• Avatar do usuário
#63939
O poeta Castro Alves traz com primazia em seu poema “Navio negreiro”, o sofrimento e as condições dos navios negreiros que saiam da África, cruzando o Oceano Atlântico e chegando ao Brasil. Graças a esses movimentos os negros vivem os resquícios deixados pelos colonizadores, o racismo estrutural causado pela escravidão. Temos na contemporaneidade a tentativa de reprender tanto o passado quanto o presente da história negra, quanto a sua cultura e seus feitos. Assim a falta de intolerância de grandes proporções no país é de negros.
Atualmente os negros são a maioria da população, cerca de 54% do total, mas essas pessoas acabam não tendo nenhuma representatividade dentro dos cargos da sociedade e até mesmo nas classes sociais medianas. Vemos a cada 3 presos 2 são negros, são eles que vivem nas comunidades precárias, que ficam propícias ao crime. No episódio em 2021, na operação no Jacarezinho, vimos a carnificina, sem ter o respeito ao Código Penal, à Constituição e aos Direitos Humanos. Dessa forma como pode o maior grupo da nossa sociedade ser tão “pisado”.
Tivemos um aumento nesses últimos anos das denúncias do exercício de religiões africanas, sendo que o nosso país é laico, temos a intolerância desses grupos a tentativa de se oprimir essa população e a sua cultura. Vemos as tentativas do “embranquecimento” de nomes importantes da história brasileira e mundial. Mas mesmo com todos os problemas enfrentados no Brasil, temos no mundo a grande influência da cultura negra nas artes, nas músicas, na história, pessoas importantes que lutaram para um mundo melhor e mais igualitário, pessoas que a levam junto nas classes que alcançam na sociedade.
Em virtude dos fatos mencionados, temos um grande problema a solucionar no país, a intolerância a raça. Uma das possíveis soluções está em paralelo a uma frase de Immanuel Kant “O homem é aquilo que a educação faz dele”, demonstrando que uma ação do MEC para a disseminação de conteúdo, contra o racismo e a intolerância. A partir da divulgação e do ensino sobre a cultura e a história das etnias, com parcerias virtuais para um maior alcance visando até o desenvolvimento de uma plataforma digital e uma mudança na grade curricular, tirando a visão etnocêntrica do ensino. Com a educação as próximas gerações terão uma visão mais solidaria e empática quanto as diferenças, permitindo o desenvolvimento do país e diminuindo as desigualdades muito presentes no país.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Material para estudar: https://vestibular.brasil[…]

Alguém corrige meu texto?

vc escreve muito bem parabéns!! eu achei d[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM