Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#50471
Com o advento do Estatuto da Criança e do Adolescente, constata-se o dever de todos, tanto do Estado quanto da sociedade, para a proteção integral ao menor de idade. Entretanto, esse direito não é assegurado na contemporaneidade, visto que ainda existe o trabalho infantil no Brasil, devido à desigualdade, e por consequência, a evasão escolar. Por isso, políticas públicas são necessárias para resolver esse impasse.

Em primeiro lugar, vale mencionar a desigualdade em todo o país. De acordo com dados do IBGE, tem mais de 13 milhões de pessoas na extrema pobreza, principalmente na região do nordeste. Dessa forma, observa-se o principal motivo para as crianças se dedicarem ao trabalho tão cedo, já que a maioria vem de família pobre ou até são órfãos, e não possuem recursos para ter uma vida digna. Por isso, a Organização Internacional do Trabalho visa erradicar essa prática, mas com a omissão estatal, esse problema está longe de ser resolvido.

Além disso, é importante destacar que a evasão escolar ocorre por conta do trabalho infantil. Sob esse ponto de vista, a música “Sementes” do cantor Emicida, traz em sua letra o combate a essa prática e retrata a realidade das crianças que querem estudar, mas não podem, porque são obrigadas a trabalhar. De fato, percebe-se a ligação dos problemas e como um gera o outro, o trabalho infantil reflete na frequência da criança na escola, na vida social, na felicidade e na dignidade humana. Logo, é fundamental a atuação governamental para a garantia dos fundamentos e objetivos constitucionais, bem como o respeito aos direitos humanos.

Portanto, urge que medidas sejam realizadas para solucionar esse problema. Assim, cabe ao Estado, responsável por erradicar a pobreza e reduzir as desigualdades, combater o trabalho infantil e conscientizar a população, por meio de políticas públicas que visem diminuir a miséria no país e da criação de plataformas digitais para a denunciação dos casos em tema, a fim de cessar essa exploração infantil e garantir um futuro melhor às crianças.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 190

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 150

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 130

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#50483
Irei corrigir está redação, espero ajudar

Com o advento do Estatuto da Criança e do Adolescente, constata-se o dever de todos, tanto do Estado quanto da sociedade, para a proteção integral ao menor de idade. Entretanto, esse direito não é assegurado na contemporaneidade, visto que ainda existe o trabalho infantil no Brasil, devido à desigualdade, e por consequência, a evasão escolar. Por isso, políticas públicas são necessárias para resolver esse impasse. Boa introdução

Em primeiro lugar, vale mencionar a desigualdade em todo o país. De acordo com dados do IBGE, tem mais de 13 milhões de pessoas na extrema pobreza, principalmente na região do nordeste. Dessa forma, observa-se o principal motivo para as crianças se dedicarem ao trabalho tão cedo, já que a maioria vem de família pobre ou até são órfãos, e não possuem recursos para ter uma vida digna. Por isso, a Organização Internacional do Trabalho visa erradicar essa prática, mas com a omissão estatal, esse problema está longe de ser resolvido.
Faltou aprofundar um pouco neste argumento.

Além disso, é importante destacar que a evasão escolar ocorre por conta do trabalho infantil. Sob esse ponto de vista, a música “Sementes” do cantor Emicida, traz em sua letra o combate a essa prática e retrata a realidade das crianças que querem estudar, mas não podem, porque são obrigadas a trabalhar. De fato, percebe-se a ligação dos problemas e como um gera o outro, o trabalho infantil reflete na frequência da criança na escola, na vida social, na felicidade e na dignidade humana. Logo, é fundamental a atuação governamental para a garantia dos fundamentos e objetivos constitucionais, bem como o respeito aos direitos humanos.
Essa argumentação está boa

Portanto, urge que medidas sejam realizadas para solucionar esse problema. Assim, cabe ao Estado, responsável por erradicar a pobreza e reduzir as desigualdades, combater o trabalho infantil e conscientizar a população, por meio de políticas públicas que visem diminuir a miséria no país e da criação de plataformas digitais para a denunciação dos casos em tema, a fim de cessar essa exploração infantil e garantir um futuro melhor às crianças. Conclusão está boa, senti falta de uma finalização da redação, mas percebi todos os elementos


Está é a última correção que faço antes do Enem, desejo-lhe sorte no dia 17.
#50500
CORREÇÃO (X)

Com o advento do Estatuto da Criança e do Adolescente, constata-se o(1) dever de todos, tanto do Estado quanto da sociedade, para a(2) proteção integral ao menor de idade. Entretanto, esse direito não é assegurado na contemporaneidade, visto que ainda existe o trabalho infantil no Brasil, devido à desigualdade e,(3) por consequência, à(4) evasão escolar. Por isso, políticas públicas são necessárias para resolver esse impasse.

Em primeiro lugar, vale mencionar a desigualdade(5) em todo o país. De acordo com dados do IBGE, tem mais de 13 milhões de pessoas na extrema pobreza, principalmente na região do nordeste. Dessa forma, observa-se o principal motivo para as crianças se dedicarem ao trabalho tão(6) cedo, já que a maioria vêm(7) de família pobre ou até são órfãos,(8) e não possuem recursos para ter uma vida digna. Por isso, a Organização Internacional do Trabalho visa erradicar essa prática, mas com a omissão estatal, esse problema está longe de ser resolvido.

Além disso, é importante destacar que a evasão escolar (9)ocorre por conta do trabalho infantil. Sob esse ponto de vista, a música “Sementes” do cantor Emicida, traz(10) em sua letra o combate a essa prática e retrata a realidade das crianças que querem estudar, mas não podem, porque são obrigadas a trabalhar. De fato, percebe-se a ligação dos problemas e como um gera o outro. O trabalho infantil reflete na frequência da criança na escola, na vida social, na felicidade e na dignidade humana. Logo, é fundamental a atuação governamental para a garantia dos fundamentos e objetivos constitucionais, bem como o respeito aos direitos humanos.

Portanto, urge que medidas sejam realizadas para solucionar esse problema(11). Assim, cabe ao Estado, responsável por erradicar a pobreza e reduzir as desigualdades, combater o trabalho infantil e conscientizar a população, por meio de políticas públicas que visem diminuir a miséria no país e da criação de plataformas digitais para a denunciação dos casos em tema, a fim de cessar essa exploração infantil e garantir um futuro melhor às crianças.

Observações:
(1)-Não entendi o uso do artigo "o" aqui. Se você quisesse substantivar o verbo faria mais sentido, mas não vejo que foi esse o seu propósito.

(2)-Aqui é "dever de todos a proteção". O "para a" tem a mesma relação sintática do "à", sendo equivocado nesse caso.

(3)-Isolou de forma indevida aqui.

(4)-"Devido à evasão escolar." Já vi esse erro na sua redação. Atente-se mais a ele.

(5)-Você já tinha utilizado essa palavra. Usava "a falta de igualdade". Essa tava fácil. :lol:

(6)-Acho que é informal. Utilize "bastante" se for.

(7)-Sujeito omitido (elipse). "A maioria das crianças vêm de família pobre."

(8)-Não separe a oração do sujeito principal.

Obs.: A vírgula antes da conjunção "e" é utilizado em um caso, quando surge um outro sujeito, e ainda nesse caso é facultativo. Enfim..., o que recomendo é que nunca use vírgula antes do "e", pois no caso que é para utilizar, ainda é de preferência do escritor por ou não.

(9)-Busque sinônimos.

(10)-Não separe o sujeito do verbo... :cry:

(11)-Não utilize frases abrangentes. A competência 4, se não me engano, tem como critério analisar a relação das palavras com o texto e no manual destaca esse mesmo tipo de frase, da qual consideram dispersa do texto.

Nada de errado encontro a mais. É isso. Até.
Se tiver alguma objeção ou dúvida do que falei, pode me marcar, viu?
#50590
jherodrigues escreveu:@Geralcinoj, arrasou! o que está pegando mesmo é a sintaxe :D
Normal. É a competência mais objetiva, mas o tempo curto para fazer redação prejudica muito ela.

CORREÇÃO: O que destaquei na observação é para não utilizar antes do "e" a vírgula, não depois. Só destacando. Corrigi já.

A Nova Ditadura Atualmente o mundo encontra-se na […]

Tráfico de drogas nas rodovias

É notório que o tráfico de dr[…]

No romance “A escrava Isaura”, o anta[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM