• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#65472
A constituição federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, cita em seu artigo 6°, o direito a saúde como inerente a todo cidadão brasileiro. Entretanto, tal prerrogativa não tem se reverberado na prática quando se relata o empobrecimento da saúde pública - um desafio gravíssimo no Brasil - , dificultando a universalização desse direito social.
Primeiramente, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater as adversidades desse tema, como as faltas de leitos e médicos capacitados. Nesse sentido, regiões mais afastadas dos grandes centros adotam carências nos quesitos anteriomente citados, devido ao déficit de infraestruturas e de investimentos. Essa conjuntura, segundo as ideias do filósofo contratualista John Locke, configura-se como uma violação do "contrato social", já que o Estado não cumpre sua função de garantir o direito da saúde para todos os seus cidadãos.
Ademais, é fundamental apontar a gestão e financiamento do Sistema Único de Saúde (SUS) como o impulsionador da precária saúde básica. Segundo um levantamento do Ministério da Saúde, para atestar a qualidade do SUS, a média nacional ficou em 5,5, em uma escala de 0 a 10. Diante dessa análise, é inconcebível continuar nesse cenário, visto que a média não é o suficiente para cobrir todas as necessidades da população brasileira.
Contudo, se destaca a necessidade de combater esses obstáculos. Para isso, é imprescindível que o Ministério da Saúde, por via de projetos, faça um planejamento para descentralizar as estruturas nas grandes cidades, distribuindo seu orçamento para região mais pobres e instalar mais unidades de saúde, além de melhorar, no possível, as condições do SUS em estados já mais ricos e capacitados. Assim, se consolidará uma sociedade harmônica, onde o Estado segue seu "contrato social", tal como afirma John Locke.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Doença mental

Deivid16 , Gi69

“A essência dos direitos humanos &eac[…]

vitoriaca , tá bom anjo❤

Iurymed , ei!! Claro! Posso sim. Em breve, ok[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM