Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#55107
O termo "mimesis", na filosofia aristotélica, é designado à origem de criação da arte; Aristóteles afirmava que o “belo” não pode ser desligado do homem já que é uma criação sua. No entanto, é evidente que há a desvalorização de práticas artísticas na sociedade, muitas vezes causada por uma visão distorcida e má influenciada sobre o assunto. Uma vez que o preconceito surge da falta de um conhecimento em pauta dentro de um ambiente social, impede, junto à banalização por parte de alguns indivíduos, o avanço e a aceitação de artes como a urbana.
Antes de tudo, vale salientar o desenvolvimento contínuo da arte desde as suas origens rupestres. Nesse sentido, a arte não só era uma forma de expressão, mas também uma necessidade, o que também é apontado por Aristóteles ao afirmar que a arte possui uma importância prática ao completar o que falta na natureza. Porém, após o Renascimento, com a chegada de alguns movimentos artísticos como o “Impressionismo”, criou-se um preconceito com o que era diferente, trazendo assim, uma rejeição as novas expressões artísticas, o que resultou em um processo lento de reconhecimento e aprovação dessas artes.
Ademais, a errônea ideia de “vandalismo” que alguns estilos artísticos podem passar, é derivado da irresponsabilidade de indivíduos que se apropriam de dogmas e desejam disseminá-los de forma desregrada, a exemplo de cenas presentes na série televisiva “La casa de Papel”, em que algumas pessoas, para se mostrarem a favor de um assalto a um banco, fazem pinturas e “pichamentos” pela cidade. Sendo assim, essas ações podem passar uma má impressão sobre certos movimentos artísticos para o restante da sociedade.
Em síntese, é essencial por parte da escola, guiar o estudante na sua relação com a arte, por meio da inserção de um tópico específico, dentro da disciplina, em que se comente sobre a importância do conhecimento artístico dentro do meio social, a fim de estabelecer uma expressão que seja reconhecida por todos e que não seja carregada de preceitos equivocados, evitando que ações como as ocorridas em “La casa de papel” continuem se repetindo também na sociedade. Só então, o conceito de “mimesis”, trazido por Aristóteles, estará de fato em prática.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#55683
Miniglossário
Desvio: problema de gramática ou de convenções de escrita.
Falha: problema de estrutura sintática.
Inadequação: problema de coesão.
Monobloco: redação constituída por um único parágrafo, configurando um bloco maciço de períodos sem qualquer organização paragráfica identificável.
Operadores argumentativos: elementos que são responsáveis pelo encadeamento dos enunciados, estruturando o texto e determinando a orientação argumentativa.
Parte embrionária: introdução, argumentação ou conclusão muito curta devido a sua pouca produção.
Sem direção: redação que apresenta informações, fatos e opiniões de forma caótica ou desconexa, isto é, um aglomerado de palavras, frases ou ideias que não se articulam entre si em defesa de um ponto de vista.
...
...
Correção da redação
Usuário(a): @danyllo

Tipo de correção:
(X) Detalhada
(X) Completa

Legenda:
desnecessário ou redundante
(elementos da proposta de intervenção)
erro correção
linguagem confusa
mandou bem
"melhorável" sugestão
(w): observação
repetição

O termo "mimesis", na filosofia aristotélica, é designado à origem de criação da arte; Aristóteles afirmava que o “belo” não pode ser desligado do homem já que é uma criação sua. No entanto, é evidente que há a desvalorização de práticas artísticas na sociedade, muitas vezes causada por uma visão distorcida e mal-influenciada (1) sobre o assunto. Uma, uma (2) vez que o preconceito que surge da falta de um conhecimento em pauta dentro de um ambiente social, impede, junto à banalização por parte de alguns indivíduos, o avanço e a aceitação de artes como a urbana (3) (4). (5)
Antes de tudo, vale salientar o desenvolvimento contínuo da arte desde as suas origens rupestres. Nesse sentido, a arte não só era uma forma de expressão, mas também uma necessidade, o que também é apontado por Aristóteles ao afirmar que a arte possui uma importância prática ao completar o que falta na natureza. Porém, após o Renascimento, com a chegada de alguns movimentos artísticos como o “Impressionismo” impressionismo, criou-se um preconceito com o que era diferente, trazendo, assim, uma rejeição as às novas expressões artísticas, o que resultou em um processo lento de reconhecimento e aprovação dessas artes. (6)
Ademais, a errônea ideia de “vandalismo” que alguns estilos artísticos podem passar é associada a alguns estilos artísticos, é derivado derivada (7) da irresponsabilidade de indivíduos que se apropriam de dogmas e desejam disseminá-los de forma desregrada, a exemplo de cenas presentes na série televisiva “La casa de Papel”, em que algumas pessoas, para se mostrarem a favor de um assalto a um banco, fazem pinturas e “pichamentos” pela cidade. (8) Sendo assim, essas ações podem passar transmitir uma má impressão sobre certos movimentos artísticos para o restante da sociedade. (9)
(10)
Em síntese, é essencial por parte da escola, guiar que a escola (agente) guie o estudante na sua relação com a arte (ação), por meio da inserção de um tópico específico (meio), dentro da disciplina, em que se comente sobre a importância do conhecimento artístico dentro do meio social (detalhamento), a fim de estabelecer uma expressão que seja reconhecida por todos e que não seja carregada de preceitos equivocados (finalidade) (11), evitando que ações como as ocorridas em “La casa de papel” continuem se repetindo repetindo-se também na sociedade. Só então, o conceito de “mimesis”, trazido por Aristóteles, estará de fato em prática (12).

Observações:
(1) Mal é o contrário de bem; mau/má é o contrário de bom/boa.
(2) Frase fragmentada.
(3) Esse período ficou meio confuso. Evite usar palavras em excesso, pois isso compromete a clareza.
(4) Muito bem! Antecipar os seus argumentos fortalece o projeto de texto.
(5) Introdução satisfatória.
(6) Parágrafo bom, com repertórios produtivos. Só faço duas ressalvas: primeiro, ficou um pouco expositivo demais; segundo, o fechamento é muito parecido com o tópico-frasal, o que prejudica levemente a progressão temática.
(7) "derivada" concorda com "ideia", núcleo do sujeito.
(8) Antes do fechamento, seria interessante aprofundar mais o raciocínio, citando o grafite e diferenciando-o da pichação.
(9) Outro parágrafo bom, com mais um repertório produtivo.
(10) Parabéns pelo desenvolvimento rico argumentativamente e linguisticamente. Só é preciso ajustar alguns detalhes.
(11) Proposta completa, parabéns!
(12) Excelente fechamento e excelente retomada de repertórios.

Notas:
C1 - 160
Justificativa: há poucos desvios gramaticais e somente uma falha na estrutura sintática.
C2 - 200
Justificativa: há repertórios produtivos e ótimo domínio do tipo textual.
C3 - 160
Justificativa: há pequenos problemas na argumentação.
C4 - 200
Justificativa: articulação excelente. Há repetições pouco significativas.
C5 - 200
Justificativa: proposta com todos os elementos necessários.

Total - 920
Você arrasou!!! Conte comigo para chegar ao 1000!!!
Obs: você melhorou muito, meus parabéns!!! :D


Referências
Material de leitura dos corretores do ENEM: apostila-manual-de-leitura-dos-corretor ... 15107.html

...
Se puder, doe para o projeto, por favor: donation/index.html
Os usuários que contribuírem terão benefícios no meu sistema de correções.

...
Ei, que tal agora corrigir os textos de outras pessoas? Continue este ciclo!
Você pode consultar a tabela oficial dos corretores do ENEM no link abaixo:
apostila-manual-de-leitura-dos-corretor ... 15107.html

Bom dia, vou colocar aqui os pontos q vc pode melh[…]

"O cidadão invisivel" trata da de[…]

Promulgada pela ONU em 1948, a Declaraç&ati[…]

Na obra "Utopia", do escritor inglê[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM