• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por Rayane18
#64286
É indiscutível que o número de crianças e adolescentes que abandonaram a escola para trabalhar e assumir as contas de casa é alarmante.
Em uma pesquisa do instituto Brasileiro de geografia e estatística, IBGE, do ano de 2020 revela que o número de crianças em ocupação consideradas trabalho infantil caiu de 5,3% em 2016, para 4,6 das pessoas de 5 a 17 anos em 2019. Contudo o número ainda é de 1,8 milhão de crianças e jovens nessa situação no país.
Muitos pais dizem e justificam que seus filhos não tem outra opção pois se não trabalharem e ajudarem nas contas de casa irá faltar comida na mesa. Sendo assim alguns só trabalham em um turno e nos demais estudam e ajudam nas tarefas de casa mas infelizmente o rendimento dessas crianças caem fazendo assim com que eles desanimem e desistam da escola.
Por fim as crianças que tem a necessidade de trabalhar deveriam ter um acompanhamento e incentivo de seus professores, colegas e pais para que eles persistam e não desistam na escola atribuindo assim que elas permaneçam até o fim de sua vida escolar.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Avatar do usuário
Por Enni29
Quantidade de postagens
#64294
Primeiro saliento que não sou corretora profissional, porém vou enumerar os erros gerais que achei:
Concordância verbal e nominal errada.
Erros de acentuação
Falta de conectivo (início do 2° parágrafo)
Texto insuficiente (curto demais, sem detalhamento)

Parágrafo da introdução
*Faltou a tese

Parágrafo de argumentos :
*Faltou repertório para justificar o que você disse sobre os pais (uma pesquisa, um dado, alusão)

Faltou o 2 parágrafo de argumento
→ normalmente a redação tem 4 parágrafos
1° parágrafo → introdução
2° e 3° parágrafo → argumentos (1 em cada)
4° parágrafo → conclusão


Parágrafo de Conclusão insuficiente :
*Falta de detalhamento da proposta de Intervenção.
*omissão de possíveis órgãos (Governo Federal; Ministério da Educação)
Falta de intervenção real (você só falou sobre conscientização, mas precisa da criação de alguma lei para acabar com esse problema)

ELOGIOS
Ideias ótimas
Boa citação (1° parágrafo)

DICAS
Suas ideias são ótimas, mas você precisa REVER A ESTRUTURA DA REDAÇÃO
Procure no Google uma estrutura para você seguir;
Aprenda sobre os conectivos e seu uso nas redações;
Reveja concordância verbal e nominal;
Tenha mais repertórios;
Procure utilizar a internet enquanto faz a redação, pois desse modo, você ganha repertório e aumenta suas habilidades.

Tenho dificuldades parecidas com as suas, por isso consegui identificar. Boa sorte nos seus estudos.
Doença mental

Deivid16 , Gi69

“A essência dos direitos humanos &eac[…]

vitoriaca , tá bom anjo❤

Iurymed , ei!! Claro! Posso sim. Em breve, ok[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM