Avatar do usuário
Por Cristinaff
Quantidade de postagens
#125360
Em "A República", diálogo socrático escrito pelo filósofo grego Platão, é idealizada uma sociedade livre de problemas, sobretudo devido ao esforço da coletividade. No entanto, a visão do intelectual destoa da realidade, uma vez que os desafios para o enfrentamento da invisibilidade do trabalho de cuidado realizado pela mulher no Brasil, fogem do que o autor considera como sociedade livre de problemas. Dessa forma, a discriminação de gênero, e também a omissão familiar, são as bases desse lastimável panorama.
Em primeira instância, é oportuno pontuar o preconceito de gênero como fator atuante da problemática. A Constituição Federal de 1988, norma que rege o ordenamento jurídico brasileiro, diz que as mulheres e homens são iguais em direitos e deveres. Em contrapartida, o prescrito em lei não é vivencia no Brasil hodierno, visto que o sexo feminino dedica cerca de 10 horas de trabalho com cuidados com a casa e com outras pessoas sem remuneração, a mais que os homens. Nesse viés, a sociedade brasileira sempre foi muito machista ao longo de sua história, no qual sempre delegou os cuidados domésticos, e de crianças, idosos e pessoas com doenças às mulheres, por acreditar que essas eram as únicas funções delas na sociedade. Nesse sentido, caso medidas não sejam tomadas, o revés perpetuará por mais tempo na sociedade.
Nota - se que, outrossim, a omissão do núcleo parental é coadjuvante no impasse. Sob essa perspectiva, conforme menciona o site "Repósitorio Ipea", as famílias transferem as funções de cuidado, com o lar e com a família, exclusivamente para as mulheres. Acerca disso, é ponderoso pontuar como o sexo feminino vive dentro de um esteriótipo de que a função de cuidado com a família e com a casa é meramente da mulher. O trabalho doméstico requer dedicação cotidiana, sendo assim, as mulheres dedicam muitas horas do seu dia no cuidado de outras pessoas e acabam não tendo tempo para o autocuidado. Sob essa ótica, é necessário que a família seja instigada a tomar providências quanto ao problema.
Dessarte, urge que as bases do impasse sejam resolvidas. Para tanto, o Estado, principal promotor da harmonia social, deve fomentar campanhas em redes sociais e televisões, acerca da invisibilidade das mulheres em sociedade e no trabalho, por meio das mídias digitais, com a finalidade de conscientizar o corpo social e as famílias sobre a importância das mulheres. Dessa forma, a sociedade livre de problemas de Platão, se aproximará da realidade brasileira.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
79 Exibições
por Geziane
2 Respostas 
1315 Exibições
por vertinho
0 Respostas 
317 Exibições
por EduardaH25
1 Respostas 
377 Exibições
por suy26737tnz
0 Respostas 
297 Exibições
por matheus2306
0 Respostas 
184 Exibições
por EuMaiza
0 Respostas 
187 Exibições
por EuMaiza
0 Respostas 
224 Exibições
por Rayane86
0 Respostas 
218 Exibições
por Euu4
5 Respostas 
431 Exibições
por Caiunao

No Brasil a prática da automedicaç&a[…]

Tolerância na prática

Embora a Constituição Federal de 198[…]

É a minha primeira vez usando o site! N&ati[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM