Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#51903
O preconceito linguístico se dá as variedades linguísticas que ocorrem em diferentes estados, regiões, grupos e etc.
Onde pessoas com falas diferentes são taxadas como burras, de classe social baixa ou até mesmo de analfabetos.
Uma pessoa que sai de Minas Gerais e vai morar no Rio de Janeiro, percebe que tem uma variedade linguística muito grande, o que pode ser ruim para adaptação do mesmo e também gerar preconceito.

No Brasil claramente se vê o preconceito linguístico, ao falar "errado", somos rapidamente corrigidos, a verdade é que não usamos sempre, á linguagem gramatical e regras do português que aprendemos na escola, por exemplo, não falamos "vamos á", falamos : "nóis vai", entre outras gírias e usadas pela sociedade, e sotaque. Outro exemplo é o "dindin", ou "sacolé", "geladinho", "chup-chup" etc, cada região tem seu modo de falar, e precisamos respeitar a diversidade.

Hoje às pessoas conseguem falar mais abertamente sobre esse assunto, mesmo assim muitos ainda são tratados com diferença perante a sociedade, com deboches, podendo gerar também violência física, verbal e psicólogica, levando até mesmo alguém a desenvolver distúrbios psicológicos, e contribuindo para a exclusão social. Fazendo com que o mesmo se sinta oprimido e diferente dos demais por causa do seu modo de falar.

Portanto, é necessário que o ministério da educação, através dos meios de comunicação, principalmente pelas redes sociais, crie projetos para combater os efeitos do preconceito linguístico, e nas escolas, incentivar aulas sobre o assunto, fazendo com que as pessoas respeitem e aceitem as formas de falar diferentes das suas.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A realidade de muitos jovens brasileiros nos dias […]

Ao contrário do que se reverbera na Constit[…]

De modo ficcional, o filme "O Espetacular Hom[…]

Em termos tecnológicos, durante a atual pan[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM