• Avatar do usuário
#80314
Desde o Iluminismo, entende-se que uma sociedade só progride quando um se mobiliza com o problema do outro. De maneira análoga a isso, é de suma importância encontrarmos caminhos para combater a intolerância e o discurso de ódio contra as minorias na sociedade brasileira. Nesse primas, destacam-se dois aspectos importantes: a intensa discriminação, e a negligência do estado com tais minorias.

Em primeira análise, evidencia-se que o Brasil é um dos países com maior diversidade no mundo, porém mesmo com essa extensa variedade de pessoas, ainda existe muita intolerância dentro da sociedade brasileira. Sob essa ótica, foram registrados mais de 12 mil crimes de ódio só em 2019, apontando um aumento de 1,95% em relação ao ano anterior, ficando no topo da lista, os crimes de: racismo, LGBTfobia e ataques a mulheres, todos sendo crimes contra minorias no Brasil. Dessa forma, é possível ter uma noção mínima de como a intolerância afeta a vida das minorias brasileiras.

Além disso, é notório a negligência do estado com essas minorias. Nesse contexto, podemos citar a falta de monitoramento sobre os crimes de ódio no Brasil. É conveniente recordar-se do que John Locke diz: “Onde não há lei, não há liberdade”. Sem a devida atenção sobre esses crimes de ódio e intolerância, está sendo tirada a liberdade de uma grande parcela da sociedade brasileira. Consoante a isso, a população deve ser informada sobre tais crimes. Muitos brasileiros não tem acesso a esse tipo de informação, dificultando a indentificação desses crimes contra as pessoas ao seu redor ou a si mesmo.

Depreende-se, portanto, a adoção de medidas, que venham diminuir a intolerância e o discurso de ódio gradativamente ao longo dos anos. Dessa maneira, cabe ao governo juntamente com a população resolver, e informar, por meio de projetos de leis mais rigorosas, que realmente dêem penas intransigentes para quem infringir as infringir, além de programas sociais que possam informar e ensinar, não só crianças e adolescentes, mas como todas as idades, sobre os problemas da intolerância, a fim que as pessoas fiquem mais conscientes a respeito do assunto. Então assim poderemos progredir como sociedade, nos mobilizarmos uns com os outros.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Anna1 xIsabellasz vingrid KarllaViit Pe[…]

se puderem corrigir essa redação, fi[…]

Parabéns amiga! :)

O quadro expressionista "O grito" do pin[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM