Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#56822
Na obra, “ O Demônio do Meio-Dia”, do escritor Andrew Solomon, ele conta o seu processo de descobrir e tratar doenças mentais. De maneira análoga, no Brasil hodierno, milhares de pessoas inclusive estudantes encontram-se em situação semelhante, uma vez que o quadro de segregação dessas pessoas ainda é latente, logo faz-se necessário a superação dos desafios para a promoção da saúde mental dos estudantes brasileiros. Nesse sentido, é cabível destacar tanto a ineficácia governamental em promover saúde mental, quanto a falta de empatia por parte da sociedade brasileira.
Conforme o artigo 196, a saúde é direito e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem reduzir o risco de doenças. Todavia, a ineficiência do Poder Público em garantir equidade de ações igualitárias e serviços para sua promoção, seja por causa da importância dada à saúde mental dos estudantes, seja por conta da limitada atuação dos projetos psiquiátricos. Com efeito, a obra "Cidadão de Papel” de Gilberto Dimenstein, apenas levanta a existência da garantia no campo legislativo sem a correspondência na prática torna-se grave diante do descomprimento da Carta Magna.
Ademais, vale ressaltar a falta de empatia da população brasileira com as crianças e adolescentes que sofrem com algum tipo de doença mental. Neste viés, de acordo com Valéria de Almeida, "Muitas vezes não é de remédio ou de dinheiro que as pessoas precisam, apenas de palavras”. Nessa perspectiva, essa assertiva, porém, evidencia outras facetas da realidade, muitos pensam que é "frescura" e acabam deixando de lado esses jovens que precisam de ajuda. Neste contexto, é imprescindível ações capazes de solucionar a problemática abordada.
Portanto, cabe ao Ministério da Saúde, instituição pela qual é responsável pelo bem-estar dos cidadãos, deve por meio do direcionamento de verbas e de parcerias com a iniciativa privada, investir na psicologia das escolas, bem como ampliar programas motivacionais a esses adolescentes. Além disso, cabe ao mesmo órgão de poder, informar a sociedade sobre esses problemas, com o fito de ter mais empatia com os estudantes. Dessa forma, ter-se-ia um panorama de desenvolvimento humano distinto do verificado em “ O Demônio do Meio-Dia”.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

É notório que essa pandemia afetou a[…]

Segundo dados do site IPEA (Instituto de Pesquisa […]

A essencialidade das atividades físicas […]

Bom dia Vou tentar colocar aqui os desvios que eu […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM