• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#68179
A Declaração Universal dos Direitos Humanos, de 1948, defende a manutenção do respeito entre os povos de uma mesma nação. No entanto, na atual realidade brasileira, observa-se justamente o contrário quanto a questão do trabalho escravo no Brasil atual e os caminhos para aprovação. Nesse sentido, "o trabalho escravo no Brasil atual: caminhos para superação" tem como causa questões socioculturais e encontra espaço na base educação lacunar.
Em primeira análise, as questões socioculturais mostram-se como um dos desafios à resolução do problema. Conforme Durkheim, o fator social é a maneira coletiva de pensar. Sob essa lógica, nota-se que o impasse do trabalho escravo no Brasil atual é fortemente influenciado pelo pensamento coletivo, uma vez que, se a pessoa cresce inserida em um contexto social injusto, a tendência é adotar esse comportamento também, o que torna a solução da questão ainda mais complexa.
Outrossim, a base educacional lacunar ainda é um grande impasse na resolução da problemática. Para o filósofo Kant, o ser humano é resultado da educação que teve. De acordo com essa perspectiva, se há um problema social, há como base uma lacuna educacional. No que tange os caminhos para superação do trabalho escravo no Brasil atual, percebe-se a influência dessa causa, uma vez que a escola não tem cumprido seu papel no sentido de reverter esse problema, pois não leva à sala de aula conteúdos que ajam na resolução da questão.
Logo, medidas são necessárias para alterar esse cenário. Sendo assim, é essencial que o Ministério da Educação, em parceria com empresas tecnológicas, promova, para professores das redes pública e privada, cursos sobre como abordar conflitos sociais na sala de aula. Tais cursos devem ser gratuitos e digitais, a ensinar ferramentas e métodos para que os professores possam discutir assuntos como "o trabalho escravo no Brasil atual: caminhos para superação", e consigam assim encontrar encontrar correções em conjunto com os alunos. Dessa forma, os cidadãos atuarão ativamente na mudança brasileira.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#68241
A Declaração Universal dos Direitos Humanos, de 1948, defende a manutenção do respeito entre os povos de uma mesma nação (contextualização). No entanto, na atual realidade brasileira, observa-se justamente o contrário quanto a questão do trabalho escravo no Brasil atual e os caminhos para aprovação. Nesse sentido, "o trabalho escravo no Brasil atual: caminhos para superação" tem como causa questões socioculturais e encontra espaço na base educação lacunar(encaminhamento).
Observação: sua introdução ficou muito boa, mas só que repetiu duas vezes "trabalho escravo no Brasil atual e os caminhos" em um curto período do texto e isso perde pontos. Não é preciso colocar o tema entre parentes e nem ele todo então pode ser tipo: O trabalho escravo no Brasil.

Em primeira análise, as questões socioculturais mostram-se como um dos desafios à resolução do problema (apresentação da ideia). Conforme Durkheim, o fator social é a maneira coletiva de pensar (fundamentação argumentativa). Sob essa lógica, nota-se que o impasse do trabalho escravo no Brasil atual é fortemente influenciado pelo pensamento coletivo, uma vez que, se a pessoa cresce inserida em um contexto social injusto, a tendência é adotar esse comportamento também, o que torna a solução da questão ainda mais complexa(contextualização).
Observação:: foi explicado tudo, seu texto ficou coerente explicou a argumentação mas faltou o fechamento.

Outrossim, a base educacional lacunar ainda é um grande impasse na resolução da problemática (apresentação da ideia). Para o filósofo Kant, o ser humano é resultado da educação que teve. De acordo com essa perspectiva, se há um problema social, há como base uma lacuna educacional (fundamentação argumentativa). No que tange os caminhos para superação do trabalho escravo no Brasil atual, percebe-se a influência dessa causa, uma vez que a escola não tem cumprido seu papel no sentido de reverter esse problema, pois não leva à sala de aula conteúdos que ajam na resolução da questão(contextualização).
(Observação) foi explicado tudo, seu texto ficou coerente explicou a argumentação mas faltou o fechamento. E o uso do "Outrossim" foi muito bem usado que irá garantir riqueza na sua D2.

Logo, medidas são necessárias para alterar esse cenário (Tópico frasal). Sendo assim, é essencial que o Ministério da Educação (AGENTE) , em parceria com empresas tecnológicas (AÇÃO), promova, para professores das redes pública e privada, cursos sobre como abordar conflitos sociais na sala de aula (DETALHAMENTO). Tais cursos devem ser gratuitos e digitais, a ensinar ferramentas e métodos para que os professores possam discutir assuntos como "o trabalho escravo no Brasil atual: caminhos para superação", e consigam assim encontrar encontrar correções em conjunto com os alunos (DETALHAMENTO). Dessa forma, os cidadãos atuarão ativamente na mudança brasileira (FECHAMENTO).

espero ter ajudado :D

Oi. Ainda hoje eu tento corrigir sua redaç[…]

Spayke , Oi bom dia, eu como só sou um es[…]

oi gente, bom dia esperam que estejam bem quando t[…]

Sabemos que a meritocracia na sociedade brasileira[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM