Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#59096
A Constituição Federal de 1988 prevê a todo cidadão o direito ao respeito.Porém,a sociedade brasileira enfrenta empecilhos no que diz respeito às consequências do preconceito linguístico , uma vez que a maior parte da população não reconhece e não valoriza a multiculturalidade trazida por muitos povos com diferentes línguas. Tal situação ocorre,primordialmente,pela rejeição feita por alguns professores e,também,pela apatia social.
Sob esse viés,o julgamento realizado em sala de aula é uma causa latente do problema.Segundo,o ex-presidente da África do Sul,Nelson Mandela, "a educação é a arma mais poderosa para se mudar o mundo”.Entretanto,quando a escola é umas das causadoras do problema,promovendo visões inferiorizadas ;como tratar com desrespeito alunos de outras regiões e menosprezando o modo de falar deles,ela perde esse poder de mudar o mundo e passa a atrasar a compreensão da população acerca desse preconceito.
Ademais,vale ressaltar que a depreciação das classes dominantes em relação à regionalidade da minoria desestabiliza psicologicamente as vítimas. Diante disso,a novela “Êta mundo bom“,de 2016, retrata a vivência do protagonista Candinho,o qual sofre com comentários maldosos e é humilhado frequentemente por ser do interior e possuir a fala regionalista.Logo,o não reconhecimento da miscigenação brasileira acarreta essas ações de indivíduos,como as da novela,que se se sentem superiores a outras,principalmente,as mais abastadas que moram em centros urbanos,causando,assim,a exclusão social e o sentimento de inferioridade nas vítimas.
Depreende-se,portanto,que são necessárias medidas capazes de mitigar tal problemática.Para tanto,o Ministério da Educação deve implantar conteúdos informativos,por meio de reuniões e palestras mensais com os docentes,sobre o papel que a escola possui em relação a formação social,podendo alterar esses atos preconceituosos a respeito da língua dos falantes regionais.Além disso,as ONG’s criarem postagens virtuais,por intermédio das redes sociais,relatando os efeitos trazidos pelo preconceito linguístico,com a porcentagem os dados dos casos de homicídios e depressão causada pela injúria de preconceituosos.Dessa forma,a previsão da Constituição Federal de 1988 será concretizada finalmente.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

camis23 adorei a correção, concert[…]

No livro, "Os sete maridos de Evelyn Hugo&quo[…]

Wanessa4 , olá, boa-noite! sei que voc&eci[…]

Luffynho , por nada, fico feliz em ajudar. Precis[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM