Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#47997
No final do século XX, jornais e revistas formavam a principal plataforma de comunicação científica em todo mundo. Entretanto, já no século seguinte, esses meios de comunicação perderam espaço, em consequência da chegada da internet. Que paralelamente, trouxe consigo, a facilidade de distorcer um fato ou informação, causador disto as famosas: 'Fake News'. Principalmente, no Brasil, com a falta de leis que a proíbam e o pouco conhecimento do público sobre política. Causando assim, um estrago no desenvolvimento de um pensamento mais crítico da população.

Em primeira análise, é importante ressaltar a falta de leis que proíbam a circulação das 'Fake News' no Brasil. Numa frase de Vicente Van Gogh diz -Grandes coisas não se fazem por impulso, mas pela junção de uma série de pequenas coisas-.  Desse modo, o problema não está envolvido somente em grandes notícias falsas, mas também em pequenas informações caluniosas. Continuando assim, a disseminação de falsas notícias, o que faz com que o povo brasileiro acredite cegamente, em figuras de autoridade, principalmente as políticas e religiosas.

Além disso, a falta de conhecimento básico sobre ciências sociais do cidadão brasileiro, auxilia na incapacidade de análise dessas informações fantasiosas. Nessa perspectiva, uma frase de Nelson Mandela se encaixa perfeitamente nesse contexto: 'A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo'. Uma vez que, a pessoa sem o conhecimento politico básico, vê uma noticia falsa, e espalha para familiares, influenciando indiretamente a criação de uma corrente de 'Fake News'. Auxiliando assim, o crescimento do conformismo com o pensamento crítico e de figuras de autoridade falsas.

Portanto, cabe ao governo brasileiro, a capacitação de seus cidadãos no reconhecimento de noticias falsas. Por intermédio do Ministério da Educação, que educará crianças desde a base escolar, a desenvolver o pensamento critico. A fim, de moldar um Brasil mais preparado e educado politicamente.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Por favor ,alguém poderia corrigir essa red[…]

Contextualização: A famosa obra &ldq[…]

emilydassis muito obrigada!!

XxDamastco emilydassis Podem pontuar pra m[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM