Avatar do usuário
Por Niinobre
Quantidade de postagens
#113786
   A Constituição Federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê em seu artigo 6°, o direito a segurança como inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa  não tem se reverberado com ênfase na prática quando se observa os desafios da segurança pública no Brasil, dificultando, deste modo, a universalização desse direito social tão importante. Diante dessa perspectiva, faz-se a análise dos fatores que favorecem esse quadro, tais como a ausência de políticas públicas e os estigmas sucitados pela mídia sobre a parcela mais vulnerável e pobre da sociedade.
    Nesse contexto, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para reintegrar detentos a sociedade. Nesse sentido, a falta de políticas públicas que reintegrem detentos a vida em sociedade, tais como formação acadêmica e oportunidades trabalhistas, acabam possibilitando o seu retorno ao crime e subsequentemente a vida de presidiário. Essa conjuntura, segundo as ideias do filósofo contratualista John Locke, configura-se como uma violação do "contrato social", já que o estado não cumpre sua função de garantir que os cidadãos desfrutem de direitos indispensáveis, como o a educação, o que infelizmente é evidente no país quando se analisa as oportunidades e direitos oferecidos a indivíduos que estão a margem da sociedade.
  Ademais, é fundamental apontar a mídia e órgãos públicos como impulsionadoras da estigmização da parcela mais pobre da sociedade. Nesse sentido, tal problemática tem sido reverberada desde a República velha, em que a Lei da vadiagem foi sancionada como um meio de repreensão a população suburbana, em que a vida ocia era sempre relacionada as periferias. Diante de tal exposto, a problemática ainda se faz presente quando observa-se que a mídia reforça a ideia de que o crime está relacionada a população mais pobre.
   Depreende-se, portanto, a necessidade de se combater esses obstáculos. Para isso, é imprescindível que o estado- na condição de garantidor dos direitos individuais- por intermédio do ministério da educação, promova políticas educacionais voltadas a formação acadêmica de detentos, a fim de reintegra-los a sociedade e possibilitar oportunidades melhores que o retorno ao crime. Assim, se consolidará um sociedade igualitária, onde o estado desempenha corretamente seu "contrato social", tal afirma John Locke.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
254 Exibições
por Alunmel
0 Respostas 
175 Exibições
por Castru
0 Respostas 
170 Exibições
por anneliseaa
0 Respostas 
62 Exibições
por Paulojr94
3 Respostas 
385 Exibições
por Felpz
0 Respostas 
204 Exibições
por Helder442
0 Respostas 
72 Exibições
por 21082011
0 Respostas 
83 Exibições
por Jecikelly2
Segurança Pública
por draphael2    - In: Outros temas
0 Respostas 
74 Exibições
por draphael2
Tecnologia e Segurança pública
por Eu2022    - In: Outros temas
0 Respostas 
78 Exibições
por Eu2022

Crítico. Tolerante. Consciente. Esperan&cce[…]

Desde o período antigo, filósofos co[…]

O trabalho sempre foi alvo de uma suposta valoriza[…]

Como tudo no mundo, os recursos tecnológico[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM