• Avatar do usuário
#92343
O romance filosófico "Utopia" - criado pelo escritor inglês Thomas Mores - retrata uma civilização perfeita e idealizada, na qual a engrenagem social é altamente segura e desprovida de conflitos e problemas. Tal obra fictícia mostra-se distante da realidade contemporânea no tocante aos desafios para manter um sistema de saúde público no Brasil. Esse panorama lamentável ocorre não só em razão da infraestrutura precária, mas também da inoperância estatal.
Nessa linha de raciocínio, é primordial destacar que a carência de investimentos em uma infraestrutura especializada nas unidades de saúde deriva da ineficácia do Poder Público, no que conceme à criação de mecanismos, os quais coibam tais recorrências. Sob a perspectiva do filósofo contratudista Jonh Locke, o Estado foi criado por um pacto social para assegurar os direitos fundamentais dos indivíduos e proporcionar relações harmônicas. Entretanto, é notório o rompimento desse contrato social, visto que, devido à baixa de atuação das autoridades maioria dos cidadãos são acometidos a serem atendidos em unidades hospitalares com uma infraestrutura precária sem capacitação suficiente para tal anuência.
Além disso, a inoperância estatal apresenta-se como outro desafio da problemática. De acordo com o Artigo 1 da Declaração Universal dos Direitos Humanos - todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Tal conceito abordado é materializado no Brasil, haja vista que, a inércia em relação às ações governamentais impossibilita a garantia de um sistema de saúde público capacitado no Brasil.
Infere-se portanto, a necessidade de mitigação dos entraves em prol da diminuição dos desafios para manter um sistema de saúde público no Brasil. Dessa maneira cabe ao Governo promover projetos e campanhas que auxiliem na infraestrutura das unidades de saúde pública, por meio de ONGs, a fim de habilitar e promover um atendimento hábil e capacitado aos cidadãos brasileiros. Dessa forma poder-se á concretizar a "Utopia" de Mores na sociedade brasileira.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

0
#92344
O romance filosófico "Utopia" - criado pelo escritor inglês Thomas Mores - retrata uma civilização perfeita e idealizada, na qual a engrenagem social é altamente segura e desprovida de conflitos e problemas. Tal obra fictícia mostra-se distante da realidade contemporânea no tocante aos desafios para manter um sistema de saúde público no Brasil. Esse panorama lamentável ocorre não só em razão da infraestrutura precária, mas também da inoperância estatal.
Nessa linha de raciocínio, é primordial destacar que a carência de investimentos em uma infraestrutura especializada nas unidades de saúde deriva da ineficácia do Poder Público, no que conceme à criação de mecanismos, os quais coibam tais recorrências. Sob a perspectiva do filósofo contratudista Jonh Locke, o Estado foi criado por um pacto social para assegurar os direitos fundamentais dos indivíduos e proporcionar relações harmônicas. Entretanto, é notório o rompimento desse contrato social, visto que, devido à baixa de atuação das autoridades maioria dos cidadãos são acometidos a serem atendidos em unidades hospitalares com uma infraestrutura precária sem capacitação suficiente para tal anuência.
Além disso, a inoperância estatal apresenta-se como outro desafio da problemática. De acordo com o Artigo 1 da Declaração Universal dos Direitos Humanos - todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Tal conceito abordado é materializado no Brasil, haja vista que, a inércia em relação às ações governamentais impossibilita a garantia de um sistema de saúde público capacitado no Brasil.
Infere-se portanto, a necessidade de mitigação dos entraves em prol da diminuição dos desafios para manter um sistema de saúde público no Brasil. Dessa maneira cabe ao Governo promover projetos e campanhas que auxiliem na infraestrutura das unidades de saúde pública, por meio de ONGs, a fim de habilitar e promover um atendimento hábil e capacitado aos cidadãos brasileiros. Dessa forma poder-se á concretizar a "Utopia" de Mores na sociedade brasileira.
0
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
1 Respostas 
120 Exibições
por Melissa1234
2 Respostas 
27 Exibições
por Anna89
1 Respostas 
20 Exibições
por Anna89
1 Respostas 
104 Exibições
por Sheyla7
0 Respostas 
215 Exibições
por Sara41
1 Respostas 
100 Exibições
por Katsmoking
0 Respostas 
274 Exibições
por Jonatahpfg
0 Respostas 
95 Exibições
por ghhh
Sistema Público de Saúde no Brasil
por zaiosclucas    - In: Outros temas
0 Respostas 
22 Exibições
por zaiosclucas
Problemas do sistema público de saúde
por JeskaMarttys    - In: Outros temas
0 Respostas 
85 Exibições
por JeskaMarttys

A água é uma questão que vem […]

Os desafios para a atenuação dos efe[…]

1 bez

bom dia, R. li seu texto e minhas observaç[…]

Decretados pela ONU, em 1948, os direitos humanos […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM