Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#57861
Em 1888 foi aprovada a Lei Áurea no Brasil, que proporcionava o fim da escravidão e um marco na história do país. No entanto, o trabalho em condições escravas e a falta de direitos trabalhistas presentes no século XIX têm perdurado atualmente. Assim, torna-se imperiosa a análise dos fatores que contribuem para se entender essa conjuntura.

Em primeira análise, é importante ressaltar que ao invés de grilhões e correntes , o elemento escravizador é outro: a falta de qualificação. Ora, com o mercado de trabalho cada vez mais exigente, as opções de trabalho para quem não se qualifica se reduzem drasticamente a trabalhos mal remunerados e muitas vezes em condições escravas. Ademais, é deveras contraditório tentar conciliar as exigências do mercado de trabalho com as poucas oportunidades de qualificação no Brasil. Desta forma, como diria o filósofo Thomas Hobbes, uma “intervenção estatal” mostra-se necessária.

Por conseguinte, é imprescindível notar que a falta de direitos trabalhistas também aflige a dignidade do trabalho, não há melhor da atualidade como os motoristas de aplicativo, que estão constantemente vulneráveis a acidentes embora não haja direitos para cobri-los caso um acidente aconteça. Desta maneira, medidas para conter essas problemáticas são essenciais.

Em suma, para promover a dignidade do trabalho no Brasil, é mister que o Ministério da Educação proporcione uma maior facilitação do acesso aos cursos de qualificação a fim de garantir que mais pessoas sejam integradas ao mercado de trabalho. Além disso, também é necessário que o Congresso Nacional promova mais direitos trabalhistas por meio a aprovação de projetos de lei que em especial, exijam direitos por parte das empresas do trabalho informal e serviços móveis. Portanto, com a aplicação dessas medidas poderá se ter melhores condições de trabalho no Brasil.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#58155
CORREÇÃO (X)

Em 1888 foi aprovada a Lei Áurea no Brasil, que proporcionava o fim da escravidão e um marco na história do país. No entanto, o trabalho em condições escravas e a falta de direitos trabalhistas presentes no século XIX têm perdurado atualmente. Assim, torna-se imperiosa a análise dos fatores que contribuem para se entender essa(2) conjuntura.

Em primeira análise, é importante ressaltar que ao invés de grilhões e correntes , o elemento escravizador é outro: a falta de qualificação. Ora, com o mercado de trabalho cada vez mais exigente, as opções de trabalho para quem não é qualificado(3) se reduzem drasticamente a trabalhos mal remunerados e muitas vezes em condições escravas. Ademais, é deveras contraditório tentar conciliar as exigências do mercado de trabalho com as poucas oportunidades de qualificação no Brasil. Desta forma, como diria o filósofo Thomas Hobbes, uma “intervenção estatal” mostra-se necessária.(4)

Por conseguinte, é imprescindível notar que a falta de direitos trabalhistas também aflige a dignidade do trabalho.(5) Nãomelhor da atualidade(6) como os motoristas de aplicativo, que estão constantemente vulneráveis a acidentes embora não haja direitos para cobri-los caso um acidente aconteça. Desta maneira, medidas para conter essas problemáticas são essenciais.

Em suma, para promover a dignidade do trabalho no Brasil, é mister que o Ministério da Educação proporcione uma maior facilitação do acesso aos cursos de qualificação(8) a fim de garantir que mais pessoas sejam integradas ao mercado de trabalho. Além disso, também é necessário que o Congresso Nacional promova mais direitos trabalhistas por meio a aprovação de projetos de lei que em especial, exijam direitos por parte das empresas do trabalho informal e serviços móveis. Portanto, com a aplicação dessas medidas poderá se ter melhores condições de trabalho no Brasil.


OBSERVAÇÕES:

(1)-Você poderia reformular melhor essa parte. Eu optaria por evitar usar "condições escravas". Você poderia ter escrito "condições precárias" ou termo semelhante. Opinião minha claro.
(2)-O pronome "se" foi utilizado de forma indevida, porque já existe um pronome (essa) na frase sendo utilizado.
(3)-Ficaria melhor assim creio eu. Utilizar "se qualifica" expressa o sentido de que ele mesmo define se é qualificado ou não, algo que não ocorre na realidade.
(4)-A sua argumentação foi bastante boa no primeiro desenvolvimento, porém, a ausência de um repertório produtivo pode te prejudicar. Não sei se é o caso aqui. A citação de Hobbes não faz diferença em seu texto, ou seja, ele é legitimado, pertinente e improdutivo.
(5)-O período acaba aqui. É porque não tem uma conjunção para continuar o texto (Desconto na competência 1).
(6)-"Melhor da atualidade"? "Melhor na atualidade" seria o correto. Essa primeira frase está bastante confusa inclusive (Gramaticalmente falando).
(7)-O segundo desenvolvimento poderia ser melhor desenvolvido. Isso demonstra que você não consegue discorrer de forma eficiente sobre o assunto tratado (Desconto na competência 4).
(8)-Como essa ação será efetivada?
(9)-Não tem ao menos uma proposta de intervenção completa. É preciso que tenha uma proposta de intervenção completa no mínimo.
:arrow: A primeira possui estes elementos: Agente e finalidade (A ação creio eu que é nula pela forma que você fez).
:arrow: A segunda possui estes elementos: Agente, meio e finalidade (Anulação da ação pelo mesmo motivo da anterior).
Uma conclusão completa possui agente, ação, meio, finalidade e detalhamento.

É isso. Qualquer dúvida ou objeção pode me marcar. Espero as suas próximas redações. Até mais. :D

OBS.: Vou deixar um material que possivelmente possa te ajudar.

Segundo dados do site IPEA (Instituto de Pesquisa […]

A essencialidade das atividades físicas […]

Bom dia Vou tentar colocar aqui os desvios que eu […]

se eu falar pra vocês que li o tópic[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM