Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#42776
Sérgio Buarque de Hollanda,em "Raízes do Brasil", já dissertava sobre o brasileiro "falso cordial",a faceta cultural que denota um sobrepujamento dos interesses individuais em detrimento do sentimento de comunidade. Tal falta de preocupação com o bem comum se mostra na deficiência de doação de sangue que há no país,em proporção ao total da população. Somada ao analfabetismo científico de grande parte da nação, constituem grandes desafios no Brasil em relação a tal questão.
Primeiramente, tal déficit tem raízes no individualismo brasileiro. O "jeitinho brasileiro",tal como mencionado no livro citado acima,que tende a levar os brasileiros a pensar mais no bem individual do que no geral, dificulta que haja uma percepção social sobre a necessidade da doação sanguínea. Ou seja, tal processo ocorre majoritariamente quando da necessidade de alguém do núcleo de convivência do doador, enquanto que a doação periódica para receptores anônimos é mais escassa.
Além disso, há um analfabetismo científico de parte da população que ou não teve a oportunidade de uma escolaridade de qualidade,ou quando a teve, não foi educada sobre conceitos científicos básicos e que tornariam ambos os grupos menos suscetíveis a desinformação sobre a segurança e inofensividade,quando feita corretamente,da doação.Cria-se um tabu e um consequente medo acerca do assunto ,que contribuem negativamente.
Dessa forma, é imprescindível achar meios pra mitigar os danos de tal problemática.Para isso,o Ministério da Saúde, junto ao Ministério da Economia, deveriam criar uma Campanha Nacional de Incentivo a Doação de Sangue que envolvesse descontos nos impostos àqueles que doassem uma quantidade determinada de sangue por ano,a fim de abastecer os postos.Além disso,ao ministério primeiramente citado e à Polícia Federal caberia a criação de uma força-tarefa de combate a,e derrubada de notícias, em todos os meios de comunicação, que contenham informações falsas acerca da atividade.Deve-se somar a isso a veiculação de propagandas que desmintam tais conteúdos,em uma colaboração dessas instituições com a mídia.Espera-se,assim,que a situação seja minimizada.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Posso sim, SophiaLS ! Pode demorar alguns dias.

Crise hídrica brasileira

Consoante o filósofo iluminista Jean Jacque[…]

Sua nota ficou 360! Espero ter ajudado!

Consoante o filósofo iluminista Jean Jacque[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM