• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#75693
De acordo com o Banco Central, o Open Banking chegou no Brasil com o propósito de aumentar a competição entre banco e Fintechs melhorando, assim, a qualidade dos produtos e serviços prestados por essas instituições. Contudo, todos esses benefícios oferecidos serão possíveis através do compartilhamento de dados pessoais entre essas. Assim, a fim de proteger os dados foi criado, em 2018, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), uma regulamentação fundamental para o processo de criação do Open Banking.
A princípio, é valido destacar que o Open Banking só foi possível pois existe uma lei que assegura o tratamento dos dados pessoais, desse modo, para uma instituição financeira compartilhar as informações obtidas é preciso consentimento, autenticação e depois uma confirmação para poder passá-los adiante. Com isso, as instituições que não obedecerem as regras impostas pela LGPD e supervisionadas pelo Banco Central, estão possíveis a processos.
Além disso, com o Open Banking o cliente é o dono dos seus dados, diante disso, a concorrência será grande pois os clientes tem a facilidade de migrarem para outras instituições caso apresente taxa menores e condições mais vantajosas. Assim sendo, planeja-se que a população tenha mais controle das suas finanças, maior transparência e personalização dos serviços.
Por fim, os desafios dos bancos para se adaptarem a essa nova funcionalidade serão grandes, porém precisam se adaptar rapidamente ao mercado cada vez mais competitivo para não perderem seus clientes. Portanto, adequar-se a essa Nova Era dos bancos é essencial para conseguir melhores resultados e seguir as normas e regras do Banco Central para não enfrentar processos futuros.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#75758
Fala, Lecoufes, tudo joia?
Fiz uma redação sobre esse tema (Open Banking), tinha até postado aqui, mas acabei refazendo outra totalmente diferente.

Vou expor minha humilde opinião, leve como uma crítica construtiva.
Bom, no geral sua redação foi boa, pois não fugiu do tema. Seria interessante você analisar o emprego das vírgulas, observei algumas colocadas em locais errados.
Acho que se você trouxesse no texto um dos benefícios do open banking aos clientes e instituições financeiras, ficaria bem legal.
Por exemplo: Sabemos que o Open Banking ainda está caminhando para chegar na III fase da implementação, e um dos benefícios ao consumidor será a iniciação de pagamentos e encaminhamento de propostas de crédito (com certeza com umas variações de preços e tarifas). Outrossim, as instituições também vão se beneficiar, pois terão a possibilidade de identificar com precisão os fregueses que querem conquistar.
#75889
De acordo com o Banco Central, o Open Banking chegou no Brasil com o propósito de aumentar a competição entre banco e Fintechs melhorando, assim, a qualidade dos produtos e serviços prestados por essas instituições. Contudo, todos esses benefícios oferecidos serão possíveis através do compartilhamento de dados pessoais entre essas. [evite repetir conectivo > Assim, a fim de proteger os dados foi criado, em 2018, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), uma regulamentação fundamental para o processo de criação do Open Banking. < não problematizou, deveria trazer os desafios que iria desenvolver]

A princípio, é valido destacar que o Open Banking só foi possível pois existe uma lei que assegura o tratamento dos dados pessoais, desse modo, para uma instituição financeira compartilhar as informações obtidas é preciso consentimento, autenticação e depois uma confirmação para poder passá-los adiante. Com isso, as instituições que não obedecerem as regras impostas pela LGPD e supervisionadas pelo Banco Central, estão possíveis a processos. < deveria ter investido mais nessa problematização]
* Só contextualizou a norma, não problematizou bem algum desafio com uma argumentação
* Focou em conceituar do que argumentar de fato


Além disso, com o Open Banking o cliente é o dono dos seus dados, diante disso, a concorrência será grande pois os clientes tem a facilidade de migrarem para outras instituições caso apresente taxa menores e condições mais vantajosas. [melhorar conectivo > Assim sendo, planeja-se que a população tenha mais controle das suas finanças, maior transparência e personalização dos serviços.
* Faltou repertório, precisa comprovar a argumentação

Por fim, os desafios dos bancos para se adaptarem a essa nova funcionalidade serão grandes < quais são? pq serão grandes? deveria desenvolver isso antes], porém precisam se adaptar rapidamente ao mercado cada vez mais competitivo para não perderem seus clientes. Portanto, adequar-se < de que modo?] a essa Nova Era dos bancos é essencial para conseguir melhores resultados e seguir as normas e regras do Banco Central para não enfrentar processos futuros.
* Generalizou, não apresentou bem uma solução

São muitos os casos de impunidade do sistem[…]

Bom dia pessoal, JoaoPedro72 , muito obrigado p[…]

Agora que lembrei que não é poss&iac[…]

Esquecimento histórico

A Constituição Federal de 1988, docu[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM