Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#51252
Segundo a Constituição Federativa do Brasil, a saúde é um direito de todos os cidadãos e dever do Estado. Entretanto, o Governo brasileiro não está cumprindo esse dever com a devida eficiência, pois, seja pelo escasso investimento na gestão de hospitais, seja pela falta de médicos atuando nesses órgãos, encontram-se muitos desafios para a população ter acesso a um atendimento básico nas redes de saúde pública.

Em primeira instância, é relevante destacar as condições precárias nas estruturas gerais de muitos hospitais públicos, e em como essa carência de competência estatal afeta a vida de muitos brasileiros. Já que, conforme dados do jornal Folha de S. Paulo, mais de 80% das população no Brasil depende ,exclusivamente, de órgãos públicos como o Sistema Único de Saúde (SUS). Porém, apesar de muitas pessoas dependerem desses lugares para tratar de suas enfermidades, os hospitais públicos muitas vezes são mergulhados em problemas como: superlotação de pacientes, grandes filas de espera, falta de equipamentos hospitalares essenciais e demora na realização de cirurgias. Como resultado, o descaso do Governo no cuidado à saúde da população afeta diretamente a grande parcela do país que não tem condições financeiras o suficiente para recorrer à instituições privadas, podendo levar ao agravamento das doenças desses pacientes e até à óbito.

Nesse ínterim, outro grande desafio para o acesso à saúde no Brasil está na pouca quantidade de médicos nos hospitais públicos. Tal problema comprovado no índice do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), que mostra a taxa de reprovação ao SUS sendo mais de 70% por parte da população que faz o uso dele, e na mesma pesquisa é constatado que a maior reclamação é a falta de médicos presentes no sistema. Essa quantidade pequena de médicos disponíveis só acaba por agravar a demora ao atendimento prestado nos hospitais, faltando assim à capacitação de profissionais da área.

Portanto, cabe ao Governo, na figura do Ministério da Saúde, aplicar mais investimentos financeiros e gerenciar melhor essas aplicações nas redes de saúde pública do Brasil. Isso por meio de maior contratação de médicos capacitados, compra de mais aparelhos hospitalares, reforma nos prédios do SUS e criação de mais hospitais. Com a finalidade de melhorar o acesso à saúde coletiva no país, sem excluir as pessoas que mais necessitam de amparo e acabar por favorecer apenas os 20% da população privilegiada, que pode pagar para ter acesso a convênios médicos.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Atualmente, o mundo enfrenta uma pandemia, a qual […]

Crimes cibernético

Com o aumento tecnológico, a internet se to[…]

O grafite é uma das maneiras de se expressa[…]

Boa sua redação, parabéns. M[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM