• Avatar do usuário
#76517
A Peste Negra foi uma pandemia que se deflagrou na Europa, em meados do século XIX, provocando umas das maiores baixas populacionais da história desse continente. Entretanto, no mundo de hoje já não se vê diferença com o avanço do novo coronavírus. Tornando-se válido constatar que os desafios encontrados com o surto da Covid-19 no Brasil vem crescendo cada vez mais. Assim, faz-se primordial discutir sobre os quais motivos dessa crescente onda de casos, seja ela pelo desrespeito ao isolamento social e/ou a falta de investimentos na área da saúde pública.

Convém ressaltar, a princípio, que o desrespeito ao isolamento social é determinante para a permanência dos problemas causados pela SARS-COV-2 que afeta toda população e também todo desenvolvimento do país em questão. De tal forma que, de acordo com Queiroga(ministro da saúde no Brasil), "Se a população estivesse usando máscaras, mantendo distanciamento e evitando aglomerações não estaríamos vivendo o que estamos vivendo hoje". Nesse sentido, infere-se que a desobediência da pátria vem agravando cada vez mais a propagação do vírus, tendo como consequência a grande dificuldade de combate-lo.

De mesma forma, além do desrespeito ao isolamento social, a falta de investimentos na área da saúde pública é fator determinante para carência hospitalar e consequentemente a falta de leitos de UTI que é primordial para reabilitação de pacientes portadores da moléstia. Além disso, de acordo com Oswaldo Cruz(Fiocruz), o país passa pela maior crise sanitária e hospitaleiro da sua história, já que muitas pessoas morrem até mesmo na fila esperando por uma vaga de apoio. Dessa forma, é notório evidenciar que a grande problemática é a falta de aplicações de capital em virtudes do bem-estar da população verde-amarela.

Portanto, medidas devem ser tomadas com urgência para amenizar o colapso causado por dificuldades encontradas com a pandemia no Brasil. Logo, cabe ao ministério da saúde, por-meio-de verbas governamentais fazer grandes investidas na área da saúde, deve-se por intermédio de mídias, fazer campanhas e propagandas para conscientizar a população sobre a importância de evitar aglomerações para reduzir as lotações de leitos de UTI em hospitais. Diante do exposto, o fito de tal ação é abater a disseminação do vírus e acabar com o loteamento de leitos. Somente assim, esse problema será erradicado, pois, conforme Gabriel o pensador, "na mudança do presente, agente molda o futuro".
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora, de forma mediana, pouco consistente, proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.

#76522
Gui123 escreveu:A Peste Negra foi uma pandemia que se deflagrou na Europa, em meados do século XIX, provocando umas das maiores baixas populacionais da história desse continente. Entretanto, no mundo de hoje já não se vê diferença com o avanço do novo coronavírus. Tornando-se válido constatar que os desafios encontrados com o surto da Covid-19 no Brasil vem crescendo cada vez mais. Assim, faz-se primordial discutir sobre os quais motivos dessa crescente onda de casos, seja ela pelo desrespeito ao isolamento social e/ou a falta de investimentos na área da saúde pública.

Convém ressaltar, a princípio, que o desrespeito ao isolamento social é determinante para a permanência dos problemas causados pela SARS-COV-2 que afeta toda população e também todo desenvolvimento do país em questão. De tal forma que, de acordo com Queiroga(ministro da saúde no Brasil), "Se a população estivesse usando máscaras, mantendo distanciamento e evitando aglomerações não estaríamos vivendo o que estamos vivendo hoje". Nesse sentido, infere-se que a desobediência da pátria vem agravando cada vez mais a propagação do vírus, tendo como consequência a grande dificuldade de combate-lo.

De mesma forma, além do desrespeito ao isolamento social, a falta de investimentos na área da saúde pública é fator determinante para carência hospitalar e consequentemente a falta de leitos de UTI que é primordial para reabilitação de pacientes portadores da moléstia. Além disso, de acordo com Oswaldo Cruz(Fiocruz), o país passa pela maior crise sanitária e hospitaleiro da sua história, já que muitas pessoas morrem até mesmo na fila esperando por uma vaga de apoio. Dessa forma, é notório evidenciar que a grande problemática é a falta de aplicações de capital em virtudes do bem-estar da população verde-amarela.

Portanto, medidas devem ser tomadas com urgência para amenizar o colapso causado por dificuldades encontradas com a pandemia no Brasil. Logo, cabe ao ministério da saúde, por-meio-de verbas governamentais fazer grandes investidas na área da saúde, deve-se por intermédio de mídias, fazer campanhas e propagandas para conscientizar a população sobre a importância de evitar aglomerações para reduzir as lotações de leitos de UTI em hospitais. Diante do exposto, o fito de tal ação é abater a disseminação do vírus e acabar com o loteamento de leitos. Somente assim, esse problema será erradicado, pois, conforme Gabriel o pensador, "na mudança do presente, agente molda o futuro".

Percebe-se que no Brasil, de alguns anos pra c&aac[…]

A humanidade no decorrer da história tem lu[…]

Athesui maiconpgtu anaclaradll jheromagn[…]

O artigo 6º da constituição fed[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM