• Avatar do usuário
#78680
No contexto em que vivemos, a segurança pública é um assunto bastante discutido e a questão do porte de armas pela população sempre foi um de seus temas mais polêmicos. No entanto, o acesso facilitado à armamento por parte do povo causa o efeito contrário do esperado, uma vez que grande parte das pessoas comuns não estão aptas psicologicamente para estar em posse de uma arma e são frequentes os casos de acidentes fatais envolvendo ditas ferramentas.

Primordialmente, é importante ressaltar que a maioria dos cidadãos não tem condições mentais para se apropriar de um objeto tão perigoso que pode facilmente ferir outro cidadão, visto que um acesso de raiva repentino pode levar uma pessoa mentalmente desequilibrada e armada a atirar em alguém próximo. Segundo o Instituto Sou da Paz (ISP), metade dos casos de feminicídio nos últimos vinte anos foram causados por armas de fogo, e é de conhecimento geral que mulheres são as principais vítimas da violência seguida de uma explosão de fúria.

Depois, outro problema causado pela existência de armas dentro de residências civis são os acidentes fatais que podem ocorrer, con destaque para os ligados à crianças, que não sabem manusear uma arma de fogo e correm o risco de machucar a si mesmos ou terceiros de maneira acidental. Nos Estados Unidos, país onde o porte de armas é legalizado, cerca de 470 acidentes envolvendo armas de fogo aconteceram em 2018, fato que pode ser reproduzido no Brasil caso o porte de armamento é legalizado.

Diante disso, conclui-se que faz-se necessária a intervenção. É imperativo que o Ministério da Segurança Pública invista mais recursos na segurança do país, aprimorando o preparo policial para que, assim, o porte de armas por civis não seja indispensável. Adicionalmente, são importantes ad campanhas de desarmamento para retirar armas de circulação, que devem também ser organizadas pelo Ministério de Segurança Pública. Assim, uma sociedade verdadeiramente segura será possível.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

No filme Malala, é retrato à vida da[…]

analfabetismo no Brasil

Oi, Iurymed , tudo certo? bora lá (lembran[…]

Título: Mais problemas O programa mais m&[…]

Jotaveh walace vanussa Isabelaassis

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM