Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#46879
Segundo uma pesquisa feita pelo Instituto de Saúde Pública do Reino Unido, 90% dos usuários das redes sociais tem entre 14 e 24 anos de idade. E com esse uso tão regular das redes sociais pela população mais jovem, se tem discutido muito sobre o impacto que o uso constante dessas redes pode causar nesse grupo de menor faixa etária. De tal forma que esse impacto acaba constantemente se sobressaindo negativamente, prejudicando a autoestima e a saúde mental de muitos jovens por meio de uma sensação de concorrência e busca por aprovação constante no meio social da internet.

Em primeira instância, é evidente que as redes sociais, compostas em sua maioria por compartilhamentos de fotos e vídeos dos seus usuários, constroem uma ideia muitas vezes ilusória sobre a realidade através dos seus conteúdos. Pelos quais colocam em foco usuários que tem uma beleza padronizada, com uma ostentação em suas publicações e viagens luxuosas, sendo uma vida distante da realidade da maioria dos jovens que consomem esse tipo de conteúdo. Eventualmente fazendo com que essas crianças e adolescentes se sintam cada vez mais frustrados com a sua imagem e sua própria realidade, afetando diretamente sua autoestima. Bem como é evidenciado na pesquisa da RSPH, que apontou a influência negativa do uso constante das redes sociais na vida dos jovens, com 70% deles apontando efeitos negativos após o compartilhamento regular de fotos na rede social Instagram.

Nesse ínterim, outro bom exemplo sobre como o uso excessivo das redes sociais influenciam negativamente na vida das pessoas mais jovens, está no estudo do Journal of Social and Clinical Psychology, que como resultado mostrou que quando os jovens usam as redes sociais por menos tempo há reduções significativas nos seus níveis de depressão e sentimento de solidão. Pois fica claro que, o sentimento constante de insuficiência, exposição exagerada na internet e início ou intensificação de transtornos mentais como a depressão e ansiedade, são algumas das consequências do consumo excessivo das redes sociais. Acima de tudo, consequências essas intensificadas por ferramentas dessas próprias redes que criam disputas e busca por aprovação por meio de seguidores, afetando em massa jovens que estão começando a se inserir mais profundamente em um meio social.

Em suma, uma forma eficaz que pode ajudar crianças e adolescentes a superarem e evitarem ser afetados pela influência negativa das redes sociais, está justamente na diminuição do consumo dessas redes. E isso pode ser feito através de iniciativas do governo e de influenciadores sociais da internet, que por meio de campanhas em escolas, propagandas e vídeos nas próprias redes sociais, podem alertar sobre as consequências do consumo do conteúdo de forma descontrolada nesses meios de mídia. Com a finalidade de preservar a saúde mental dessa juventude, para que ela não esteja cada vez mais consumida por uma busca incessante por “likes”.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#47794
Oi @Gabis Desculpa de verdade. Recebo muita notificação e umas acabam sendo atropeladas e eu não vejo foi mau.


Contextualização
Apresentação do tema
Tese
Tópico Frasal
Dados
Argumentação
Arrematação da Tese
Arrematação de tese na conclusão
Elementos da proposta de intervenção
Frase de efeito
Termos coesivos
Comentários

Segundo uma pesquisa feita pelo Instituto de Saúde Pública do Reino Unido, 90% dos usuários das redes sociais tem entre 14 e 24 anos de idade. E com esse uso tão regular das redes sociais pela população mais jovem, se tem discutido muito sobre o impacto que o uso constante dessas redes pode causar nesse grupo de menor faixa etária. De tal forma que esse impacto acaba constantemente se sobressaindo negativamente, prejudicando a autoestima e a saúde mental de muitos jovens por meio de uma sensação de concorrência e busca por aprovação constante no meio social da internet.( Boa! Contextualiza, apresenta o tema e a tese!!)


Em primeira instância, é evidente que as redes sociais, compostas em sua maioria por compartilhamentos de fotos e vídeos dos seus usuários, constroem uma ideia muitas vezes ilusória sobre a realidade através dos seus conteúdos. Pelos quais colocam em foco usuários que tem uma beleza padronizada, com uma ostentação em suas publicações e viagens luxuosas, sendo uma vida distante da realidade da maioria dos jovens que consomem esse tipo de conteúdo. Eventualmente fazendo com que essas crianças e adolescentes se sintam cada vez mais frustrados com a sua imagem e sua própria realidade, afetando diretamente sua autoestima. Bem como é evidenciado na pesquisa da RSPH, que apontou a influência negativa do uso constante das redes sociais na vida dos jovens, com 70% deles apontando efeitos negativos após o compartilhamento regular de fotos na rede social Instagram.( Nesse desenvolvimento sua argumentação está ótima. Só faltou arrematar a tese no final!)


Nesse ínterim, outro bom exemplo sobre como o uso excessivo das redes sociais influenciam negativamente na vida das pessoas mais jovens, está no estudo do Journal of Social and Clinical Psychology, que como resultado mostrou que quando os jovens usam as redes sociais por menos tempo há reduções significativas nos seus níveis de depressão e sentimento de solidão. Pois fica claro que, o sentimento constante de insuficiência, exposição exagerada na internet e início ou intensificação de transtornos mentais como a depressão e ansiedade, são algumas das consequências do consumo excessivo das redes sociais. Acima de tudo, consequências essas intensificadas por ferramentas dessas próprias redes que criam disputas e busca ( buscam)por aprovação por meio de seguidores, afetando em massa jovens que estão começando a se inserir mais profundamente em um meio social.( Bom desenvolvimento também, na parte da argumentação. Porém faltou o tópico frasal e a arrematação de tese!)

Em suma, uma forma eficaz que pode ajudar crianças e adolescentes a superarem e evitarem ser afetados pela influência negativa das redes sociais, está justamente na diminuição do consumo dessas redes. E isso pode ser feito através de iniciativas do governo ( Governo)e de influenciadores sociais da internet, ( Meio)que por meio de campanhas em escolas, propagandas e vídeos nas próprias redes sociais,( Detalhamento do meio) podem alertar sobre as consequências do consumo do conteúdo de forma descontrolada nesses meios de mídia. ( Ação)Com a finalidade de preservar a saúde mental dessa juventude, para que ela não esteja cada vez mais consumida por uma busca incessante por “likes”.( Finalidade)( Conclusão incompleta! Faltou o Agente da proposta!!)

Sua redação pe boa mas precisa de melhora. Estude argumentação, tópico frasal, arrematação de tese e proposta de intervenção.
No mais eh só!

Segundo dados da Denatran, o Brasil já poss[…]

A Constituição Federal de 1988, docu[…]

Na Constituição federal de 1988 no a[…]

A saúde mental, atualmente é um dos […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM