Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#48821
No limiar do século 19, Lord Byron, poeta inglês, tornou-se conhecido por seus poemas profundamente pessimistas, o que propiciou uma geração romântica baseada nas dores existenciais que levavam ao suicídio. Em meio à contemporaneidade, esses discursos infelizmente, ainda são vistos. Entretanto, para alguns, já representam indícios para o cuidado com a saúde mental. Nesse sentido, é indispensável discutir as mazelas da negligência do bem-estar psicológico não só pela perspectiva estatal, mas também pela social, para que melhorias sejam feitas.
Inicialmente, a estrutura insuficiente do governo para atendimento a pessoas com transtornos mentais é uma das causas para o alto índice de doenças, como a ansiedade e depressão, que podem levar ao autocídio. Segundo a pesquisa do DataSuS de 2016, no Brasil, o número suicídio cresceu 30% nos últimos 25 anos. Tal fato demostra a escassez do tratamento adequado justamente porque registra o aumento de pacientes em estado tão alarmante que ceifam a própria vida. Deste modo, é inadmissível constatar um estado despreparado para lidar com o atendimento psicossocial da população.
Além disso, na sociedade, persistem pensamentos defasados que associam essas patologias à falta de fé, ou de ocupação. Em 2019, Leandro Teles, neurologista brasileiro, lançou o livro, "depressão não é fraqueza", em que apresenta como o cérebro funciona diante da doença totalmente incapacitante para um ser humano. Apesar de haver o engajamento de alguns setores da sociedade, ainda se vê o crítico cenário em que muitos crêem falsamente que o desequilíbrio da saúde mental pode ter outras razões, senão a médica. Então, essa lógica é nociva e degradante à nação.
Portanto, observam-se, em nosso tecido social, os obstáculos para os cuidados com a segurança psicológica dos indivíduos. Para reverter o quadro, o sistema único de Saúde, órgão responsável pelo atendimento e pelo tratamento médico brasileiro, deve criar campanhas educativas nas instituições públicas e privadas do país, por meio de rodas de conversas, com a presença de psicólogos e psiquiatras. Com isso, será possível conscientizar a população sobre os efeitos negativos da negligência no âmbito psicossocial a fim de romper com ideias pessimistas de Lord Byron.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Promulgada pela ONU em 1948, a Declaraç&ati[…]

De acordo com a Constituição Federal[…]

A constituição federal de 1988, conv[…]

Promulgada pela ONU em 1948, a Declaraç&ati[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM