Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#49211
A eleição presidencial de 1988 ficou marcada pelo fervoroso embate entre os candidato Brizola e Maluf. As ofenças herdadas do período ditatorial permaneceram ao longo de todo os encontros e chegaram à boca do povo. Mais de 20 anos depois, nada foi diferente: os debates presidenciais mostraram o quanto as palavras podem definir posições, e, desta vez, não chegaram só à boca do povo, mas também aos dedos, às redes sociais. Diante da falta de respeito em qualquer assunto e loção, é válido refletir: quais os limites da liberdade de expressão no mundo de hoje?
Em primeiro lugar, para entender esse problema, é necessário analisar suas causas. Resultado de uma sociedade que dá espaço para a manifestação dos anônimos, o que pensa tem sido refletido na fala sem qualquer edição, ou seja, o "pensar duas vezes antes de falar" já não faz mais sentido. A internet e as redes sociais têm alimentado o debate anônimo e, consequentemente, a manifestação de ideias sem enxergar o respeito ao próximo chegou aos debates.
A campanha do adesivos, dos debates em universidades, das manifestações e os atentados a jornais considerados desrespeitosos e, com eles, uma chuva de mais opiniões e posições ofensivas provaram que o respeito ao próximo já não é mais limite para a liberdade de expressão. Em um cenário de perda do respeito, é impossível Não perceber que a liberdade de opinião, nos dias de hoje se tornou uma arma.
Contudo, diante de uma sociedade que atira no outro sem pensar nos efeitos desse tiro, é importante planejar soluções que busquem não desarmar o que seria censura, ferindo os direito a de expressão, mas educar, de formar que cada palavra seja consciente e busque em debate produtivo. Além disso, a mídia e o poder político, juntos, podem trabalhar a temática e suas consequências em novelas, programas de TV e campanhas publicitárias. Assim poderemos, finalmente, educar sem precisar desarmar e evitar que debates como os de 1988 e 2014 se repitam no Brasil e no mundo.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Evasão Escolar

Os avanços tecnológicos e sociais pe[…]

Queria pedir desculpas pela demora, mas é q[…]

jherodrigues Ashiley XxDamastco poderiam cor[…]

O papel da mulher no futebol

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM