• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#84349
Para a grande parte dos grandes filósofos gregos, a arte de ler e escrever são uma das, se não a mais importante técnica, que um ser humano pode aprender. As letras impressas em uma folha de papel têm sua vital exclusividade num corpo social, onde qualquer pessoa que não a domine esta fadada ao declínio de seu conhecimento e, portanto, passivo a escolhas. Paralelamente, percebe-se que na tal contemporânea conjuntura brasileira os aspectos da ausência literária na vida de sua população os afetam recorrentemente dia após dia, impedindo a formação do caráter e o pensamento analítico individual. Logo, notam-se a displicência estatal ao respeito da educação literária e desincentivo aos jovens como suas causas.

Em primeiro lugar, de acordo com Goethe, o declínio da literatura indica o declínio de uma nação, isto é, demonstra raquitismo. Nesse contexto, vê-se a inépcia do Estado no que se refere à educação literária nacional, pois, uma vez que sua comunidade apresente nulos conhecimentos sobre tal, reflete-se, abruptamente, na formação de valores de uma sociedade, ou seja, a própria rebaixa suas opiniões e méritos, acarretando em problemas no território como baixas econômicas, saúde mental e, principalmente, na educação brasileira como um todo, o que dificulta a introdução no mercado de trabalho. Sendo assim, é de demasiada urgência que este assunto seja solucionado.

Ademais, ressalta-se a ineficiência governamental e parental no incentivo a leitura por parte da sociedade infanto-juvenil. Como titulo de exemplo, países com índices de desenvolvimentos mais elevados, possuem uma maior taxa de leitura na faixa etária imberbe. Do mesmo modo, é notória a baixa valorização da introdução à leitura aos jovens no Brasil, tendo em vista que seus familiares não os incentivem em casa o aprendizado, deixando o papel unicamente as corporações pedagógicas, quais também secundarizam seu papel neste empecilho, em outros termos, originando uma decadência educacional generalizada. Em síntese, observa-se a falta de incentivo no quesito literário infantil.

Em resumo, é vital a intervenção das autoridades competentes. Em suma, é mister que o Ministério da educação, por meio de verbas governamentais, organizem ações publicitárias destinadas a leitura jovem, criando o programa “Crianças Letradas” para que as próprias junto com seus pais ajam juntos na alfabetização. Por consequência, o cenário brasileiro mudara de perspectiva, onde serão criados jovens capacitados e letrados prontos para o mercado de trabalho, com opiniões próprias e, assim, chegaremos mais perto das ideologias gregas sobre tal assunto.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 193

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 193

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 193

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Invisibilidade na sociedade

O romance filosófico "Utopia", re[…]

Olá Hospedar , tudo bem? 😺👋🏻 &[…]

SKKSKDKDK JoaoPedro72 isso é uma obr[…]

Oie, vocês poderiam corrigir minha reda&cced[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM