Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#47192
Em "O Auto da Barca do Inferno", Gil Vicente, o pai do teatro português, tece uma crítica ao comportamento vicioso do século XVI. Fora da ficção, o Brasil do século XXI demonstra as mesmas conotações no que se refere aos efeitos da cultura do cancelamento na sociedade contemporânea. Desse modo, em razão do individualismo e da má influência midiática, emerge um problema complexo, que precisa ser revertido.

Em primeiro plano, é preciso salientar que uma das causas do cancelamento é o individualismo. Segundo Zygmunt Bauman, "Vivemos em tempos líquidos. Nada foi feito para durar". Ou seja, a pós-modernidade é marcada pela vulnerabilidade de um mundo repleto de sinais confusos, propensos a mudar com rapidez e de forma imprevisível, fazendo a sociedade ser fortemente influenciada pelo individualismo tornando-se um empecilho para sua resolução.

Em segundo plano, outra causa é a má influência midiática. De acordo com Pierre Bourdieu, "Aquilo que foi criado para se tornar instrumento de democracia direta não deve ser convertida em mecanismo de opressão simbólica". Isso mostra que as mídias, em vez de debater o cancelamento na a internet para elevar o conhecimento da população fazem o contrário gerando uma falta de conhecimento dos efeitos e causas desta problemática. Dessa forma, é necessário debater esse tema para reverter essa situação.

Logo, medidas estratégicas são necessárias para alterar esse cenário. Portanto, é preciso intervir sobre o tema. Para isso, o Ministério da Educação, em parceria com as mídias devem desenvolver projetos, por meio de ações que revertam a má influência das mídias sobre a cultura do cancelamento, a fim de que mais pessoas compreendam essa questão. Tais ações devem ocorrer nas redes sociais. Outrossim, é necessário que as instituições de ensino alertem sobre as consequências do cancelamento.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#47221
Em "O Auto da Barca do Inferno", Gil Vicente, o pai do teatro português, tece uma crítica ao comportamento vicioso do século XVI. Fora da ficção, o Brasil do século XXI demonstra as mesmas conotações no que se refere aos efeitos da cultura do cancelamento na sociedade contemporânea. Desse modo, em razão do individualismo e da má influência midiática, emerge um problema complexo, que precisa ser revertido.

Em primeiro plano, é preciso salientar que uma das causas do cancelamento é o individualismo. Segundo Zygmunt Bauman, "Vivemos em tempos líquidos. Nada foi feito para durar". Ou seja, a pós-modernidade é marcada pela vulnerabilidade de um mundo repleto de sinais confusos, propensos a mudar com rapidez e de forma imprevisível, fazendo a sociedade ser fortemente influenciada pelo individualismo tornando-se um empecilho para sua resolução.

Em segundo plano, outra causa é a má influência midiática. De acordo com Pierre Bourdieu, "Aquilo que foi criado para se tornar instrumento de democracia direta não deve ser convertida em mecanismo de opressão simbólica". Isso mostra que as mídias, em vez de debater o cancelamento na a internet para elevar o conhecimento da população fazem o contrário gerando uma falta de conhecimento dos efeitos e causas desta problemática. Dessa forma, é necessário debater esse tema para reverter essa situação.

Logo, medidas estratégicas são necessárias para alterar esse cenário. Portanto, é preciso intervir sobre o tema. Para isso, o Ministério da Educação, em parceria com as mídias devem desenvolver projetos, por meio de ações que revertam a má influência das mídias sobre a cultura do cancelamento, a fim de que mais pessoas compreendam essa questão. Tais ações devem ocorrer nas redes sociais. Outrossim, é necessário que as instituições de ensino alertem sobre as consequências do cancelamento.



De acordo com as competências cobradas no Enem:
Competência 1: 180
• Estrutura sintática: Bom (tome cuidado com a repetição de termos em uma mesma frase, você não cometeu este erro de forma grosseira, mas preste atenção, tente trocar por sinônimos sem que a frase fique fora de contexto)

• Desvios gramáticos: Perfeito
• Escolha de registro: Perfeito

Competência 2: 200
• Tema: Perfeito
• Tipo Textual: Perfeito (introdução, desenvolvimento e conclusão presentes na redação)

• Uso do repertório: Perfeito (foram adicionadas citações que comprovaram e introduziram o leitor aos seus argumentos)




Competência 3: 200
• Seleção de argumentos que sustentem a tese: bom (poderias dar mais embasamento aos seus argumentos, mas no geral estão muito bons)
• encadeamento dos argumentos: Perfeito
• Relação entre a proposta de intervenção e a discussão apresentada: Perfeito (a coerência entre a discussão apresentada e a sua proposta de intervenção)

Competência 4: 200
• Coesão: Perfeito
• Conexão de ideias (conectivos diversificados e adequados) Ótimo, há conexão entre os argumentos, mas como citei na competência 1, tome cuidado com a repetição de termos e conectivos (mas não utilize lexicais imprecisos)


Competência 5: Perfeito 200

• O que pode ser feito? devem desenvolver projetos, por meio de ações que revertam a má influência das mídias sobre a cultura do cancelamento,
• Quem pode fazer? Ministério da Educação juntamente com as Mídias
• Como pode ser feito? Tais ações devem ocorrer nas redes sociais.
• Para que isso deve ser feito? a fim de que mais pessoas compreendam essa questão (sobre a cultura do cancelamento)

De acordo com dados divulgados pela Organiza&ccedi[…]

desculpa, mandei essa redação novame[…]

Muito se discute sobre doenças mentais, os […]

GlendaMorais AhNaoAna podem dar uma olhadinha?[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM