Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#58201
O Brasil é o sexto país mais populoso do mundo de acordo com a ONU, mas, grande parte dessa população é classificada como minoria. São elas: negros, LGBTQIA+, portadores de deficiências, indígenas e entre outros. Pessoas que são excluídas da sociedade quando é analisada questões de conquistas de direitos e representatividade. Os negros, mesmo sendo 50% da população, são dificilmente incluídos no mercado de trabalho, isso resulta na falta de representatividade e visibilidade em novelas, jornais, filmes, séries e entre outros.
Em primeiro lugar, é importante destacar que a causa da falta de representatividade de pessoas negras, por exemplo, se dá pelo racismo enraizado na sociedade. Desde o período da abolição da escravidão onde os negros dificilmente eram inclusos na sociedade e muito menos eram representados. Hoje em dia essa realidade não é diferente. Na atualidade, há poucos negros na televisão, no cinema, em teatros, em brinquedos e mais.
Consequentemente, a decadência na representatividade traz sérios problemas ao indivíduo no livro: "Os efeitos psicossociais do racismo" do AMMA psique e negritude discute os efeitos do racismo na sociedade e o quanto a representatividade é importante, principalmente para as crianças negras, porque elas não se veem como realmente são e como é importante combater o preconceito racial, já que é na infância que é moldada a identidade das pessoas. Ademais, não só na infância é necessária a representação negra, e sim, em todas as fases da vida. Ter alguém para se espelhar é fundamental para seu comportamento em sociedade, formando também um indivíduo confortável com as suas características naturais.
Portanto, é preciso que o estado tome providências para amenizar o quadro atual. Para que as minorias no país sejam eventualmente representadas. Espera-se que, o Ministério da Cultura com o Ministério do Trabalho e da Educação criem um projeto de lei entregue à câmara dos deputados que torne obrigatório falar sobre essas minorias em escolas, na mídia, nos programas de televisão em horário nobre. Através de campanhas, propagandas, filmes, novelas, séries, brinquedos e entre outros. Com isso, terá indivíduos seguros e confortáveis com a sua cultura e características, o que é crucial para uma mudança relativa na sociedade, tornando possível a visibilidade e representatividade dessas pessoas em lugares de grande importância.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Promugada pela ONU em 1948, a declaraç&atil[…]

Sua redação não encaixa corre[…]

O filósofo francês Sartre defende que[…]

"Só pro meu prazer..."

Obrigada Ashiley , ficarei mais atenta quanto as […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM