Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#39152
Promulgado pela ONU em 1948, a Declaração Universal dos Direitos Humanos garante a todos os indivíduos o direito à moradia, segurança, bem-estar social, entre outros. Conquanto, o mau planejamento urbano e a consequente crise habitacional brasileira impossibilita que certa parcela da população desfrute desses direitos universais na prática. Faz-se necessário, refletir sobre os reflexos sociais oriundos da temática, bem como alternativas para solucionar a problemática.
Atualmente, ocupando o nono lugar na economia mundial, seria racial acreditar que o Brasil possui um sistema público eficiente. Contudo, a realidade é justamente o oposto e o resultado desse contraste é refletido no déficit habitacional brasileiro. De acordo com a ABRAINC ( Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias) junto a FGV ( Fundação Getúlio Vargas), o deficit de moradias cresceu 7% em dez anos, de 2007 a 2017. É inadmissível que certa porcentagem continue a aumentar.
Faz-se mister, ainda salientar, a inadequação da moradia, o orçamento excessivo do aluguel, ocasionados pelo mau planejamento Urbano e as desigualdades sociais como impulsionadores do problema. De acordo com Zygmunt Bauman, sociólogo polonês, a falta de solidez nas relações sociais, políticas e econômicas é característica da "Modernidade líquida" vivida no século XXI. Diante de tal contexto, é preciso uma solidez dessas relações para que certa parcela da população não deixe de desfrutar de seus direitos universais.
Infere-se, portanto, que ainda há entraves para garantir a solidificação de políticas que visem um mundo melhor. O governo, junto com o Ministério da Infraestrutura, devem
capacitar a população com moradias de qualidade, bem-estar financeiro e social, assegurando assim um bom planejamento Urbano. Dessa forma, o Brasil poderia superar o mau planejamento urbano e a consequente crise habitacional brasileira. A partir dessas ações espera-se promover uma melhora no déficit habitacional e das condições sociais e financeiras dos grupos afetados, assegurando assim seus direitos e garantido o que é discursado por Hannah Arendt, filósofa política alemã, "A essência dos direitos humanos é ter direito a ter direitos".
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

*Perdoem o erro "afim" ao invés d[…]

vcs poderiam corrigir?

Tendo em vista a atual situação de f[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM