação) exponha essa situação do preconceito linguístico com palestras conscientizadoras(Ação) incentivando o respeito sobre as ricas e valorosos as variações linguísticas nas escolas do país(Detalhamento).
(Você conseguiu 3 dos 5 elementos necessários para a proposta de intervenção, mas o fato de estar dividido em dois parágrafos reduziu sua nota)

Prós da redação:
Você traz bons conectivos para o inicio dos parágrafos, apresenta repertórios sócio culturais mesmo que tenha faltado no primeiro desenvolvimento, traz um vocabulário levemente rebuscado em alguns trechos da redação.

Contras da redação:
Toda a sua redação segue mais um modelo de opinião do que uma dissertação argumentativa, você traz alguns erros de escrita para o texto, sua proposta de intervenção está dividida em dois parágrafos oque é totalmente desnecessário, você não fala quais são as problemáticas no começo dos desenvolvimentos, sua argumentação está muito rasa fazendo parecer que você estava com pressa quando escreveu.

Comentários gerais:
Desenvolva sua argumentação, leia redações nota 1000, ajuda muito, se quiser e eu recomendo porque me ajuda muito pois me tirou de 600 para 940, utilize um modelo pronto de redação, assim, você vai poder focar na sua fala enquanto toda a estrutura do texto já está pronta, quando terminar sua redação leia ela e veja se tem algum erro de escrita, ao mostrar a fala de algum filósofo coloque aspas na fala, na proposta de intervenção coloque os 5 elementos (Quem, oque, como, para que e detalhamento) ou (Agente, meio, modo, finalidade, detalhamento) ambos são a mesma coisa só que como outro nome, você pode detalhar qualquer um dos quatro elementos anteriores, eu gosto de detalhar o agente/quem porque é mais fácil mas pode ser de qualquer um, não divida seu parágrafo em dois isso tira ponto na organização do texto, nos desenvolvimentos diga qual vai ser a problemática que vai ser discutida já no inicio do parágrafo ex: "Em primeiro plano, é fundamental apontar o desemprego como impulsionador do problema no Brasil". Tente trazer um repertório para os dois desenvolvimentos e trabalhe sua argumentação em cima deles. Espero que eu tenha te ajudado de alguma forma,fico no aguardo para a próxima correção, Boa Sorte :D

Competência 1: 80 pontos
Competência 2: 40 pontos
Competência 3: 40 pontos
Competência 4: 80 pontos
Competência 5: 80 pontos

Nota final: 320 pontos
1
#92342
Olá @Julia16

Erros
Acertos e correções
Comentários
Marca texto


No filme "que horas ela volta? ",(Repertório ok) É retratada a realidade de uma empregada doméstica de origem nordestina e sua filha.(não faça dois períodos de uma mesma citação) Elas se mudaram para São Paulo eSão(são, sem letra maiúscula) constantemente zombadas pelos patrões e pelo seu modo de falar (ok, seria interessante dizer o nome dos personagens isso mostra que você realmente viu o filme). Analogamente, fora da ficção, observa-se que, tal como as personagens principais, hoje, muitos brasileiros,(virgula não necessária aqui) também sofrem com preconceito linguístico.
(sua introdução está boa, porém, depois da citação parece que o texto virou uma opinião pessoal, você também não disse quais serias as problematicas ou então deixou em aberto para falar nos 2 desenvolvimentos)

Em primeiro lugar(Conectivo ok), em(é) relevante destacar aqui(que) "na língua portuguesa existe a norma culta que é aplicada em redação de vestibulares, por exemplo"(Quem é o autor dessa fala? isso não pode ser considerado como repertório pois você não disse que falou isso). Mas nem todo mundo tem acesso a essa Norma e, automaticamente, é privado de estar em algumas estâncias como a universidade.
(seu primeiro desenvolvimento não traz uma problemática, e toda sua fala parece novamente um ponto de vista, você precisa dizer qual é o problema que vai ser falado já no inicio do parágrafo, trazer um repertório sócio cultural: livro, filme, filósofo etc, e argumentar do porque esse problema ainda existe, quais as consequências que ele traz, quem é afeta e etc.)

Além disso(conectivo ok), o preconceito linguístico, segundo o professor, linguista e filólogo Marcos Bagno(repertório ok) é, todo juízo de valor negativo de reprovação, de repulsa ou mesmo de desrespeito) as variedades linguísticas de menor prestígio social. Sabendo-se(sabe-se) que, o preconceito existe quando alguém diz "a gente vamos "(Sua frase está bem estranha, deu a entender que uma pessoa falar "a gente vamos" é uma forma de preconceito linguístico sendo que na verdade é uma variação muito utilizado por pessoas com pouco nível de ensino) e é visto como menos inteligente, fazendo a crítica baseada exclusivamente no campo acadêmico.
(Seu segundo desenvolvimento consegue trazer um repertório porém continua trazendo uma opinião sua e não fala qual a problemática que vai ser discutida)

Portanto(conectivo ok), é necessário que o eEstado(Cuidado, estado com e minusculo remete a estado físico ou emocional, já com "E" maiúsculo remete ao Governo), em conjunto com o mMinistério da eEducação(Agente), oferece (ofereça) educação para todos, de forma que as pessoas conheçam bem a língua formal, tanto escrita, quanto falada(Ação)(Só um porém aqui, o Ministério da Educação já faz isso pois existe escolas públicas em todo o país, o verdadeiro problema é a qualidade desse ensino, eu considerei sua fala como ação mas o corretor pode não considerar no dia da prova).
(conectivo desnecessário pois ainda estamos na proposta de intervenção portanto é apenas um parágrafo)Ademais, o governo(É um agente mas qual Governo? Federal, Estadual, Municipal?? Deixe explicito na sua fala) deveria concientizar(conscientiza) a população, efetivando leis mais precisas ou exigindo que o ministério da educação(Órgãos públicos devem ser escritos com letras maiúsculas, no caso ficaria: Ministério da Educação) exponha essa situação do preconceito linguístico com palestras conscientizadoras(Ação) incentivando o respeito sobre as ricas e valorosos as variações linguísticas nas escolas do país(Detalhamento).
(Você conseguiu 3 dos 5 elementos necessários para a proposta de intervenção, mas o fato de estar dividido em dois parágrafos reduziu sua nota)

Prós da redação:
Você traz bons conectivos para o inicio dos parágrafos, apresenta repertórios sócio culturais mesmo que tenha faltado no primeiro desenvolvimento, traz um vocabulário levemente rebuscado em alguns trechos da redação.

Contras da redação:
Toda a sua redação segue mais um modelo de opinião do que uma dissertação argumentativa, você traz alguns erros de escrita para o texto, sua proposta de intervenção está dividida em dois parágrafos oque é totalmente desnecessário, você não fala quais são as problemáticas no começo dos desenvolvimentos, sua argumentação está muito rasa fazendo parecer que você estava com pressa quando escreveu.

Comentários gerais:
Desenvolva sua argumentação, leia redações nota 1000, ajuda muito, se quiser e eu recomendo porque me ajuda muito pois me tirou de 600 para 940, utilize um modelo pronto de redação, assim, você vai poder focar na sua fala enquanto toda a estrutura do texto já está pronta, quando terminar sua redação leia ela e veja se tem algum erro de escrita, ao mostrar a fala de algum filósofo coloque aspas na fala, na proposta de intervenção coloque os 5 elementos (Quem, oque, como, para que e detalhamento) ou (Agente, meio, modo, finalidade, detalhamento) ambos são a mesma coisa só que como outro nome, você pode detalhar qualquer um dos quatro elementos anteriores, eu gosto de detalhar o agente/quem porque é mais fácil mas pode ser de qualquer um, não divida seu parágrafo em dois isso tira ponto na organização do texto, nos desenvolvimentos diga qual vai ser a problemática que vai ser discutida já no inicio do parágrafo ex: "Em primeiro plano, é fundamental apontar o desemprego como impulsionador do problema no Brasil". Tente trazer um repertório para os dois desenvolvimentos e trabalhe sua argumentação em cima deles. Espero que eu tenha te ajudado de alguma forma,fico no aguardo para a próxima correção, Boa Sorte :D

Competência 1: 80 pontos
Competência 2: 40 pontos
Competência 3: 40 pontos
Competência 4: 80 pontos
Competência 5: 80 pontos

Nota final: 320 pontos
1
#92401
Guimo3XD escreveu:Olá @Julia16

Erros
Acertos e correções
Comentários
Marca texto


No filme "que horas ela volta? ",(Repertório ok) É retratada a realidade de uma empregada doméstica de origem nordestina e sua filha.(não faça dois períodos de uma mesma citação) Elas se mudaram para São Paulo eSão(são, sem letra maiúscula) constantemente zombadas pelos patrões e pelo seu modo de falar (ok, seria interessante dizer o nome dos personagens isso mostra que você realmente viu o filme). Analogamente, fora da ficção, observa-se que, tal como as personagens principais, hoje, muitos brasileiros,(virgula não necessária aqui) também sofrem com preconceito linguístico.
(sua introdução está boa, porém, depois da citação parece que o texto virou uma opinião pessoal, você também não disse quais serias as problematicas ou então deixou em aberto para falar nos 2 desenvolvimentos)

Em primeiro lugar(Conectivo ok), em(é) relevante destacar aqui(que) "na língua portuguesa existe a norma culta que é aplicada em redação de vestibulares, por exemplo"(Quem é o autor dessa fala? isso não pode ser considerado como repertório pois você não disse que falou isso). Mas nem todo mundo tem acesso a essa Norma e, automaticamente, é privado de estar em algumas estâncias como a universidade.
(seu primeiro desenvolvimento não traz uma problemática, e toda sua fala parece novamente um ponto de vista, você precisa dizer qual é o problema que vai ser falado já no inicio do parágrafo, trazer um repertório sócio cultural: livro, filme, filósofo etc, e argumentar do porque esse problema ainda existe, quais as consequências que ele traz, quem é afeta e etc.)

Além disso(conectivo ok), o preconceito linguístico, segundo o professor, linguista e filólogo Marcos Bagno(repertório ok) é, todo juízo de valor negativo de reprovação, de repulsa ou mesmo de desrespeito) as variedades linguísticas de menor prestígio social. Sabendo-se(sabe-se) que, o preconceito existe quando alguém diz "a gente vamos "(Sua frase está bem estranha, deu a entender que uma pessoa falar "a gente vamos" é uma forma de preconceito linguístico sendo que na verdade é uma variação muito utilizado por pessoas com pouco nível de ensino) e é visto como menos inteligente, fazendo a crítica baseada exclusivamente no campo acadêmico.
(Seu segundo desenvolvimento consegue trazer um repertório porém continua trazendo uma opinião sua e não fala qual a problemática que vai ser discutida)

Portanto(conectivo ok), é necessário que o eEstado(Cuidado, estado com e minusculo remete a estado físico ou emocional, já com "E" maiúsculo remete ao Governo), em conjunto com o mMinistério da eEducação(Agente), oferece (ofereça) educação para todos, de forma que as pessoas conheçam bem a língua formal, tanto escrita, quanto falada(Ação)(Só um porém aqui, o Ministério da Educação já faz isso pois existe escolas públicas em todo o país, o verdadeiro problema é a qualidade desse ensino, eu considerei sua fala como ação mas o corretor pode não considerar no dia da prova).
(conectivo desnecessário pois ainda estamos na proposta de intervenção portanto é apenas um parágrafo)Ademais, o governo(É um agente mas qual Governo? Federal, Estadual, Municipal?? Deixe explicito na sua fala) deveria concientizar(conscientiza) a população, efetivando leis mais precisas ou exigindo que o ministério da educação(Órgãos públicos devem ser escritos com letras maiúsculas, no caso ficaria: Ministério da Educação) exponha essa situação do preconceito linguístico com palestras conscientizadoras(Ação) incentivando o respeito sobre as ricas e valorosos as variações linguísticas nas escolas do país(Detalhamento).
(Você conseguiu 3 dos 5 elementos necessários para a proposta de intervenção, mas o fato de estar dividido em dois parágrafos reduziu sua nota)

Prós da redação:
Você traz bons conectivos para o inicio dos parágrafos, apresenta repertórios sócio culturais mesmo que tenha faltado no primeiro desenvolvimento, traz um vocabulário levemente rebuscado em alguns trechos da redação.

Contras da redação:
Toda a sua redação segue mais um modelo de opinião do que uma dissertação argumentativa, você traz alguns erros de escrita para o texto, sua proposta de intervenção está dividida em dois parágrafos oque é totalmente desnecessário, você não fala quais são as problemáticas no começo dos desenvolvimentos, sua argumentação está muito rasa fazendo parecer que você estava com pressa quando escreveu.

Comentários gerais:
Desenvolva sua argumentação, leia redações nota 1000, ajuda muito, se quiser e eu recomendo porque me ajuda muito pois me tirou de 600 para 940, utilize um modelo pronto de redação, assim, você vai poder focar na sua fala enquanto toda a estrutura do texto já está pronta, quando terminar sua redação leia ela e veja se tem algum erro de escrita, ao mostrar a fala de algum filósofo coloque aspas na fala, na proposta de intervenção coloque os 5 elementos (Quem, oque, como, para que e detalhamento) ou (Agente, meio, modo, finalidade, detalhamento) ambos são a mesma coisa só que como outro nome, você pode detalhar qualquer um dos quatro elementos anteriores, eu gosto de detalhar o agente/quem porque é mais fácil mas pode ser de qualquer um, não divida seu parágrafo em dois isso tira ponto na organização do texto, nos desenvolvimentos diga qual vai ser a problemática que vai ser discutida já no inicio do parágrafo ex: "Em primeiro plano, é fundamental apontar o desemprego como impulsionador do problema no Brasil". Tente trazer um repertório para os dois desenvolvimentos e trabalhe sua argumentação em cima deles. Espero que eu tenha te ajudado de alguma forma,fico no aguardo para a próxima correção, Boa Sorte :D

Competência 1: 80 pontos
Competência 2: 40 pontos
Competência 3: 40 pontos
Competência 4: 80 pontos
Competência 5: 80 pontos

Nota final: 320 pontos




Olá @Guimo3XD muito obrigada pela sua correção, você está me ajudando muito com elas❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️
1
#92485
O Artigo 5° ,da Constituição Federal Brasileira de 1988 ,assegura que "todos são iguais perante a lei ,sem distinção de qualquer natureza ,garantindo se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País ,a inviolabilidade do direito á vida ,á liberdade , á igualdade ,á segurança e á propriedade ".
Aqui no Brasil ,a norma culta é usada por pessoas que têm um grau alto de escolaridade e, consequentemente uma boa estabilidade financeira .Logo visto que o preconceito linguístico é uma realidade ,a parcela da população que não segue esse padrão de idioma é excluída de uma série de espaços públicos .
Os indivíduos que sofrem discriminação linguística tendem a desenvolver problemas de sociabilidade e,até mesmo , problemas psicológicos ,afetando o seu dia a dia .
Portando ,as escolas deveriam fazer uma abordagem mais aprofundadas sobre esse tema , além de ensinar ,nas aulas de português todas as variantes existentes na língua.A mídia deveria de estereotipar os personagens de acordo com a sua maneira de falar e poderia investir em campanha sobre isso .
0
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
15 Exibições
por Eduardasilaa
0 Respostas 
25 Exibições
por AmandaRamos
0 Respostas 
23 Exibições
por Elly6
0 Respostas 
21 Exibições
por Elly6
6 Respostas 
451 Exibições
por caos
0 Respostas 
105 Exibições
por MCC0902
1 Respostas 
70 Exibições
por Anax03
3 Respostas 
261 Exibições
por KarllaViit
0 Respostas 
95 Exibições
por camillys
0 Respostas 
359 Exibições
por rfldlc

Katsmoking Oi! Pode corrigir,por favor?

A cultura do cancelamento

lar1swz

A constituição federal de 1988, docu[…]

De acordo com o artigo 196 da Constituiç&at[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM