Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#41649
Na década de 1930, ascendeu na Europa os regimes nazifascistas na Itália e Alemanha. Baseados em amplas campanhas de notícias falsas, causaram diretamente dezenas de milhões de mortes humanas. A partir desse contexto, seria racional acreditar que o Brasil aprenderia com erros passados, porém o que vemos é o contínuo crescimento das "fake news". Diante dessa perspectiva, cabe avaliar os impactos desse quadro. Com isso, não há dúvidas que as notícias falsas são não apenas ataques à democracia, mas também um real risco a integridade dos indivíduos.

Em primeiro plano, é necessário ressaltar que a democracia é um fator fundamental no desenvolvimento de um país. Contudo, um elemento vem ostensivamente - na última década - interferindo nessa dinâmica: As campanhas de desinformação. Segundo uma pesquisa realizada pela Folha de São Paulo, cerca de 30% dos eleitores acreditavam em, ao menos, uma notícia comprovadamente falsa, durante as eleições presidenciais de 2014, com esses números dobrando em 2018. Diante do exposto, é inadmissível que notícias falsas interfiram no imprescindível exercício da democracia, ao manipular intelectualmente a população, ao custo da reputação de algum agente político.

Faz-se mister, ainda, salientar o risco ao indivíduo que "fake news" representam. Com o surgimento das redes sociais, a disseminação de informações ganhou dimens nunca antes vistas, com uma simp publicação atingindo milhares de pessoas. Entretanto, quando a informação é falsa, pode gerar impactos irreversíveis à determinados indivíduos. Em 2017, na cidade de São Paulo, após ser compartilhado em redes sociais um suposto crime sexual, um homem foi morto a tiros pela população local, porém, pouco tempo depois foi esclarecido que as informações compartilhadas eram falsas - tarde demais.

Infere-se, portanto, que ainda há entraves para garantir a solidificação de políticas que visem a atenuação dos impactos da problemática. Dessa maneira, urge que o Parlamento Brasileiro deve, através de emendas constitucionais, aumentar as punições à quem, deliberadamente, compartilhe notícias falsas, além de exigir das redes sociais maior controle sobre o conteúdo compartilhado, afim de evitar a propagação de desinformação. Com tais ações, o Brasil poderá superar as "fake news".
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#41695
Contextualização
Apresentação do tema
Tese
Termos coesivos
Tópico Frasal
Dados
Argumentação
Arrematação da Tese
Elementos da proposta de intervenção
Frase de efeito
Comentários



Na década de 1930, ascendeu na Europa os regimes nazifascistas na Itália e Alemanha.( Faltou o termo coesivo!) Baseados em amplas campanhas de notícias falsas, causaram diretamente dezenas de milhões de mortes humanas. A partir desse contexto, seria racional acreditar que o Brasil aprenderia com erros passados, porém o que vemos é o contínuo crescimento das "fake news". Diante dessa perspectiva, cabe avaliar os impactos desse quadro. Com isso, não há dúvidas que as notícias falsas são não apenas ataques à democracia, mas também um real risco a integridade dos indivíduos.(Muito bom! Apresentu o tema, contextualizou e apresentou a tese!)


Em primeiro plano, é necessário ressaltar que a democracia é um fator fundamental no desenvolvimento de um país. Contudo, um elemento vem ostensivamente - na última década - interferindo nessa dinâmica: As campanhas de desinformação. Segundo uma pesquisa realizada pela Folha de São Paulo, cerca de 30% dos eleitores acreditavam em, ao menos, uma notícia comprovadamente falsa, durante as eleições presidenciais de 2014, com esses números dobrando em 2018. Diante do exposto, é inadmissível que notícias falsas interfiram no imprescindível exercício da democracia, ao manipular intelectualmente a população, ao custo da reputação de algum agente político.( Nesse desenvolvimento 1 você argumentou de forma pertinente, porém rasa! Aconselharia a explorar mais suas ideias e apronfundar melhor o que tem a dizer!)

Faz-se mister, ainda, salientar o risco ao indivíduo que( as) "fake news" representam.(Faltou o termo coesivo!)Com o surgimento das redes sociais, a disseminação de informações ganhou dimens(dimensão) nunca antes vistas, com uma simp (simples)publicação atingindo milhares de pessoas. Entretanto, quando a informação é falsa, pode gerar impactos (Que impactos ? Esclareça!)irreversíveis à determinados indivíduos. (Faltou o termo coesivo!)Em 2017, na cidade de São Paulo, após ser compartilhado em redes sociais um suposto crime sexual, um homem foi morto a tiros pela população local, porém, pouco tempo depois foi esclarecido que as informações compartilhadas eram falsas - ( Interligue melhor as ideias! )tarde demais.( Nesse desenvolvimento 2, sua argumentação é válida, porém ainda é rasa. Aconselho estruturar melhor as ideias. Também faltou a arrematação da tese!)

Infere-se, portanto, que ainda há entraves para garantir a solidificação de políticas que visem a atenuação dos impactos da problemática. Dessa maneira, urge que o Parlamento Brasileiro(Agente) deve, através de emendas constitucionais(Meio), aumentar as punições à quem, deliberadamente, compartilhe notícias falsas, além de exigir das redes sociais maior controle sobre o conteúdo compartilhado(Ação), afim de evitar a propagação de desinformação(Finalidade). Com tais ações, o Brasil poderá superar as "fake news". ( Conclusão boa, porém imcompleta! Ficou faltando detalhamento da ação!)

Sua redação é boa, só cuidado com o elementos que se apresentam ausentes. Estude argumentação, termos coesivos, proposta de intervneção ok!
Continue praticando sua escrita!
Espero um próxima correção!
Até! ;)

Lamounier , claroo! :D Com o início da […]

De acordo com o filósofo René Descar[…]

MAUROJUNIOR Erros Correção[…]

A Declaração Universal dos Direitos […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM