Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#58126
A Constituição Federal, em seu artigo 5°, garante a igualdade de todos os cidadãos perante a lei, com a promessa de um Brasil mais justo. Inobstante, tal lei é desrespeitada quando observa-se o incompleto sistema educacional de alfabetização no território nacional, que enfrenta diversos desafios no processo de igualar a população em uma base educada. Nesse interim, a falta de profissionais para suporte de alunos especiais e o acesso e assiduidade no caso do corpo social em áreas subdesenvolvidas, torna a problemática recorrente.

O filme "Como estrelas na Terra" relata o drama de uma criança com dislexia, que não tem apoio familiar nem escolar para diagnosticar e tratar sua patologia, que a impede de ler e fazer operações matemáticas básicas. Apesar de ser uma película fictícia, ela retrata o microcosmo de muitos cidadãos - crianças ou não - carentes de apoio para seu crescimento acadêmico, por necessitarem de maior atenção ou abordagem pedagógica diferente. Assim, há chance de abandono da escola logo em seus anos de alfabetização, imprescindíveis para o mercado de trabalho.

Analogamente, a desigualdade entre as regiões brasileiras concentra os analfabetos em áreas pobres, como populações ribeirinhas e o interior dos estados, em que os moradores não gozam de condições adequadas para o estudo. A obra artística "Os retirantes", de Portinari, e o curta-metragem "Vida Maria" expõe a realidade em seu cerne. Afinal, pessoas vítimas da fome não encontram tempo para a escola, originando um ciclo vicioso de alfabetização nula ou incompleta.

Logo, é mister que o Estado intervenha para a superação de barreiras no processo de alfabetização no Brasil. Desse modo, o Ministério da Educação, em parceria com o Ministério de Desenvolvimento Regional deve intensificar capacitações e formações de educadores para educandos portadores de deficiência, além de bolsas para a alimentação de alunos na linha da pobreza, impedindo assim, o abandono escolar. Dessa maneira, o Governo alcançará a alfabetização plena prometida em sua Constituição.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Promugada pela ONU em 1948, a declaraç&atil[…]

Sua redação não encaixa corre[…]

O filósofo francês Sartre defende que[…]

"Só pro meu prazer..."

Obrigada Ashiley , ficarei mais atenta quanto as […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM