Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#39773
De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o país com a maior taxa de pessoas depressivas da América Latina. Embora, no país, exista um sistema público de saúde, não dá conta de resolver os problemas relacionados à saúde mental. Neste sentido, faz-se necessário abordar não só o descuido da população, mas também a negligência do Estado.
Em primeira análise, na sociedade brasileira, é evidente a desatenção dos indivíduos com relação ao autocuidado. Sob esse viés, pode-se citar a brincadeira denominada “Baleia azul”, a qual foi muito frequente entre os jovens nas redes sociais. Esta prática apresenta como último desafio um convite ao suicídio, o que demonstra a existência de muitos adolescentes vulneráveis à influência de pessoas com intenções perigosas. Neste sentido, não somente demonstra-se a falta de vigilância dos pais com seus filhos na internet, como também a desatenção do estabelecimento de uma relação baseada em vínculos sólidos entre eles.
Em segunda análise, deve-se explicitar que na Constituição, no artigo 6º, há garantia da saúde como um direito social. Deste modo, é papel do Estado garantir, através do Sistema Único de Saúde (SUS), que a população brasileira tenha acesso ao atendimento relacionado a diversas especialidades médicas, por exemplo, apoio psicológico e psiquiátrico. Entretanto, atualmente, observa-se que este dever não é cumprido de forma eficaz, em virtude de o Brasil apresentar o aumento constante no número de casos de transtornos mentais cujo tratamento não ocorre ou se dá de maneira precária.
Portanto, constata-se que medidas são necessárias para minimizar esta adversidade. Cabe ao Ministério da Saúde incentivar o cuidado com a saúde mental, mediante o direcionamento de verbas aos municípios para a criação e transmissão de campanhas. Estas têm como objetivo destacar não só a importância do autocuidado, como também para informar a população sobre os problemas mentais existentes e como proceder nestes casos. Neste âmbito, a transmissão deve ocorrer nos canais de TV aberta, nos horários de maior audiência, e nas redes sociais, para alcançar um maior número de pessoas. Dessa maneira, visa-se conscientizar a população brasileira sobre a importância do cuidado com a saúde mental.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Com a descoberta do coronavírus em Wuhan, c[…]

Automedicação no Brasil

Ashiley pode dar uma olhada

A grande jogadora de futebol feminino Marta, quebr[…]

Promulgada pela ONU em 1948, a Declaraç&ati[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM