• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#50943
A Constituição federal brasileira provê o direito à liberdade de expressão da atividade intelectual. Contudo, esse direito é corrompido diante da prática do terrorismo como arma ideológica no Brasil. A problemática, negligenciada pelo poder do governo é, principalmente, manifestada devido à polarização de ideologias políticas no país.

Em primeiro lugar, é notório que o cerne da questão é negligenciado pela força do governo. Apesar dos cidadãos serem conscientes dos direitos que lhe são garantidos, graças aos meios de comunicação do século vigente, é com frequência que motivações pessoais e egoístas sobrepõem-se ao dever de respeitar o direito do outro, exibindo, assim, uma falha no que entende-se por cidadania, o que impacta negativamente o seu desempenho a nível nacional e ocasiona cenários de violência explícita, como o terrorismo. Dessa forma, infere-se que tal problema de profundidade sociológica convém ser analisado pelo governo urgentemente, uma vez que lhe é atribuída a responsabilidade para com o tipo de adversidade supracitado.

Além disso, a proeminente polarização de ideologias políticas no Brasil atua como forte estimulante a práticas terroristas no país. Uma reportagem fornecida pelo jornal o Globo mostra o caso de dois militares de direita planejando uma atentado à bomba, esta acabando explodindo a caminho do destino final, fato que abriu espaço para uma investigação da CIA sobre os culpados e seus interesses por trás do ataque. Nesse sentido, é plausível afirmar que a discrepância entre ideologias políticas no país é um enorme fator para a execução de ataques terroristas.

Logo, medidas devem ser tomadas para a resolução do problema. Faz-se necessário que o Ministério dos Direitos Humanos, por meio da diretrizes voltadas para a defesa dos direitos da população, promulgar campanhas midiáticas que visem promover a importância do respeito à liberdade de expressão e pensamento, a fim de consolidar o exercício integral da cidadania. Assim, espera-se que a realidade do terrorismo como arma ideológica no Brasil seja erradicada, efetivando, finalmente, o exercício da Constituição na prática.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 170

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#50955
@Macana

A Constituição federal brasileira provê o direito à liberdade de expressão da atividade intelectual. Contudo, esse direito é corrompido diante da prática do terrorismo como arma ideológica no Brasil. A problemática, negligenciada pelo poder do governo é, principalmente, manifestada devido à polarização de ideologias políticas no país.
Perfeita sua introdução!

Em primeiro lugar, é notório que o cerne da questão é negligenciado pela força do governo. Apesar dos cidadãos serem conscientes dos direitos que lhe são garantidos, graças aos meios de comunicação do século vigente, é com frequência que motivações pessoais e egoístas sobrepõem-se ao dever de respeitar o direito do outro, exibindo, assim, uma falha no que entende-se por cidadania, o que impacta negativamente o seu desempenho a nível nacional e ocasiona cenários de violência explícita, como o terrorismo. Dessa forma, infere-se que tal problema de profundidade sociológica convém ser analisado pelo governo urgentemente, uma vez que lhe é atribuída a responsabilidade para com o tipo de adversidade supracitado.
Bom desenvolvimento, mas faltou um repertório concreto para fundamentar sua argumentação.

Além disso, a proeminente polarização de ideologias políticas no Brasil atua como forte estimulante a práticas terroristas no país. Uma reportagem fornecida pelo jornal o Globo mostra o caso de dois militares de direita planejando uma um atentado à bomba, esta acabando explodindo a explodir a caminho do destino final, fato que abriu espaço para uma investigação da CIA sobre os culpados e seus interesses por trás do ataque. Nesse sentido, é plausível afirmar que a discrepância entre ideologias políticas no país é um enorme fator para a execução de ataques terroristas.
Sua argumentação aqui está pouco aprofundada, você deu muito espaço ao repertório e pouquíssimo para a argumentação.

Logo, medidas devem ser tomadas para a resolução do problema. Faz-se necessário que o Ministério dos Direitos Humanos (agente), por meio da diretrizes voltadas para a defesa dos direitos da população (meio/modo), promulgar promova campanhas midiáticas que visem promover a importância do respeito à liberdade de expressão e pensamento (ação), a fim de consolidar o exercício integral da cidadania (efeito/finalidade). Assim, espera-se que a realidade do terrorismo como arma ideológica no Brasil seja erradicada, efetivando, finalmente, o exercício da Constituição na prática.
Sua proposta falta o detalhamento.

Seu texto está muito bom, mas dê maior atenção à argumentação e ao uso de repertórios. Além disso, adicione o detalhamento em sua intervenção... bom ENEM!
#51086
Introdução

A Constituição Federal* brasileira provê o direito à liberdade de expressão da atividade intelectual. Contudo, esse direito é corrompido diante da prática do terrorismo como arma ideológica no Brasil. A problemática, negligenciada pelo poder do governo é, principalmente, manifestada devido à polarização de ideologias políticas no país.

Boa introdução, não tenho nada a criticar aqui :)

Desenvolvimento I

Em primeiro lugar, é notório que o cerne da questão é negligenciado pela força do governo. (faltou conectivo) Apesar dos cidadãos serem conscientes dos direitos que lhe são garantidos, graças aos meios de comunicação do século vigente, é com frequência que motivações pessoais e egoístas sobrepõem-se ao dever de respeitar o direito do outro, exibindo, assim, uma falha no que entende-se por cidadania, o que impacta negativamente o seu desempenho a nível nacional e ocasiona cenários de violência explícita, como o terrorismo. Dessa forma, infere-se que tal problema de profundidade sociológica convém ser analisado pelo governo urgentemente, uma vez que lhe é atribuída a responsabilidade para com o tipo de adversidade supracitado.

Você tem uma boa estrutura, mas confesso que acho usar motivações pessoais e egoístas uma argumentação um tanto quanto rasa para um tema como o terrorismo. Além disso, como citado pela colega acima, também faltou repertório sociocultural.

Desenvolvimento II

Além disso, a proeminente polarização de ideologias políticas no Brasil atua como forte estimulante à* práticas terroristas no país. Uma reportagem,* fornecida pelo jornal "O Globo"*,* mostra o caso de dois militares de direita planejando um* atentado à bomba;* esta acabando explodindo a caminho do destino final, fato que abriu espaço para uma investigação da CIA sobre os culpados e seus interesses por trás do ataque. Nesse sentido, é plausível afirmar que a discrepância entre ideologias políticas no país é um enorme fator para a execução de ataques terroristas.

Também como dito acima, você focou muito no repertório e acabou não dando espaço para argumentação, o que se caracteriza como ausência de autoria.

Conclusão

Logo, medidas devem ser tomadas para a resolução do problema. Faz-se necessário que o Ministério dos Direitos Humanos, por meio da diretrizes voltadas para a defesa dos direitos da população, promulgar campanhas midiáticas que visem promover a importância do respeito à liberdade de expressão e pensamento, a fim de consolidar o exercício integral da cidadania. Assim, espera-se que a realidade do terrorismo como arma ideológica no Brasil seja erradicada, efetivando, finalmente, o exercício da Constituição na prática.

Proposta de intervenção completa.

Bons estudos <3
A exploração trabalhista

A constituição federal de 1988[1], d[…]

EmillyySilva poderia me ajudar a corrigir essa r[…]

igualdade a todos

A constituição federal de 1988, docu[…]

A obra da artista brasileira Tarsila do Amaral &ls[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM