Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#60329
A Constituição Federal de 1988, prevê em seu artigo sexto,o direito à educação e segurança inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto,tal prerrogativa não tem se reverberado com ênfase na prática quando se refere aos desafios da educação universitária no Brasil, dificultando assim,a universalização deste direito social tão importante e necessário.Diante dessa pespectiva,faz-se imperiosa a análise dos fatores que desencadeam este quadro.

Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater as dificuldades enfrentadas pelos universitários ao ingressarem em uma universidade pública ou privada. Nesse sentindo, a inclusão de uma nova lacuna de segurança,saúde e educação devem ser impostas em todas as redes de ensino superior.
Em conjuntura,seguindo as idéias do filósofo George Shaw,que diz ser impossível progredir sem mudanças,é como uma quebra do "contrato social" do Estado,no qual não exerce a função de garantir direitos sociais tão importantes aos cidadãos brasileiros,como descrito teoricamente no papel.

Conseguinte,é fundamental ressaltar a falta de investimento e infraestrutura por parte do governo brasileiro nas universidades do país. Diante de tal exposto,é notório que os universitários se sentem inseguros e insuficientes em seu próprio âmbito escolar,não recebendo a atenção necessária e indispensável para um bom rendimento do curso escolhido pelo mesmo.Logo,é inadmissível que esse cenário continue a pendurar.

Conclui-se,então,a necessidade de combater esses obstáculos.É imprescindível que o governo brasileiro,por intermédio de chamadas públicas e particulares,inclua profissionais da área de educação e limpeza,como professores formados e funcionários da saúde,nas universidades de ensino superior,a fim de que todos os universitários possam ter acesso a um ensino de qualidade e eficiência. Assim,se consolidará uma sociedade mais empática e humana,na qual o Estado exerce com êxito o seu "contrato social",fazendo surgir mudanças eficientes,tal como afirma George Shaw.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Saúde mental na pandemia

A saúde mental já era uma quest&atil[…]

Naathy , olá, bom-dia! posso sim corrigir […]

@3m1ly boa tarde, poderia me ajudar fazendo a cor[…]

A violência contra a mulher é todo at[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM