Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#49238
A cultura do cancelamento transformou as bases das interações sociais nos mais variados âmbitos, a exemplo do comportamento, do pensamento e das opiniões. Graças as redes sociais, opiniões e pensamentos convergentes sobre os mais distintos assuntos, transformaram-se em um "tribunal" formado por centenas de milhares de juízes, cujo processo de "julgamento", dispensa a possibilidade de defesa do acusado. Nesse contexto, o desejo por justiça social transfigura-se em um mero instrumento de perseguição política, cujas bases fundamentam-se no monopólio da virtude e da razão que, dessa maneira, favorece à restrição da liberdade de expressão. Assim sendo, cabe a análise da origem e das consequências desse problema grave.

Em primeiro lugar, vale destacar os perigos e os malefícios de uma cultura que visa eliminar pessoas. Tal prática não é recente na história do Brasil, na década de 60, no auge da ditadura militar, Wilson Simonal, um jovem cantor negro, encantava a nação com sua voz e carisma. No entanto, em virtude de sua autonomia artística, a classe artística da época ressentida por não conseguir influenciar o gênio brasileiro, inventaram mentiras a seu respeito que, dessa forma, gerou a perda de seu prestígio perante ao público cujo fim foi o alcoolismo . Nesse sentido, Simonal fora uma das primeiras pessoas a ser vítima de fake news que, a posteriori, culminou no cancelamento da sua promissora carreira. Assim, pessoas cujas premissas partem do princípio que todo ser humano é infalível, invariavelmente comentem injustiças fruto dessa cultura de cancelar as pessoas.

Por conseguinte, presencia-se um forte patrulhamento da liberdade de expressão nas músicas, no humor e em outras manifestações artísticas. Nesse sentido, nota-se que qualquer produção artística, caso não venha a ser aprovada pelo crivo da cultura do cancelamento, sofre com perda de patrocínios e ataques a reputação que resultam no
cerceamento da liberdade do artista , moldando assim, o que pode ou não pode ser pensado, falado ou cantado. Em um trecho da canção "Como nossos pais" interpretado por Elis Regina, "Nossos ídolos ainda são os mesmos e as aparências não enganam" retrata a luta pela liberdade de expressão vivenciada na época e que, por mais que as pessoas pensem que o mundo mudou para melhor, ele continua o mesmo, com falsas "aparências de liberdade"

Portanto, é mister que o Estado se mobilize para mitigar tal situação. Para a conscientização da população brasileira a respeito do problema, é necessário que o Ministério Da Educação e Cultura crie, por meio de verbas governamentais, campanhas publicitárias nas redes sociais afim de educar as pessoas sobre os malefícios que podem gerar assassinatos de reputações e linchamentos virtuais que antecedem, sem o direito de defesa, o julgamento prévio da justiça garantido na constituição federal à todos os cidadãos. Somente assim será possível garantir, caso inocente, a possiblidade de defesa do alvo dessa cultura do cancelamento.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#49379
A cultura do cancelamento transformou as bases das interações sociais nos mais variados âmbitos, a exemplo do comportamento, do pensamento e das opiniões. [faltou conectivo] Graças às redes sociais, opiniões e pensamentos convergentes sobre os mais distintos assuntos, transformaram-se em um "tribunal" formado por centenas de milhares de juízes, cujo processo de "julgamento", dispensa a possibilidade de defesa do acusado. Nesse contexto, o desejo por justiça social transfigura-se em um mero instrumento de perseguição política, cujas bases fundamentam-se no monopólio da virtude e da razão que, dessa maneira, favorece à restrição da liberdade de expressão. Assim sendo, cabe a análise da origem e das consequências desse problema grave.

Em primeiro lugar, vale destacar os perigos e os malefícios de uma cultura que visa eliminar pessoas. [faltou conectivo] Tal prática não é recente na história do Brasil, na década de 60, no auge da ditadura militar, Wilson Simonal, um jovem cantor negro, encantava a nação com sua voz e carisma. No entanto, em virtude de sua autonomia artística, a classe artística da época ressentida por não conseguir influenciar o gênio brasileiro, inventaram mentiras a seu respeito que, dessa forma, gerou a perda de seu prestígio perante o público cujo fim foi o alcoolismo. Nesse sentido, Simonal fora uma das primeiras pessoas a ser vítima de fake news que, a posteriori, culminou no cancelamento da sua promissora carreira. Assim, pessoas cujas premissas partem do princípio que todo ser humano é infalível, invariavelmente comentem injustiças fruto dessa cultura de cancelar as pessoas.
* Ficou um parágrafo de muito repertório, explicando o ocorrido. Faltou argumentar e demonstrar seu ponto de vista

Por conseguinte, presencia-se um forte patrulhamento da liberdade de expressão nas músicas, no humor e em outras manifestações artísticas. Nesse sentido, nota-se que qualquer produção artística, caso não venha a ser aprovada pelo crivo da cultura do cancelamento, sofre com perda de patrocínios e ataques a reputação que resultam no cerceamento da liberdade do artista , moldando assim, o que pode ou não pode ser pensado, falado ou cantado. [faltou conectivo] Em um trecho da canção, "Como nossos pais", [vírgulas] interpretado por Elis Regina, "Nossos ídolos ainda são os mesmos e as aparências não enganam", retrata a luta pela liberdade de expressão vivenciada na época e que, por mais que as pessoas pensem que o mundo mudou para melhor, ele continua o mesmo, com falsas "aparências de liberdade".
* Faltou organizar suas ideias na estrutura do desenvolvimento: chamar o argumento + repertório (citação) + argumentação + arrematação

Portanto, é mister que o Estado se mobilize para mitigar tal situação. [faltou conectivo] Para a conscientização da população brasileira a respeito do problema, é necessário que o Ministério Da Educação e Cultura crie, por meio de verbas governamentais, campanhas publicitárias nas redes sociais, a fim de educar as pessoas sobre os malefícios que podem gerar assassinatos de reputações e linchamentos virtuais que antecedem, sem o direito de defesa, o julgamento prévio da justiça garantido na constituição federal à todos os cidadãos. [faltou conectivo] Somente assim será possível garantir, caso inocente, a possibilidade de defesa do alvo dessa cultura do cancelamento.
* Conscientização é algo ineficaz, sua intervenção poderia ser considerada nula por isso
* Tem que trazer uma solução mais técnica e deixar a conscientização como um bônus
* Mas em questão de estrutura, trouxe todos os elementos na intervenção


Espero ter ajudado! ;)

A constituição federal de 1988, docu[…]

Olá, irei corrigir sua redaçã[…]

Condições Sanitárias do Brasil

não há como corrigir as condiç[…]

XxDamastco poderia dar uma olhadinha na minha r[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM