Avatar do usuário
Por Mille456
Quantidade de postagens
#125186
A constituição federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê, em seu artigo 6º, o direito a igualdade e remuneração daqueles que trabalham como cuidadores de pessoas que necessitam de assistência, como inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa não se tem se reverberado com ênfase na prática, quando se observa o combate a violência para com crianças, dificultando, deste modo, a universalização desse direito social tão importante. Diante dessa perspectiva, faz-se imperiosa a análise dos fatores que favorecem esse quadro.

Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater a desvalorização e a desigualdade e meio atualidade. Nesse sentido, vê-se, a falta de conhecimentos quando se trata de pessoas, em sua maioria mulheres, que optam por serem zeladores como fontes de renda em suas vidas, visto que tal serviço não é reconhecido como deveria. Essa conjuntura, segundo as ideias do filósofo John Locke, configura-se como uma violação do "contrato social", já que o Estado não cumpre sua função de garantir que os cidadãos desfrutem de valores indispensáveis, como a garantia a valorização do emprego exercido, que infelizmente é evidente no país.

Ademais, é fundamental apontar o silenciamento da mídia como impulsionador do problema ser tão pouco conhecido no Brasil. Segundo uma pesquisa, foi possível constatar que cada vez mais cresce a quantidade de pessoas que pedem por assistência e apoio, porém vê-se também a falta de profissionais capacitados para a requerente ocupação, sem serem mulheres ou de menores, que se encontra em uma situação precária. Logo é inadmissível que esse cenário continue a perdurar.

Depreende-se, portanto, a necessidade de se combater esse obstáculo. Para isso, é dever do Governo, por intermédio da mídia, juntamente com a sociedade, promover campanhas e palestras sobre a temática apresentada, como forma de conscientização de todo povo brasileiro, a fim de voltarem o olhar para essa demanda. Assim, se consolidará uma sociedade mais íntegra, onde o Estado desempenha corretamente seu "contrato social", tal como afirma John Locke.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
63 Exibições
por lelevian2018
0 Respostas 
42 Exibições
por kaivitoria
0 Respostas 
52 Exibições
por enzofonseca
0 Respostas 
22 Exibições
por duda2345
0 Respostas 
43 Exibições
por Sarahsan
0 Respostas 
67 Exibições
por Daniellesnts
0 Respostas 
30 Exibições
por Isabellamms0
4 Respostas 
412 Exibições
por Luscano
11 Respostas 
232 Exibições
por Luscano
3 Respostas 
254 Exibições
por KauanKel18

OlrenBeat poderia corrigir por favor

Fome no Brasil

O Brasil é o maior produtor de alimento do […]

Se está à procura de quais os melho[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM