• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por Iurymed
Quantidade de postagens
#61929
A Constituição brasileira de 1988 assegura a todos os indivíduos o amplo acesso à saúde. Entretanto, lamentavelmente, na prática, tal garantia encontra-se deturpada visto os casos alarmantes de obesidade infantil no país , caracterizando um enorme retrocesso no Sistema de saúde no país. Nessa conjuntura, convém analisar que tal problemática deriva-se da inobservância estatal e do estado deficitário da educação brasileira.




Em primeira análise, destaca-se que a negligência governamental apresenta íntima relação com a obesidade infantil no Brasil. Acerca disso, segundo o filósofo italiano Norberto Bobbio a dignidade humana é uma qualidade intrínseca ao homem capaz de lhe dar o direito ao respeito e á consideração por parte do estado. Nessa lógica , é notável que o poder público não cumpre o seu dever enquanto agente fornecedor de direitos mínimos , uma vez que não oferece aos cidadãos brasileiros uma fiscalização eficiente dos alimentos industrializados e com alto teor de gordura , deixando a população e principalmente o público infantil à mercê desses produtos que podem fazer muito mal para a saúde. Desse modo , o governo atua como agente perpetuador do excesso de peso nas crianças e dos adolescentes, sendo imperiosa a análise do problema.







Ademais, é fulcral pontuar que o déficit na educação brasileira também dificulta a erradicação da obesidade infantil no país. Nesse viés, segundo a teórica Vera Maria Candau o sistema educacional brasileiro atual está preso nos moldes do século XIX e não apresenta propostas significativas para as inquietudes hodiernas. De maneira análoga à pensadora, constata-se que visando apenas o ensino e a memorização teórica as escolas não disponibilizam aulas sobre hábitos saudáveis na alimentação, gerando uma sociedade que não se alimenta bem e consequentemente sofre com as comodidades causadas pela obesidade. Assim a escola contribui para o aumento no excesso de peso nas crianças brasileiras , sendo obrigatório a resolução do impasse.







Infere-se portanto que a obesidade infantil é um tema relevante e que carece de soluções. Sendo assim o Ministério da educação em parceria com as escolas brasileiras , devem propor aulas sobre hábitos alimentares saudáveis, por meio de visitas de profissionais da saúde para darem aulas tanto prática, quanto teóricas sobre os efeitos negativos da obesidade na saúde das crianças, focando principalmente nos alunos jà obesos ou que tenham a tendência de apresentar tal patologia, a fim de erradicar os maus hábitos alimentares do público infantil . Dessa forma, garantirá o direito à saúde para as crianças, assim como rege a constituição.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 170

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 170

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 190

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Por camis23
#61934
@Iurymed, olá, boa-noite! posso corrigir sim.

A Constituição brasileira de 1988 assegura a todos os indivíduos o amplo acesso à saúde. Entretanto, lamentavelmente, na prática, tal garantia encontra-se deturpada visto os casos alarmantes de obesidade infantil no país, caracterizando um enorme retrocesso no sistema de saúde no país. Nessa conjuntura, convém analisar que tal problemática deriva-se da inobservância estatal e do estado deficitário da educação brasileira.

Em primeira análise, destaca-se que a negligência governamental apresenta íntima relação com a obesidade infantil no Brasil. Acerca disso, segundo o filósofo italiano Norberto Bobbio a dignidade humana é uma qualidade intrínseca ao homem e é capaz de lhe dar o direito ao respeito e à consideração por parte do estado. Nessa lógica, é notável que o poder público não cumpre o seu dever enquanto agente fornecedor de direitos mínimos, uma vez que não oferece aos cidadãos brasileiros uma fiscalização eficiente dos alimentos industrializados e com alto teor de gordura, deixando a população e, principalmente, o público infantil à mercê desses produtos que podem fazer muito mal para a saúde. Desse modo , o governo atua como agente perpetuador do excesso de peso nas crianças e dos adolescentes, sendo imperiosa a análise do problema.(Bom parágrafo de argumentação, porém acho que faltou um pouquinho mais de aprofundamento, acerca das patologias desencadeadas nas crianças como efeitos da obesidade)

Ademais, é fulcral pontuar que o déficit na educação brasileira também dificulta a erradicação da obesidade infantil no país. Nesse viés, segundo a teórica Vera Maria Candau o sistema educacional brasileiro atual está preso nos moldes do século XIX e não apresenta propostas significativas para as inquietudes hodiernas. De maneira análoga à pensadora, constata-se que visando apenas ao ensino e à memorização teórica as escolas não disponibilizam aulas sobre hábitos saudáveis na alimentação, gerando uma sociedade que não se alimenta bem e, consequentemente, sofre com as comodidades causadas pela obesidade. Assim a escola contribui para o aumento no excesso de peso nas crianças brasileiras, sendo obrigatória(Atente-se à concordância. A palavra vai concordar com "resolução" que é feminina) a resolução do impasse.(Bom e bem estruturado parágrafo de intervenção. Mas eu aprofundaria mais aqui também, sobretudo, em cima dos efeitos pela ação do sedentarismo e aquilo que o motiva)

Infere-se portanto que a obesidade infantil é um tema relevante e que carece de soluções. Sendo assim, o Ministério da educação em parceria com as escolas brasileiras, devem propor aulas sobre hábitos alimentares saudáveis, por meio de visitas de profissionais da saúde para darem aulas tanto práticas, quanto teóricas sobre os efeitos negativos da obesidade na saúde das crianças, focando principalmente nos alunos já obesos ou que tenham a tendência de apresentar tal patologia, a fim de erradicar os maus hábitos alimentares do público infantil. Dessa forma, garantirá o direito à saúde para as crianças, assim como rege a constituição.(Boa intervenção. Apenas atente-se aos desvios gramaticais de concordância)

COMENTÁRIO: Seu texto obedece à estrutura dissertativa-argumentativa. Primeiro, atente-se aos desvios gramaticais ao longo da produção, sempre revise seu texto assim que finaliza-lo. Segundo, apenas faço uma ressalva em relação ao aprofundamento nos parágrafos de argumentação. No mais, sua redação está bem estruturada e bem endossada, parabéns. :)

Corrijam pra mim por favor 🥺🤍

hel0oooo , Ei!!! Estou muito animada para[…]

Tinha corrigido tudo certinho e mandei errado afs […]

Na obra de origem australiana, “A Menina que[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM