Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#58278
“Quando eles buscaram os judeus, eu fiquei em silêncio; eu não era um judeu. Quando eles me vieram buscar, já não havia ninguém que pudesse protestar”. Essa é a frase alemão Martin Niemoller, que evidência o resultado do descaso quanto a um problema social, onde num determinado momento a pessoa que desprezou, poderá sofrer no futuro. Logo, analisando as situações conflituosas nas quais algumas mulheres passam, em especial, nesse período de quarentena (cujo muitas vezes os relatos não são notificados ou até tratados com normalidade) é notório uma necessidade de movimentação que lute pelo bem estar delas e pela busca por melhora na empatia em relação aos que ignoram. Visto que a vítima da ação, poderá sofrer com certos efeitos colaterais, seja corpóreo ou psicológico.
Sobretudo, salienta-se a dificuldade da denúncia, uma vez que os meios que facilitam o processo, como o ambiente de trabalho, de amigos ou de outro familiar, se reduz devido à quarentena. Dessa forma, o medo de fazer a queixa se torna mais alto, considerando que o culpado estará no mesmo local (possibilitando a ameaça) e que os possíveis apoiadores da padecente estarão distantes. Por isso, fatores como violência contra a mulher (seja física ou verbal) e exploração doméstica (geralmente acarretado por uma manipulação, fazendo com que ela pense ser apenas seu dever cuidar da casa e dos filhos) não são muito notificados.
Assim, também há situações que não são tratadas de maneira vultosa e que desenvolvem argumentos do tipo “Se ela não denúncia, é porquê não quer”, “Isso não é problema meu” ou “Algo ela fez para merecer isso”. Determinados questionamentos desconsideram que o ato de ferir uma mulher, além de ser dado como errado, possui lei como se pode ver na de número 11.340 da nação brasileira. No entanto ainda ocorre e os resultados quanto a esse ato poderão ser variados, isto é: o feminicidio, danos morais, depressão, ansiedade, lesões que podem acarretar outros problemas e até o suicídio.
Em suma, é inquestionável que a informação é crucial nesse assunto, uma vez que na atual situação não se tem tanto conhecimento do que se passa em sua habitação. Logo algumas atuações nessas áreas poderão reduzir, como a ação da mídia, ONG’s por exemplo, a Marcha Mundial das Mulheres (MMM) ou de indivíduos próximos. Essas pessoas devem fazer uma maior divulgação quanto à solução, praticar o acolhimento e destacar um pedido de atenção ou seja, procurar saber se a pessoa está agindo de maneira diferente e se está surgindo machucados estranhos em seu corpo. Dessa forma, irá estimular a delação e dar confiança, fazendo com que haja o relato para a delegacia e a finalização dessa problemática em sua vida.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

NathaliaLima , olá, boa-noite! irei corrig[…]

Anninha , olá, boa-noite! irei corrigir su[…]

A vocação para o mercado de trabalho[…]

MoniqTorres , olá, boa-noite! posso corrig[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM