Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
Por Ruanpablo
#40958
A série Norte Americana, 13 reasons why, retrata a depressão dos últimos dias de vida de Hannah Baker, uma adolescente do ensino médio que tirou a própria vida, mas que antes deixa um conjunto de fitas cassete apontando as motivações que a levaram a cometer tal ato. Fora da ficção, é de conhecimento empírico, que o contexto apresentado na série está relacionado ao mundo contemporâneo, uma vez que, os casos de suicídios tem crescido de forma alarmante. Desse modo, é necessário que estratagemas sejam encontrados com a finalidade de resolver esse quadro.
A priori, vale salientar, o que fala o sociólogo Bauman, “ Na sociedade contemporânea, emergem o individualismo, a fluidez e a efemeridade das relações”. Dessa forma, compreender o quanto esse desejo individualista tem contribuído para os acréscimos dos casos de suicídios no mundo, um vez que, a Atitude Blasé, a incapacidade de reagir a novos estímulos com as energias adequadas, está cada vez mais incorporada na vida das grandes metrópoles, de modo que o importante é o “eu”. Logo, observa-se que esse pensamento conseguiu abalar, também, a estrutura social dentro dos lares porque, atualmente, o diálogo familiar perdeu o seu valor como alicerce social e orientador, essencial para prevenir e combater doenças psíquicas, assim, podendo evitar muitos casos de suicídio
Partindo daí, dados estatísticos da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelam a necessidade de tratar o suicídio como uma enfermidade social. Ainda mais, alguns cientistas consideram a sociedade como um organismo vivo, uma vez que, crises políticas, econômicas e sociais são fatores condicionantes para o aumento do número de casos de estresse, ansiedade e depressão. Isto é retratado a 7° temporada de American horror story, onde um cenário de incertezas políticas assola os EUA, causando medo nas pessoas. Nesse sentido, o Estado, no papel de mentor, deve estar em consonância com as instituições sociais.
Infere-se, portanto, que essa questão faz parte da realidade brasileira e exige uma atenção especial. Cabe, ao Estado, por meio dos Mistérios da Educação e Cultura incrementar nos canais de comunicação, estatais e privados, assuntos relacionados ao combate dessa enfermidade social e investir na capacitação de profissionais da educação, para que reconheçam atitudes suicídas. Além disso, a atuação de profissionais da psicologia e assistência social deve ser disponibilizada nas instituições de ensino, sendo acessível a todos os alunos.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Segundo o sociólogo polonês Zygument[…]

O artigo sexto da Constituição Feder[…]

Logo mais te trago comentários. Obrigada […]

MatheusM33 , como já houve uma corre&cced[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM