#92839
Consta, no Artigo 6* da Constituição Federal, o direito à educação como inerente a todo cidadão brasileiro. Entretanto, no que tange ao cenário atual, tal prerrogativa não tem se reverberado com ênfase na prática, sobretudo ao se observar o registro civil como garantia de acesso à cidadania no Brasil, uma vez que é notório ser este um problema educacional pautado na falta de conhecimento. Dentre outros fatores relacionados à problemática, destacam-se o silenciamento da questão e o individualismo contemporâneo.

Inicialmente, deve-se ressaltar a escassez de medidas governamentais para combater a inibição do tópico. Nesse sentido, nota-se que o Poder Público não incentiva a disseminação de informação sobre a importância de se ter uma documentação adequada, posto que se beneficia da carência de debates sobre os subsídios relativos à população, dado que pouco faz para abrangê-los aos cidadãos. Essa conjectura, segundo Jonh Locke, configura-se como uma violação do "contrato social", já que o Estado não cumpre sua função de garantir que a nação verde-amarela desfrute de direitos indispensáveis previstos na Constituição, como a educação. Assim, faz-se necessária a dissolução dessa conjuntura.

Ademais, a obtenção de documentação adequada encontra terra fértil no individualismo. Na obra "Modernidade Líquida", Zigmut Bauman defende que a pós-modernidade é fortemente influenciada pelo individualismo. Em virtude disso, há, como consequência, a falta de empatia, pois, para se colocar no lugar do outro é preciso deixar de olhar apenas para si. Essa liquidez influi sobre a invisibilidade causada pela ausência de registro civil, visto que a falta de empatia para com o público à margem se torna um estigma social que cria um obstáculo na luta contra o abandono social. Dessa maneira, o pensamento de Bauman se torna verídico.

Portanto, providências são necessárias para resolver o impasse. Para isso, os Ministérios da Educação e da Comunicação devem criar campanhas de incentivo e instrução, por meio das mídias de massa, de forma a informar o povo sobre a relevância da documentação, com o intuito de diminuir o número de cidadãos despercebidos no Brasil. Destarte, a Constituição poderá vigorar.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

0
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
3 Respostas 
1933 Exibições
por Katsmoking
0 Respostas 
167 Exibições
por Riavda
1 Respostas 
134 Exibições
por anaclaradll
2 Respostas 
120 Exibições
por Katsmoking
0 Respostas 
112 Exibições
por alice2
0 Respostas 
97 Exibições
por KarolRs
0 Respostas 
119 Exibições
por Islavitoria1
1 Respostas 
202 Exibições
por Tiago2112
0 Respostas 
100 Exibições
por letiicia122
0 Respostas 
90 Exibições
por Eduardo2565
A cultura do cancelamento

Algumas pessoas entendem o cancelamento como um at[…]

A constituição federal de 1988, docu[…]

De acordo com o artigo 196 da Constituiç&at[…]

No dorama Apostando Alto , o pai da protagonista s[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM