• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#69766
No Império Romano, difundir notícias falsas era findado nos alicerces da Roma. Por conseguinte, nos muros da antiga Roma eventualmente apreciam pinturas atacando possíveis candidatos. Ademais, um deles, por exemplo, dizia “o sindicato dos ladrões e das prostitutas” apoiando um candidato às eleições locais; boatos como os atuais nas redes sociais. No entanto, o cenário atual do corpo brasiliano rege a vivência na sociedade. Dessa forma, isso ocorre, sobretudo, pela liberdade de disseminação das notícias falsas nas mídias e a negligência estatal.


Em primeiro lugar, com o crescimento da vinculação da rede “internet”, o jornalismo vem passando por diversas transmutações. Visto que, as redes sociais são usadas como principal ferramenta de informação, sendo assim, a criação de notícias falsas pelos usuários promove abertura para a propagação deste revés; esse fato acaba abalando a credibilidade do mecanismo jornalístico. Segundo o sociólogo francês Pierre Bourdieu, o conceito de vigilância epistemológica estende-se ao rigor na pesquisa científica para que ela não seja dominada pelo consenso. Nesse sentido, para haver asseguração nas informações emitidas é necessário a secagem em sites de conferência.



Em segunda análise, é imprescindível dizer que a negligência do Estado e do setor privado perante a problemática similarmente contribui para seu agravamento. Segundo o pensador Thomas Hobbes, o Estado é responsável por garantir o bem-estar da população, entretanto, isso não ocorre no quadro atual brasileiro. Haja vista, devido à falta de atuação das autoridades para a punição dos indivíduos que corroboram as fake news. Além disso, cabe ressaltar a deterioração desse impasse aos cidadãos que não sabem a como reagir frente a esse problema, o que acaba ocasionado prejuízo no coletivo.

Em síntese, infere-se, portanto, que medidas são necessárias para combater os impactos das notícias falsas na sociedade brasileira. O Poder Executivo deve por meio das mídias — instrumento de ampla abrangência — informar a sociedade a respeito das agências — como a Agência Lupa, primeira Fact-checking do Brasil — e sites — como G1 um portal de notícias brasileiro mantido pelo grupo globo da central globo — para a conferência das notícias; de modo a informar e capacitar a população como deparar-se com este estorvo. Assim, os ideais inalcançáveis serão segregadores, e, finalmente, a cotação da disseminação de notícias falsas da Roma nos alicerces não representará mais os brasileiros.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#70785
No Império Romano, difundir notícias falsas era findado nos alicerces da Roma. Por conseguinte, nos muros da antiga Roma eventualmente apreciam pinturas atacando possíveis candidatos. Ademais, um deles < quem?], por exemplo, dizia “o sindicato dos ladrões e das prostitutas” apoiando um candidato às eleições locais; boatos como os atuais nas redes sociais. No entanto, o cenário atual do corpo brasiliano rege a vivência na sociedade. Dessa forma, isso ocorre, sobretudo, pela liberdade de disseminação das notícias falsas nas mídias e a negligência estatal.
* Precisa organizar melhor as ideias, cuidado com a pontuação e o excesso de conectivo

Em primeiro lugar, com o crescimento da vinculação da rede “internet”, o jornalismo vem passando por diversas transmutações. Visto que, as redes sociais são usadas como principal ferramenta de informação, sendo assim, a criação de notícias falsas pelos usuários promove abertura para a propagação deste revés; esse fato acaba abalando a credibilidade do mecanismo jornalístico. Segundo o sociólogo francês Pierre Bourdieu, o conceito de vigilância epistemológica estende-se ao rigor na pesquisa científica para que ela não seja dominada pelo consenso. Nesse sentido, para haver asseguração nas informações emitidas é necessário a secagem em sites de conferência.

[não repita termo, ficou muito parecido] Em segunda análise, é imprescindível dizer que a negligência do Estado e do setor privado perante a problemática similarmente contribui para seu agravamento. Segundo o pensador Thomas Hobbes, o Estado é responsável por garantir o bem-estar da população, entretanto, isso não ocorre no quadro atual brasileiro. [achei esse conectivo estranho aqui > Haja vista, devido à falta de atuação das autoridades para a punição dos indivíduos que corroboram as fake news. Além disso, cabe ressaltar a deterioração desse impasse aos cidadãos que não sabem a como reagir frente a esse problema, o que acaba ocasionado prejuízo no coletivo.

[coloque o conectivo na frente] Em síntese, infere-se, portanto, que medidas são necessárias para combater os impactos das notícias falsas na sociedade brasileira. [faltou conectivo] O Poder Executivo deve por meio das mídias — instrumento de ampla abrangência — informar a sociedade a respeito das agências — como a Agência Lupa, primeira Fact-checking do Brasil — e sites — como G1 um portal de notícias brasileiro mantido pelo grupo globo da central globo — para a conferência das notícias; de modo a informar e capacitar a população como deparar-se com este estorvo. Assim, os ideais inalcançáveis serão segregadores, e, finalmente, a cotação da disseminação de notícias falsas da Roma nos alicerces não representará mais os brasileiros.
* Cuidado com os excessos de vírgulas
#71640
Neris escreveu:@chihirukiki;@eurodrigo;@Felipe082; @wagner123.
Olá!
Vocês poderiam analisar o meu texto?
Se puderem, agradeço desde já! :))
Olá! Como você já recebeu uma ótima correção e estou bastante ocupada esses dias, deixo a minha para outra oportunidade. Perdão pela demora em te responder. :(
Abraços e bons estudos! 🦋🌷🌼

Sabemos que a meritocracia na sociedade brasileira[…]

Olá! Alguém poderia me auxiliar por[…]

Frequentemente, comenta-se muito a respeito da que[…]

Sabemos que a meritocracia na sociedade brasileira[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM