Avatar do usuário
Por pinkpig
Quantidade de postagens
#92687
Antes de mais nada, é óbvio dizermos que com as revoluções tecnológicas surgiram-se novas profissões que condizem com o cenário proposto. Portanto, com os atuais níveis de desemprego e a abrupta desigualdade social, surge o questionamento: Possuímos uma sociedade com estruturas o suficiente para as transformações que vem sendo promovidas?

A cada segundo novas tecnologias vem surgindo e assim impondo que as pessoas se adaptem a essas. No mundo do trabalho, as exigências de aperfeiçoamento dentro das infindáveis tecnologias, as inúmeras informações e a depressão do trabalhador por esses mesmos fatores tornam impossível o alcance de boas performances de uma forma saudável.

Em um estudo recente da Organização Mundial da Saúde (OMS) é analisado o aumento nos casos de depressão e ansiedade, sendo que, um dos maiores fatores que ajudam no crescimento de casos são os sociais. O jovem brasileiro, principalmente os que são inclusos na parte mais carente do povo, se veem sem suporte e com isso, não possui disposição emocional para lidar com as exigências impostas pelo novo mercado de trabalho tecnológico. Bem como, podemos também ver claramente o decesso do mundo trabalhista. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE) no primeiro trimestre de 2021, cerca de 12,6 % da população estava desempregada. As estatísticas da mesma fonte também apontam para um crescimento de 21% do trabalho infantil e 40% da desigualdade social.

Em suma, torna-se seguro dizer que o Brasil e os jovens brasileiros possuem uma estrutura desajustada para suportar as novas profissões e as novas exigências tecnológicas, podendo assim deixar muitos instáveis e sem um futuro satisfatório.

Com tudo, cabe ao Ministério Público juntamente do Presidente da República promover um breve retardamento das transformações tecnológicas e focar em transformações sociais para que possam garantir um nível de estrutura ao povo por meio de práticas de conscientização emocional e dinâmicas escolares e regionais.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
1 Respostas 
2124 Exibições
por deboraal3
0 Respostas 
8978 Exibições
por marialeti19
0 Respostas 
3457 Exibições
por AndreLuis99
0 Respostas 
2776 Exibições
por raullS2
0 Respostas 
24772 Exibições
por vitorbot
0 Respostas 
926 Exibições
por nathvenega
0 Respostas 
196 Exibições
por deboraal3
2 Respostas 
893 Exibições
por LeticiaBF
0 Respostas 
547 Exibições
por MilaLucarely
0 Respostas 
720 Exibições
por pinkpig

ManoelSan , JoaoPedro72

"Onde está /Meu irmão sem i[…]

Anna1 corrige pra mim ?🙏🏻

Bheatriz , Mylike ManoelSan AmaCris Poderi[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM