Avatar do usuário
Por ranya18
Quantidade de postagens
#128235
No filme brasileiro "Que horas ela volta?", dirigido por Anna Muylaert, a personagem Val, uma empregada doméstica nordestina de uma família abastada de São Paulo, se depara com um ambiente onde sua maneira de falar é frequentemente corrigida e desvalorizada. Fora da trama, a narrativa serve de símbolo para o estigma projetado naqueles que não cumprem com a norma padrão da língua. Essa realidade pode ser confirmada por uma falha educacional e pela concepção tradicionalista.
Sob esse viés, o hiato educativo potencializa essa situação de marginalização. Enxergar a língua pela orientação exclusiva, e não inclusiva, ajuda a potencializar atos intolerantes desde a infância. Marcos Bagno, em seu livro sobre "Preconceito linguístico", defende uma educação que valoriza a diversidade cultural do país. Entretanto, ao ingressarmos na escola ficamos sujeitos a uma língua gramática normativa, onde, na maiorias da vezes, somos corrigidos pelos próprios docentes. Dessa forma, esse déficit na instrução contribui para que o aluno não perceba a validade das demais variantes e a necessidade de adaptação da linguagem a depender do contexto de aplicação.
Ademais, a sociedade brasileira possui uma concepção tradicionalista, acerca da educação do Estado. Visto isso, não há uma conscientização sobre a formação da linguagem, pois a maneira de proferir, muitas vezes tem intrínseca relação com a cultura de cada região. Infelizmente, estamos sujeitos a concepção de que existe uma maneira correta de falar, situação como essa, ocorre quando nos mudamos para outra região do Brasil, assim como a personagem Val, chegando a ser extremamente conservadorista. Portanto, esse tipo de discriminação além de levar a exclusão social, leva à falta de reconhecimento das qualificações no mercado de trabalho, por exemplo.
Em suma, cabe ao governo juntamente ao Ministério da Educação financiarem campanhas nas mídias, principalmente na televisão, ressaltando a diversidade e a repudiação de atitudes de preconceito. Logo, é papel da República Federativa do Brasil, por conseguinte, a capacitação dos professores para que a escola seja um local de acolhimento, para assim, desconstruir o ensino atual e enfatizar a necessidade de tornar o português uma língua mais inclusiva.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
3 Respostas 
200 Exibições
por Gege2105
1 Respostas 
119 Exibições
por StudiMaris
2 Respostas 
166 Exibições
por Monicxc
0 Respostas 
77 Exibições
por Fefa
1 Respostas 
127 Exibições
por LuanaSilva11
0 Respostas 
95 Exibições
por DaviTaveiras
1 Respostas 
186 Exibições
por Felipe082
0 Respostas 
88 Exibições
por Ganriel
0 Respostas 
81 Exibições
por raquel236329
0 Respostas 
94 Exibições
por jocenilton20

John lock , filósofo inglés destaca-[…]

O artigo 6 da constituição federal d[…]

O autismo é um transtorno do desenvolviment[…]

A lei nº 12.965, conhecida como marco civil d[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM