Avatar do usuário
Por Mans2
Quantidade de postagens
#120521
A palavra "valorização" se define como o aumento do valor de algo em decorrência de suas qualidades intrínsecas. Entretanto, com a passagem de tempo, nota-se um declínio na valorização monetária e de carga horária dos educadores brasileiros, mesmo com a alta estima social da classe. Nessa perspectiva, convém analisar o desenvolvimento histórico das influências governamentais da profissão "professor". Para assim, entender os reflexos atuais desse tema.
Diante desse cenário, é possível atribuir essa desvalorização ao sucateamento geral da educação. Pois, a falta investimento orçamentário na área, desde o Brasil colonial, implica em um desinteresse do governo no desenvolvimento educacional da população brasileira. Os cortes de pagamentos do governo às federais — ocorridos no ano de 2022 — causaram impacto ao tirar a segurança de recebimento salarial desses profissionais, ocasionando em greves por todo o país. Dessa forma, os frequentes cortes de recursos são obstáculos na manutenção digna do educador como profissional.
Ademais, essa dificuldade infla a taxa de evasão profissional da área pedagógica. Pois, com menos dinheiro, professores e escolas oferecem salários e condições de trabalho inferiores, tornando a área menos atrativa, e causando a saída desses indivíduos. Com isso, a disponibilidade menor de educadores faz com que os que permanecem necessitem trabalhar em mais de uma localidade para manter-se sustentados financeiramente. Causando desgaste e desesperança de permanecer na educação.
Portanto, a presença de professores na área depende do crescimento de recursos orçamentários e salarial. Para suprir essa carência, é imprescindível que o governo brasileiro — pelo ministério da educação — incentive a valorização orçamental da área. Aumentando o piso salarial da profissão e o orçamento disposto às escolas e faculdades públicas. Para melhorar as condições da profissão e permitir que os professores finalmente parem de se preocupar com a sobrevivência, e possam se concentrar no futuro de ensinar.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
40 Exibições
por mariaajuli
0 Respostas 
88 Exibições
por eVital15
0 Respostas 
110 Exibições
por Line2005
A lucracao do governo em cima da população
por JanRiq    - In: Outros temas
1 Respostas 
92 Exibições
por JanRiq
A lucração do governo em cima do conssumidor
por JanRiq    - In: Outros temas
0 Respostas 
58 Exibições
por JanRiq
5 Respostas 
506 Exibições
por Felipe082
0 Respostas 
116 Exibições
por Raielysom
0 Respostas 
74 Exibições
por htacorrea
0 Respostas 
130 Exibições
por rassanicoly
0 Respostas 
210 Exibições
por milly01

Na atualidade, a desigualdade social é muit[…]

A mulher invisível

A mulher tende a ser diversas vezes muito injusti&[…]

A célebre frase de Friedrich Nietzsche, &am[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM