Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#60315
O regime escravocrata no Brasil instalado durante a colonização condicionou os africanos a uma situação de constante tortura, naturalizando a violência com esse povo e, mesmo com a libertação, muitos escravos não tiveram acesso aos seus direitos mais básicos, sendo excluídos socialmente. A história brasileira, infelizmente, permitiu com que atos contra os negros e falta de exclusão social perdurassem ainda no século XXI.
Nesse sentido, as pessoas negras são aquelas que mais sofrem com os homicídios ou agressões físicas. Na tentativa de apontar causas para esse fato, a Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado organizou uma audiência na qual foi apontado o racismo como a causa primordial no aumento de atos violentos contra negros, esse resultado é expllicado com o passado histórico brasileiro, no qual os escravos eram constatemente agredidos por seus senhores devido o pensamento de inferioridade. Ou seja, os altos índices de homicídios na população negra estão profundamente relacionados ao passado histórico do Brasil, no qual agressões e punições contra esses indivíduos eram bastante comuns.
Outrossim, o estigma ao redor dos indivíduos negros dificulta a sua inclusão social. Apesar de a escravidão ter sido proibida com a Lei Áurea de 1888, não foram concedidos aos ex-escravos o acesso ao mercado de trabalho, educação de qualidade, moradias ou serviços de saúde, muitos não foram considerados cidadãos e se aglomeraram em periferias, sendo marginalizados pela sociedade. Esse acontecimento impossibilitou a maior participação dos negros na sociedade, muitos ainda são desprovidos o acesso aos serviços básicos, acentuando assim a desigualdade social que ainda se manifesta fortemente.
Portanto, para evitar com que os afrodescendentes sofram com atos de agressividade ou com a exclusão, a criação de leis pelo Congresso Nacional torna-se bastante importante para evitar que os direitos humanos dos negros sejam infringidos, e através da ajuda do Ministério da Justiça e Segurança Pública, que garante que a legislação seja cumprida, isso será possível. Além disso, a criação de campanhas de conscientização que causem reflexões sobre a condição do negro pelo Governo é imprescindível para reduzir os índices de desigualdades nesse grupo, assim como a ajuda de instituições do segundo setor para viabilizar essa medida. Desse modo, a história do Brasil que teve como alicerce a escravidão não afetará as pessoas negras que vivem no século XXI.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A pandemia de negacionismo no mundo

Sob a perspectiva histórica, é fato[…]

Em uma sociedade onde ler se tornou tedioso, utili[…]

• O Aumento dá violência contra […]

Akirakun18 , Andree Desculpa te incomodar,mas […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM