• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#68685
O cantor e poeta brasileiro Gilberto Gil em
sua composição "Queremos saber", reproduz as dúvidas que permeavam a sociedade na década de 90: "Queremos saber o que vão fazer com as novas invenções". Sob essa óptica, é necessário destacar que a população contemporânea encontra-se mais envolta no mundo tecnológico. Já que, a utilização dos meios digitais ocorre de forma exacerbada, uma vez que, tal entrave motiva o aparecimento de distúrbios como a ansiedade e depressão, assim como vícios em jogos. Logo, faz-se crucial analisar este impasse, para assim minimizá-lo.

Diante do exposto, a tecnologia presente nos objetos eletrônicos, indubitavelmente possui muitos benefícios, mas malefícios também, como a ansiedade e depressão. Segundo o psicólogo Michael Zachet - profissional do Kurotel-, as inovações digitais facilitaram a vida humana, mas tornaram algumas pessoas escravas, assim não conseguem processar a quantidade de informações do dia a dia. De modo que desenvolvam sintomas ansiosos, quadros depressivos, os quais são alavancados pelo uso discrepante, sem equilíbrio dos meios tecnológicos.

Além disso, é notável que o Estado ainda é leigo quanto ao uso das novas tecnologias, posto que, as utiliza de forma indiscriminada. Assim também, uma pesquisa feita pela Hootsuíte em parceria com a We are Social, demonstrou que o brasileiro está conectado à ‘internet’ 145 dias inteiros por ano. Decerto, esses dados evidenciam o quanto a tecnologia está presente no cotidiano das pessoas. Tal qual, influencia o comportamento dos mais jovens que não conseguem controlar o vício em jogos, esse fato tornou-se tão recorrente que a OMS caracterizou essa peculiaridade como uma doença, que necessita de tratamento psicológico e medicação.

Portanto, é imprescindível que os problemas causados pelo uso descabido da tecnologia no país devem ser atenuados. Cabe, assim, aos Ministério da Educação e Saúde, promoverem políticas públicas e campanhas, por meio das - mídias de grande alcance e escola -, destinadas à população. Bem como também, em ação conjunta com a família - orientar e observar quanto à utilização correta das tecnologias-, a fim de mitigar os entraves citados anteriormente em sociedade brasileira.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#68704
O cantor e poeta brasileiro Gilberto Gil em sua composição "Queremos saber", reproduz as dúvidas que permeavam a sociedade na década de 90: "Queremos saber o que vão fazer com as novas invenções". Sob essa óptica, é necessário destacar que a população contemporânea encontra-se mais envolta no mundo tecnológico. [melhorar conectivo] Já que, a utilização dos meios digitais ocorre de forma exacerbada, uma vez que < repetição de 'que'], tal entrave motiva o aparecimento de distúrbios como a ansiedade e depressão, assim como vícios em jogos. Logo, faz-se crucial analisar este impasse, para assim minimizá-lo.

[faltou conectivo de desenvolvimento] Diante do exposto, a tecnologia presente nos objetos eletrônicos, indubitavelmente possui muitos benefícios, mas malefícios também, como a ansiedade e depressão. Segundo o psicólogo Michael Zachet - profissional do Kurotel-, as inovações digitais facilitaram a vida humana, mas tornaram algumas pessoas escravas, assim não conseguem processar a quantidade de informações do dia a dia. De modo que desenvolvam sintomas ansiosos, quadros depressivos, os quais são alavancados pelo uso discrepante, sem equilíbrio dos meios tecnológicos. [faltou arrematação]

Além disso, é notável que o Estado ainda é leigo quanto ao uso das novas tecnologias, posto que, as utiliza de forma indiscriminada. [melhorar conectivo, deveria ser algo de conformidade > Assim também, uma pesquisa feita pela Hootsuíte em parceria com a We are Social, demonstrou que o brasileiro está conectado à ‘internet’ 145 dias inteiros por ano. Decerto, esses dados evidenciam o quanto a tecnologia está presente no cotidiano das pessoas. Tal qual, influencia o comportamento dos mais jovens que não conseguem controlar o vício em jogos, esse fato tornou-se tão recorrente que a OMS caracterizou essa peculiaridade como uma doença, que necessita de tratamento psicológico e medicação.

Portanto, é imprescindível que os problemas causados pelo uso descabido da tecnologia no país devem ser atenuados. [colocar conectivo na frente] Cabe, assim, aos Ministério da Educação e Saúde, promoverem políticas públicas e campanhas, por meio das - mídias de grande alcance e escola - < sem sentido esses traços, não é detalhamento isso], destinadas à população. < era pra estar na mesma frase, precisa organizar melhor as ideias e ter atenção a pontuação > Bem como também, em ação conjunta com a família - orientar e observar quanto à utilização correta das tecnologias-, a fim de mitigar os entraves citados anteriormente em sociedade brasileira.
* pelo menos uma ação tem que estar completa com todos os elementos

Sabemos que a meritocracia na sociedade brasileira[…]

Olá! Alguém poderia me auxiliar por[…]

Frequentemente, comenta-se muito a respeito da que[…]

Sabemos que a meritocracia na sociedade brasileira[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM