Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#54558
Segundo a Lei da Inércia, de Isaac Newton, um corpo possui uma tendência natural a permanecer em repouso quando nenhuma força é aplicada a ele. À vista disso, é perceptível o mesmo raciocínio no que tange ao trabalho infantil e à evasão escolar, porque, na maioria das vezes, as medidas aplicadas para a redução desse problema são nulas. Destarte, a irresponsabilidade estatal e as disparidades sociais permitem o agravamento da problemática citada no mundo contemporâneo.

Diante desse cenário, a irresponsabilidade estatal é uma causa latente do problema. Nesse sentido, esta situação ignora o Contrato Social, proposto pelo filósofo John Locke, em que o Estado deve assegurar ao indivíduo a manutenção e a segurança de seus direitos naturais. Nessa perspectiva, é inadmissível que o Estado negligencie seus investimentos ao setor de fiscalização, visto que impede a diminuição do trabalho infantil e, ainda, inviabiliza a execução de políticas públicas, que se comprometem a reduzir os efeitos negativos da evasão escolar, pois elas necessitam de capital para eficiência de seus objetivos. Dessa maneira, urge que o Estado revise atentamente a quantidade de capital investido no setor de fiscalização.

Outrossim, as disparidades sociais permitem a perpetuação do problema. Nesse contexto, dados divulgados pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) revelam que, no ano de 2019, o Brasil ocupava a 8°posição na classificação de países com maior desigualdade de renda. Sob esse viés, é notório que, com a concentração exacerbada de recursos sob tutela de uma pequena parcela da população brasileira, a ampliação dos índices de trabalho infantil e evasão escolar mostra-se mais evidente no percentual mais pobre da população. Com isso, o acesso à educação torna-se um bem elitista.

Portanto, em razão da irresponsabilidade estatal e das disparidades sociais ,faz-se necessária uma intervenção. Desse modo, as Prefeituras devem aumentar a fiscalização do trabalho infantil e evasão escolar em suas cidades, por meio de maior destinação de verbas públicas ao setor de fiscalização, afim de que o direito das crianças em frequentar a escola não seja negligenciado. Além disso tal ação pode ainda contar com a distribuição de cartilhas que falem sobre o trabalho infantil é evasão escolar nos dias atuais. Dessa forma, o combate ao trabalho infantil e à evasão escolar no Brasil não será análogo à Lei da Inércia.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 173

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 187

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 187

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 187

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#54573
Miniglossário
Desvio: problema de gramática ou de convenções de escrita.
Falha: problema de estrutura sintática.
Inadequação: problema de coesão.
Monobloco: redação constituída por um único parágrafo, configurando um bloco maciço de períodos sem qualquer organização paragráfica identificável.
Operadores argumentativos: elementos que são responsáveis pelo encadeamento dos enunciados, estruturando o texto e determinando a orientação argumentativa.
Parte embrionária: introdução, argumentação ou conclusão muito curta devido a sua pouca produção.
Sem direção: redação que apresenta informações, fatos e opiniões de forma caótica ou desconexa, isto é, um aglomerado de palavras, frases ou ideias que não se articulam entre si em defesa de um ponto de vista.
...
...
Correção da redação
Usuário(a): @Easy

Tipo de correção:
(X) Detalhada
(X) Completa

Legenda:
desnecessário ou redundante
(elementos da proposta de intervenção)
erro correção
linguagem confusa
mandou bem
"melhorável"
(w): observação
repetição

Segundo a Lei da Inércia, de Isaac Newton, um corpo possui uma tendência natural a permanecer em repouso quando nenhuma força é aplicada a ele (1). À vista disso, é perceptível o mesmo raciocínio no que tange ao trabalho infantil e à evasão escolar (2), porque, na maioria das vezes, as medidas aplicadas para a redução desses problemas são nulas. Destarte (3), a irresponsabilidade estatal e as disparidades sociais (4) permitem o agravamento da problemática citada no mundo contemporâneo.
Diante desse cenário (5), a irresponsabilidade estatal é uma causa latente do problema. Nesse sentido, esta essa (6) situação ignora desrespeita o Contrato Social, proposto pelo filósofo John Locke, em que o Estado deve assegurar ao indivíduo a manutenção e a segurança de seus direitos naturais (7). Nessa perspectiva, é inadmissível que o Estado negligencie seus investimentos ao setor de fiscalização, visto que isso impede a diminuição do trabalho infantil e, ainda, inviabiliza a execução de políticas públicas, que se comprometem a contribuem para reduzir os efeitos negativos da evasão escolar, pois (8) elas necessitam de capital para a eficiência de seus objetivos. Dessa maneira, urge que o Estado revise atentamente a quantidade de capital investido no setor de fiscalização. (9)
Outrossim, as disparidades sociais permitem a perpetuação do problema. Nesse contexto, dados divulgados pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) revelam que, no ano de 2019, o Brasil ocupava a 8°posição na classificação de países com maior desigualdade de renda (10). Sob esse viés (11), é notório que, com a concentração exacerbada de recursos sob tutela de uma pequena parcela da população brasileira, a ampliação dos índices de trabalho infantil e evasão escolar mostra-se mais evidente no percentual mais pobre da população. Com isso, o acesso à educação torna-se um bem elitista. (12)
Portanto, em razão da irresponsabilidade estatal e das disparidades sociais, faz-se necessária uma intervenção. Desse modo (13), as Prefeituras prefeituras (agente) (14) devem aumentar a fiscalização do trabalho infantil e da (15) evasão escolar em suas cidades (ação), por meio de maior destinação de verbas públicas ao setor de fiscalização (meio), afim a fim de que o direito das crianças em frequentar a escola não seja negligenciado (finalidade). Além disso, tal ação pode ainda contar com a distribuição de cartilhas que falem sobre o trabalho infantil é e sobre a evasão escolar nos dias atuais (detalhamento) (16). Dessa forma, o combate ao trabalho infantil e à evasão escolar no Brasil não será análogo à Lei da Inércia (17).

Observações:
(1) Não recomendo esse repertório. É muito genérico. Mas pode usar, se quiser. Melhor isso do que nada.
(2) Relacione os dois problemas.
(3) Você não está tirando uma conclusão baseada no que você disse antes. Eu preferiria algo como "nesse contexto".
(4) Muito bem! Antecipar os seus argumentos fortalece o projeto de texto.
(5) Não está errado, mas eu não sugiro que você dê essa ideia de continuidade entre a introdução e o D1.
(6) Tanto "nesse sentido" quanto "essa situação" são mecanismos coesivos que retomam a ideia da frase anterior. É redundante usar os dois.
(7) Repertório produtivo, parabéns!
(8) Evite usar dois conectivos de mesmo valor - explicativo, nesse caso - de forma tão próxima.
(9) Argumentou consistente, mandou bem! Só faço duas ressalvas: primeiro, você poderia ter relacionado mais o trabalho infantil à evasão escolar; segundo, você poderia ser um pouquinho mais sucinta. Mas não se preocupe, porque são problemas pequenos.
(10) Outro repertório produtivo, parabéns!
(11) Os dados são objetivos, então não há um viés.
(12) Vou ser chato e dizer de novo que faltou a relação entre os problemas... Mas, mesmo assim, o argumento está ótimo! Maravilha!
(13) Evite usar dois conectivos de mesmo valor - conclusivo, nesse caso - de forma tão próxima.
(14) Quando se fala de maneira geral - governos, prefeituras, institutos... - o correto é começar com letra minúscula; quando se trata de de um órgão específico - Governo Federal, Prefeitura de São Paulo, Instituto Butantã... - as iniciais devem ser maiúsculas.
(15) Cuidado com o paralelismo.
(16) Proposta completa, parabéns!
(17) Boa retomada!

Notas:
C1 - 160
Justificativa: apesar de você escrever super bem, há mais de dois desvios gramaticais.
C2 - 200
Justificativa: há repertórios produtivos e excelente domínio do tipo textual.
C3 - 160
Justificativa: por causa daquele pequeno detalhe (relação entre os problemas).
C4 - 160
Justificativa: boa articulação, sem inadequações. Há algumas repetições.
C5 - 200
Justificativa: proposta com todos os elementos necessários.

Total - 880
Você arrasou!!! Continue praticando que o 1000 vem!!! Conte comigo para chegar lá!!!

Referências
Material de leitura dos corretores do ENEM: apostila-manual-de-leitura-dos-corretor ... 15107.html
Definição de viés: https://www.dicio.com.br/vies/
Maiúsculas e minúsculas em nomes de órgãos: shorturl.at/anMV9
afim x a fim de: https://novaescola.org.br/conteudo/5084 ... B1EALw_wcB

...
Se puder, doe para o projeto, por favor: donation/index.html
Os usuários que contribuírem terão benefícios no meu sistema de correções.

A Constituição Federal de 1988 em se[…]

Muito obrigado jherodrigues

Em pleno século XXI, onde são aponta[…]

O cantor Marcio Victor em uma de suas músic[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM